Ministério da Cultura viaja o país

Capitais brasileiras recebem capacitação

O Ministério da Cultura (MinC) realiza uma série de seminários por todas as capitais brasileiras com o objetivo de capacitar produtores, artistas, empresários, gestores e profissionais da área cultural para a utilização dos mecanismos de fomento como a Lei Rouanet, Lei do Audiovisual e o Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

SeminarioMinCTeresina
Secretário de Fomento e Incentivo à Cultura do MinC, José Martins, em Teresina/PI. Crédito: Ronaldo Caldas (Ascom/MinC)

 

O encontro tem duração de um dia e conta a participação de duas equipes do Ministério da Cultura: representantes da Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura (Sefic), que aborda a Lei Rouanet (como ela funciona); e representantes da Secretaria do Audiovisual (SAv), e da Agência Nacional do Cinema (Ancine), que explicam sobre os editais e linhas de financiamento para o setor audiovisual.

 

SeminarioMinBSBjpg
Seminário em Brasília. Crédito: MinC

 

Em relação à Lei Rouanet, o principal mecanismo de fomento à cultura do país, os participantes tomam conhecimento da nova instrução normativa que visa facilitar o acesso, a elaboração/prestação de contas e acompanhamento dos projetos inscritos.

 

 

 

SeminarioMinCBH
Seminário em Belo Horizonte/MG. Crédito: Minc

 

Os seminários também são ótimas oportunidades para produtores e empresários que investem ou desejam investir no setor cultural, pois recebem orientações sobre as vantagens e as formas de apoiar projetos culturais. Quem tiver projetos na cabeça ou no papel podem aproveitar o seminários para tirar todas as dúvidas.

 

 

imagem_portalrouanet_vitoria
Divulgação

22 capitais brasileiras já foram contempladas com o seminário de capacitação do MinC.  No dia 13 de julho, o seminário será em Cuiabá (MT), e 27 de julho, em Vitória (ES).  Os seminários promovem o acesso a todos os interessados, de qualquer lugar do país, à política cultural e os instrumentos de fomento do setor (leis federais de incentivo à cultura), descentralizar os recursos e fomentar a economia criativa. O Brasil tem uma grande diversidade cultural, cada Estado brasileiro tem uma herança cultural que precisa ser compreendida pelo gestor cultural local para que possa elaborar corretamente uma proposta de projeto por meio de um dos mecanismos de fomento disponível.

Para mais informações acesse AQUI.

Anúncios

Publicado por

barbarafontes

Bárbara Fontes é formada em Comunicação Social pela UFMT. Especialista em Educação (Cinema e Educação). É cineasta, jornalista, roteirista, fotógrafa e poetisa. Seu primeiro trabalho em Assessoria de Comunicação foi em 1995. Iniciou no Cinema/Audiovisual/TV em 1994. Passou temporadas em vários países como Uruguai, Argentina, Bolívia, Panamá. Morou em Estocolmo, capital da Suécia, entre os anos de 2000 a 2002. Sua primeira entrevista para a televisão foi aos 12 anos, no programa de variedades, Vitrine, da TV Centro América. Aos 13 anos, escreveu seu primeiro artigo, publicado no jornal impresso, Correio Várzea-grandense. Desde que se conhece por gente, escreveu histórias, composições musicais, roteiros e poemas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s