Rogê Além: Analosintético

12 de julho de 2018: Inaugurando o Quinta Happy Hour (QHH) do Blog da Bárbara Fontes, o álbum Analosintético, de Rogê Além é uma grata e deliciosa surpresa.

 

Eu, na companhia de uma xícara de café e um pedaço de bolo inicio uma jornada musical. Nada de celular, nem tablet e muito menos computador, eu queria era sentir uma paz que só chega por meio da solidão com uma boa música. Para minha surpresa, enquanto ouvia o Rogê, minha filha Bianca se sentou ao meu lado e quis curtir o novo som. Que bom! Analosintético já é um dos meus discos favoritos!

 

RogeAlém
Foto: Mariangela Ferruda Zilli/Divulgação

 

Deixe tudo pra lá, permita-se vagar comigo…  (“Mais Além”, Rogê Além).

 

Ouvir Analosintético é uma experiência que vai muito além do ato de escutar músicas e gostar ou não gostar. É um mergulho profundo entre poesia, música e percussão, e ao submergir para a superfície, a sensação é bem estar consigo mesma. O legal de tudo isso é que é um álbum feito em Cuiabá, Mato Grosso, tão bem feito que pode ser confundido com uma obra produzida em qualquer mega estúdio de São Paulo, Estocolmo, Tókio ou Nova York. O som do paranaense, cuiabano de coração, Rogê Além pode e deve ser ouvido em qualquer lugar do mundo porque ultrapassa fronteiras pela sua pegada original.

 

 

Roge por DanyCosta
Rogê por Dany Costa. Acervo Pessoal

 

Não me peça por onde andei porque nem quero lembrar. Só sei que por altas e baixas passei pra te encontrar…” (“O que restou de nós”. Rogê Além).

 

A voz do poeta encanta (ora pura e visceral, ora interagindo com as variações do sintetizador) nas onze canções do álbum que pode ser ouvido na íntegra e gratuitamente no canal de Rogê Além, no Youtube. A encarnação de Analosíntetico em verbo e som é uma linda descoberta para quem gosta da boa música e não importa de onde vem. A cada faixa percebe-se que Além foi além ao imprimir a sua essência, do garoto que cresceu numa emissora de rádio e se apaixonou pelo microfone quando ainda nem sabia que esse seria o seu companheiro pelos palcos da vida. Em Cuiabá, desenvolve o talento de compositor, monta uma banda com amigos, depois segue carreira solo e vai gestando a ideia de produzir um disco que o insere com louvor no mercado fonográfico.

 

RogêturnêMT
Divulgação

“Analosintético” faz parte do projeto contemplado pelo edital Circula MT, promovido pela Secretaria de Estado de Cultural de Mato Grosso. Com a direção geral e artística de Rogê Além; mixagem e masterização de Leonardo Lima; preparação vocal da minha querida amiga Sônia Mazetto (que tem uma participação incrível na faixa “Enfim, O fim”); concepção visual e direção de arte de Eduardo Dario. A belíssima fotografia do disco é assinada pela Mariangela Ferruda Zilli e o styling é de Anne Neubauer.

Conheci Rogê Além há uns dez anos atrás quando eu ministrava um curso de Cinema Documentário, na UFMT. Ele foi um dos meus alunos, junto com seu amigo e parceiro musical, o publicitário Robson Resner. Uma admiração e carinho nasceu ali pelos dois e que perdura até os dias de hoje.

 

Paz é quando a gente perdoa. Paz é quando a gente cura alguém. Paz é quando a gente se ama. Seja pra mim, pra você também. (“Quando a gente se perdoa”. Rogê Além).

 

Ouça o álbum ANALOSINTÉTICO aqui.

DiscoAnalosintético_Rogê
Divulgação

 

Anúncios
Publicado em QHH

Publicado por

barbarafontes

Bárbara Fontes é formada em Comunicação Social pela UFMT. Especialista em Educação (Cinema e Educação). É cineasta, jornalista, roteirista, fotógrafa e poetisa. Seu primeiro trabalho em Assessoria de Comunicação foi em 1995. Iniciou no Cinema/Audiovisual/TV em 1994. Passou temporadas em vários países como Uruguai, Argentina, Bolívia, Panamá. Morou em Estocolmo, capital da Suécia, entre os anos de 2000 a 2002. Sua primeira entrevista para a televisão foi aos 12 anos, no programa de variedades, Vitrine, da TV Centro América. Aos 13 anos, escreveu seu primeiro artigo, publicado no jornal impresso, Correio Várzea-grandense. Desde que se conhece por gente, escreveu histórias, composições musicais, roteiros e poemas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s