Rana vem aí!

Elefante que vive em Sergipe chega à Chapada dos Guimarães no dia 22.

Depois de passar seis anos vivendo no zoológico de um hotel Fazenda, nas cercanias de Aracaju (SE), a elefante Rana terá um novo lar a partir de 22 de dezembro, em terras mato-grossenses. Ela fará companhia a Maia e Guida no Santuário de Elefantes Brasil (SEB), uma antiga fazenda de gado, 8 km da comunidade Rio da Casca, em Chapada dos Guimarães.

VistaMiranteSEB
Vista do Santuário de Elefantes do Brasil, Chapada dos Guimarães (MT). Reprodução/site

Criado há dois anos, o SEB está localizado no Cerrado, e abriga elefantes resgatados numa área territorial de 1,1 mil hectares. Sua existência e funcionamento contam com apoios das instituições internacionais Global Sanctuar for Elephants (GSE) e da Elephant Voices. A GSE dá suporte à implantação de santuários e treinamentos para tratadores; e a Elephant Voices pesquisa o comportamento de elefantes na natureza.

Segundo o Santuário, Rana foi doada pelo proprietário da Fazenda Boa Luz, Marreco Fernandes, por meio de um contrato de doação para o SEB, assinado em 14 de dezembro deste ano, entre Fernandes e Scott Blais, presidente da organização. Após o trâmite jurídico, o Santuário iniciou os preparativos para a longa viagem da elefante até a Chapada dos Guimarães. Para cobrir os custos foi criada uma campanha de arrecadação online, onde todos podem contribuir no resgate da Rana. A partir do dia 22, ela terá uma vida melhor, livre na natureza e convivendo com animais da sua espécie. No Santuário, os animais se alimentam da vegetação farta e também comendo frutas, legumes, feno e suplementos de vitaminas que são oferecidos, diariamente, pelos tratadores.

Maia-e-Guida-estão-curtindo-bastante-as-chuvas
Maia e Guida esperam Rana chegar! Reprodução/Site

Quem é Rana?

Rana-na-Fazenda-Boa-Luz-próxima-a-Aracaju-no-Sergipe
Rana na Fazenda Boa Luz (Sergipe). Reprodução/Site

A mais nova moradora do Santuário de Elefantes Brasil chegou ao Brasil em 1967, com o circo Gran Bartolo para apresentações em Recife (PE). Também esteve em circos famosos como o Moscou, Garcia, Tihany e o Beto Carrero. Segundo documentação da fazenda Boa Luz, Rana deu entrada no local com o nome de Ranny e com origem do circo Estoril. Como a elefante vem sendo chamada de Rana, o SEB a adotou com esse nome. Não se sabe a idade exata, mas está entre 43 a 64 anos.

Animais em circo

Muitos estados brasileiros possuem leis que proíbem a participação de animais em circo. Isso acarretou no abandono de muitos animais que outrora viviam viajando pelo Brasil presos em gaiolas e sofrendo maus tratos. Anos atrás, o zoológico da UFMT teve de abrigar por alguns meses, um leão abandonado por algum dono de circo. O animal conseguiu um lar mais adequado em Brasília.

Ajude no resgate da Rana!

Para que Rana saia de Sergipe e chegue à Chapada dos Guimarães em segurança é necessário uma força-tarefa e recursos financeiros que são arrecadados por meio de doações e colaborações. Para mais informações de como ajudar no resgate da Rana, acesse aqui.

Chegada da Rana

Está prevista para o dia 22 de dezembro, o desembarque da Rana no Centro de Tratamento Médico, do Santuário. O Blog da Bárbara Fontes estará no local aguardando a chegada da Rana, numa área reservada à imprensa credenciada!

Saiba mais:

Global Sanctuar for Elephants (GSE)

Elephant Voices

Santuário de Elefantes Brasil

Anúncios

Publicado por

barbarafontes

Bárbara Fontes é formada em Comunicação Social pela UFMT. Especialista em Educação (Cinema e Educação). É cineasta, jornalista, roteirista, fotógrafa e poetisa. Seu primeiro trabalho em Assessoria de Comunicação foi em 1995. Iniciou no Cinema/Audiovisual/TV em 1994. Passou temporadas em vários países como Uruguai, Argentina, Bolívia, Panamá. Morou em Estocolmo, capital da Suécia, entre os anos de 2000 a 2002. Sua primeira entrevista para a televisão foi aos 12 anos, no programa de variedades, Vitrine, da TV Centro América. Aos 13 anos, escreveu seu primeiro artigo, publicado no jornal impresso, Correio Várzea-grandense. Desde que se conhece por gente, escreveu histórias, composições musicais, roteiros e poemas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s