O físico Stephen Hawking no Os Simpsons

Stephen Hawking

Stephen Hawking – muito além da Física

o físico inglês Stephen Hawking
wikipedia

O físico inglês Stephen Hawking, falecido no dia 14 de março deste ano, na cidade de Cambridge, Inglaterra, recebeu – e ainda receberá, quando eu e você não mais existirem – todas as homenagens possíveis advindas de quase todos os pontos geográficos do planeta. Afinal, ele é o maior cientista de todos os tempos, ao lado de Albert Einstein (Hawking morreu no dia de nascimento do descobridor da “Relatividade”) e Galileu Galilei (Hawking nasceu em Oxford, em 8 de janeiro de 1942, 300 anos depois, do nascimento do precursor da “Revolução Científica”).

Stephen Hawking fez mais em 76 anos de vida, do que a maioria de nós farão, mesmo se vivêssemos por 100 anos! Portador de uma rara doença degenerativa, esclerose lateral amiotrófica, ele deveria viver, segundo a medicina, até os 21 anos. Como Shakespeare já dizia: “há mais mistérios entre o céu e a terra do que a vã filosofia dos homens possa imaginar“; existe razões que vão além do conhecimento científico – se Hawking não fosse ateu, poderia até acreditar que Deus lhe enviou à Terra para cumprir uma missão. Entravado numa cadeira de rodas especial, formou-se em Oxorfd, depois, tornou-se doutor em Cosmologia pela Universidade de Cambridge, onde também era professor. A doença paralisou os músculos do corpo, porém, suas funções cerebrais não foram atingidas. Enquanto muita gente reclama de dor nas costas (tipo eu), Hawking era a superação em pessoa, um verdadeiro superman, e não deixou de estudar, pesquisar, questionar, ironizar, buscar respostas e provocar novas dúvidas sobre a origem do universo.  

Durante uma viagem ao CERN, na Suiça, em 1985, Hawking teve uma grave pneumonia e por pouco não desligaram o respirador artificial que o mantinha vivo. Dando mais uma vez “uma rasteira ninja” no destino, ele sobreviveu! Mais um desafio vencido, porém, após uma traqueostomia, teve como sequela a perda das cordas vocais. Mudo, só voltar a se comunicar após se conectar a um computador com um sintetizador, por isso, que a voz dele se parecia com a de um robô.

Hawking2
Crédito: Storieo

Quem poderia imaginar que um homem com tantas limitações físicas poderia produzir conhecimentos que mudariam a forma de enxergar (e estudar) o universo? Pois bem, Stephen Hawking teve inúmeras contribuições nos campos da cosmologia teórica e gravidade quântica, entre elas, Os teoremas da singularidade (sua tese de doutorado, onde se propõe o início de tudo, ou seja, o Big Bang); Relatividade Geral (desdobramento da teoria geométrica publicada por Einstein); Buracos de Minhoca (estudo sobre buracos negros, onde o físico descobriu a  “Radiação Hawking”); e a Inflação Cósmica (Hawking sugere que o universo se criou sozinho, sem nenhuma divindade ajudando, e, após o Big Bang, o universo passou por uma intensa inflação). Stephen Hawking foi homenageado por cientistas que descobriram um corpo rochoso espacial e o batizaram de “asteróide 7672 Hawking”.

O Hawking é POP!

Hawking4
Hawking numa palestra, mostrando a sua participação no Os Simpsons (foto: The Guardian)

 

Stephen Hawking conseguiu uma grande proeza: popularizar a física (considerado um assunto muito chato) e a figura do cientista, ao adentrar, com muito humor, na cultura pop, participando de filmes, séries, comerciais de TV entre outros. Confira abaixo:

 

 

Séries de TV

Hawking5

 

*Star Treck – A Nova Geração (1993) – 6º Temporada. Episódio 26 (O descendente – Parte 1): O comandante Data joga poker com os hologramas de Hawking, Sir Isaac Newton e Albert Einstein.

 

 

 

Hawking6

 

*The Big Bang Theory (vários episódios) – Hawking protagonizou momentos hilários ao lado dos físicos teóricos Sheldon Cooper e Leornard Hofstadter; do engenheiro aeroespacial, Howard Wolowitz; e o astrofísico indiano, Rajesh Koothrappali – os nerds da aclamada e premiada série de TV estadunidense “The Big Bang Theory” (que segue em sua 11º temporada). Hawking é por diversas vezes citado na série, porém, a sua primeira aparição  se dá na quinta temporada, no episódio 21 (“A excitação de Hawking”), Howard é contratado para arrumar a cadeira de rodas do físico famoso, e Sheldon faz de tudo para conhecer o seu maior ídolo. Na sexta temporada, episódio 06 (“O extrato da eliminação”), Sheldon participa de um jogo online com Hawking. A relação próxima do físico com a série The Big Bang Theory, é devido ao tema da física ser o mote principal, consequentemente, os campos estudados (e as suas teorias) são popularizadas no decorrer da série, tornando o tema leve e de fácil compreensão. Hawking até gostaria de ter participado de mais episódios, porém, sua saúde frágil não o permitiu. No dia de sua morte, houve várias manifestações do elenco nas redes sociais, com citações à sua mente brilhante, suas contribuições à ciência, e ao seu senso de humor demonstrado durante as suas participações na série. A última participação de Hawking foi em 2017, na décima temporada.

Música

stephen-hawking-keep-talking-679x381
Crédito: Pink Floyd

*Pink Floyd – disco The Division Bell (1994):  A voz sintetizada de Hawking faz parte canção Keep Talking, da lendária banda Pink Floyd. A ideia de inserir a voz foi do guitarrista da Banda, David Gilmour, depois de assistir a um comercial de TV, da British Telecom, comprou os direitos autorais. Sua voz também foi inserida no último álbum da banda, em 2014.

 

Animação

Muito bacana as participações de Stephen Hawking em desenhos animados!

 

Hawking3
Homenagem da Fox

Os Simpsons (vários episódios) – Em 1999, no episódio “Salvando o cérebro da Lisa”, foi o primeiro de muitas e muitas participações de Hawking na série Os Simpsons. Ele era tão querido pelos produtores, que recebeu uma linda homenagem dias após do seu falecimento. O episódio foi ao ar no dia 17 de março, onde físico inglês apareceu em sua cadeira de rodas, com hélices de helicóptero, com Lisa Simpson em seu colo, voando pelo céu de Springsfield.

Hawking7

 

Futurama (vários episódios) – Sua primeira aparição foi em 2.000. Futurama era um dos desenhos que Hawking mais gostava de assistir.

 

Hawking8_Easy-Resize.com

 

Laboratório de Dexter (1997. Episódio: Quem é o professor Hawk?) – O personagem professor Hawk é uma homenagem ao físico. 

 

 

 

Hawking9

 

Os padrinhos mágicos (2005/2006. 5º Temporada. Episódio 8: Remy volta atacar) –   Hawking é contratado por Remy para provar uma teoria de Timmy, de que 2+2=5.

 

 

 

Hawking10

 

 

Dilbert (1999, 1º Temporada. Episódio 13) – O desenho faz um referência a Hawking.

 

 

Cinema

Monty Python (1983) – Considerado o maior grupo de humor do Reino Unido, o Monty Python contou com a participação de Hawking em dois momentos: cantando a música Galaxy Song, e dando depoimento no documentário sobre o grupo.

Super-Herói – O filme (2008) – Hawking faz participação nesta paródia sobre filmes de super-heróis.

A Teoria de Tudo (2015 – homenagem) – baseado no livro “Minha vida com Stephen”, de sua ex-esposa, Jane Hawking.Belo e premiado filme sobre a vida e o trabalho de Hawking. O ator Eddie Redmayne, que encarna Hawking, recebeu o Oscar de Melhor Ator).

Obras publicadas

Uma breve história do tempo, 1988 – Retrata a origem do universo por meio de uma linguagem simples e bem-humorada. Livro escrito tanto para especialistas quanto para leigos.

Buracos Negros, universos bebês e outros ensaios, 1993.

O universo numa casca de noz, 2001. Em parceria com Leonard Mlodinow.

A teoria de tudo – A origem, 2002

O grande projeto, 2010

A minha breve história (autobiográfico), 2013

*Na literatura infantil, escreveu com a filha, Lucy Hawking, em 2007, o livro “George e o Segredo do Universo”, que teve mais duas continuações.

Fontes pesquisadas: Stephen Hawking: A biography/University of Cambridge/Youtube/Wikipedias inglesa/brasileira

Anúncios

Publicado por

barbarafontes

Bárbara Fontes é formada em Comunicação Social pela UFMT. Especialista em Educação (Cinema e Educação). É cineasta, jornalista, roteirista, fotógrafa e poetisa. Seu primeiro trabalho em Assessoria de Comunicação foi em 1995. Iniciou no Cinema/Audiovisual/TV em 1994. Passou temporadas em vários países como Uruguai, Argentina, Bolívia, Panamá. Morou em Estocolmo, capital da Suécia, entre os anos de 2000 a 2002. Sua primeira entrevista para a televisão foi aos 12 anos, no programa de variedades, Vitrine, da TV Centro América. Aos 13 anos, escreveu seu primeiro artigo, publicado no jornal impresso, Correio Várzea-grandense. Desde que se conhece por gente, escreveu histórias, composições musicais, roteiros e poemas.

2 comentários em “Stephen Hawking

  1. Sensacional, não há palavras para descrever tamanha sensibilidade e profundidade e ao trabalho de pesquisa feita, para nós mostrar, que não só cientista e homem de uma garra fabulosa ao qual ele onera, mais a criança que nele havia como todos nós temos um pouco…
    Amar os desenhos, enfim uma pessoa notória, pública, famoso, que apesar de sua doença degenerativa, não o impedia de ser e ter esta extraordinária vontade de se doar…
    Parabéns pela forma que nos mostrou o real sentido da vida, a de ser vida…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s