Exposições de Arte – Brasil

Confira a rica arte brasileira exposta em várias cidades brasileiras

Até JANEIRO/2019

Rio de Janeiro/RJ

Exposição: “Sérgio Porto e Stanislaw Ponte Preta, 50 anos depois”

Curadoria: Cláudia Mesquita

Período de visitação: até 25/01

Horário: 10h às 18h (segunda a sexta)

End: Fundação Casa de Rui Barbosa – Rua São Clemente 134 – Rio de Janeiro (RJ)

Entrada é franca

Mais informações: “A mostra tem como objetivo homenagear Sérgio Porto e é uma oportunidade de o público conhecer, ou relembrar, aspectos da trajetória ímpar de um dos mais importantes jornalistas,cronistas e escritores cariocas do século XX. Os elementos que estarão em exposição fazem parte do acervo do jornalista no Arquivo Museu de Literatura Brasileira(AMLB) da Casa de Rui Barbosa, importante reduto para a memória nacional.” (Assessoria)

 

 

Exposição: “São Francisco na Arte de Mestre Italianos”

Curadoria: Giovanni Morello e de Stefano Papetti

Período de visitação: até 27/01

Horários: 10h às 17h (terça a sexta)// 13h às 17h (sábado e domingo)

End: Museu Nacional de Belas Artes – Avenida Rio Branco, 199 – Rio de Janeiro (RJ)

Mais informações: “A mostra inclui obras de Perugino, Guido Reni e Tiziano, entre outros, apresentando as fases mais relevantes da representação de São Francisco. As obras que compõem a exposição são de acervos de 15 museus de 7 cidades italianas, e conta ainda com uma importante obra de Ludovico Cardi (dito Il Cigoli), “St. Francis Contemplating a Skull”, propriedade do colecionador e ator americano Federico Castelluccio. A mostra também inclui uma sala de Realidade Virtual que vai transportar o visitante para a Basílica Superior de Assis (1228), cidade natal do santo na região da Úmbria, no centro da Itália, com o uso de óculos de tecnologia 3D, onde será possível caminhar por uma das mais importantes e belas basílicas do país e conhecer obras-primas do pintor italiano Giotto (1267-1337), artista símbolo dos períodos medieval e pré-renascentista.” (Assessoria)

Até FEVEREIRO/2019

Rio de Janeiro/RJ

Exposição: “Quimera”

Curadoria: Isabel Sanson Portella e Ricardo Kuguelmas

Período de visitação: até 04/02

Horários: 10 às 12h e 13h às 17h (terça a sexta)// 13h às 18h (sábado e domingo)

End: Museu da República – Rua do Catete, 153 – Rio de Janeiro, RJ

Mais informações: “A Quimera mitológica, símbolo complexo de criações imaginárias do inconsciente, representa a força devastadora dos desejos frustrados, dos sonhos que não se realizam, da utopia e fantasias incongruentes. Monstros fabulosos alimentam, desde sempre, a imaginação do homem com devaneios necessários à expansão da alma.” (Assessoria)

 

Ouro Preto/MG

Exposição: “A Arte Figurativa de Tunico dos Telhados”

tunicodostelhados_banner

Período de visitação: até 10/02

Local: Praça Tiradente, 139 – Ouro Preto

Mais informações:  O ouropretano Tunico “Em um momento de deleite, esbarrou com a poesia de Cecília Meireles ao ler a ilustre obra “Romanceiro da Inconfidência”, momento em que ficou embevecido com os textos e a imagem dos telhados impressos na publicação, carinhosamente guardada até hoje.” (Assessoria)

 

 

Rio de Janeiro/RJ

Exposição: “1808-1818: A construção do reino do Brasil”

4608-biblioteca-nacional-mostra-brasil-seculo-xix
Divulgação

Curadoria: Julio Bandeira

Produção: Suzane Queiroz

Período de visitação: até 12/02

Horário: Segunda: 12h às 16h30//Terça a sexta: 10h às 16h30

Local: Espaço Cultural Eliseu Visconti

End: Rua México S/N – Rio de Janeiro (RJ)

Entrada Gratuita

 

Mais informações:  “A exposição reflete sobre a época joanina, um período que começa com a chegada da corte portuguesa em 1808 e logo em seguida,a abertura dos portos brasileiros às nações unidas e termina com a coroação do príncipe regente D. João. Artistas, viajantes e naturalistas foram autorizados a conhecer e a registrar a paisagem tropical. Foram 10 anos que transformaram o Brasil, quando foram fundados o Banco do Brasil, a Imprensa Régia, o Jardim Botânico, a Biblioteca Real, atual Biblioteca Nacional, as academias Real dos Guardas Marinhas e Real Militar, e a Escola Real de Ciências, Artes e Ofícios.” (Assessoria)

 

 

São Paulo/SP

Exposição: “Campo para o Exercício da Liberdade”

Período de visitação: até 10/02

Horários: 10h às 18h (terças a sextas), 14h às 21h (sábados e domingos)

Endereço: Funarte – Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos – São Paulo(SP)

Entrada Gratuita

Mais informações:  “A mostra reúne trabalhos de oito artistas que frequentaram durante cerca de um ano o ateliê de artes visuais da instituição, apresentando os resultados desse período de convivência e aprendizado conjunto.Participam da exposição os artistas Auni (Débora Seiva), Carlos Algot, Cláudio Antônio Ferreira dos Reis, Credo (Eduardo Marinho), Felipe Borges, Geovanna Gelan, Hiram Schincariol e Lumumba. O trabalho curatorial tem como ponto de partida a convivência já experimentada por eles num espaço público que, ao recebê-los,torna-se um campo para o efetivo exercício da liberdade de pensamento e de criação.” (Assessoria)

 

Rio de Janeiro/RJ

Exposição: “O Retrato do rei dom João VI”

Curadoria: Paulo Knauss (diretor do MHN)

Período de visitação: até 17/02

Horários: 10h às 17h (terças a sextas)// 13h às 17h (sábados e domingos)

End: Museu Histórico Nacional – Praça Marechal Âncora S/N – Rio de Janeiro (RJ)

Mais informações: “Dom João VI foi, possivelmente, o rei português mais retratado na história da pintura e da gravura, pois precisava promover sua imagem para se fazer presente em Portugal enquanto viveu no Brasil – entre 1808 e 1821. A curadoria se propõe a revelar uma história da pintura no Brasil da época, em diálogo com a produção da Missão Artística Francesa, com destaque para os trabalhos de José Leandro de Carvalho e Simplício Rodrigues de Sá.” (Assessoria)

 

Até MAIO/2019

Rio de Janeiro/RJ

Exposição: “Três momentos da Pintura de Paisagem no Brasil”

Período de visitação: até 31/05

Terça a sexta-feira, 10h às 18h

Sábados, Domingos e feriados: 13h às 18h

Endereço: Museu Nacional de Belas Artes – Avenida Rio Branco, 199 – Cinelândia, Rio de Janeiro (RJ).

Mais informações:  “A mostra é dividida em 3 módulos e percorre um panorama conciso do exercício da pintura de paisagem no Brasil, por artistas brasileiros, estrangeiros radicados no Brasil, ou ao menos, aqui ativos desde meados do século XIX até os anos iniciais do século XX. A partir das décadas de 1920 e 1930, a pintura brasileira enveredaria por novos rumos, poucos favoráveis ao desenvolvimento da paisagem como gênero.” (Assessoria)

 

 

Até JUNHO/2019

São Paulo/SP

Exposição: “O desenho de Lasar Segall”

Período de visitação: até 17/06

Quarta a segunda-feira, 11h às 19h

Endereço: Museu Lagar Segall – Rua Berta, 111 – São Paulo(SP)

Mais informações:  “Com curadoria de Giancarlo Hannud, diretor do museu, a mostra ‘O desenho de Lasar Segall’ traz 54 desenhos dos mais de 2,4 mil que integram o acervo da instituição, revelando a inesgotável riqueza expressiva e técnica de sua produção.” (Assessoria)

*Foto de capa: acervo da exposição: “Campo para o Exercício da Liberdade” (Funarte/SP)

 

 

CURITIBA

Bienal de Curitiba 2018 | 25 Anos

Período: até 10 de março

Local: Museu Oscar Niemeyer – Rua Marechal Hermes, 999, Centro Cívico, Curitiba.

Horário de Funcionamento: Terça à domingo, das 10h às 18h

Ingressos: R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (meia-entrada para professores e estudantes com identificação; doadores de sangue; pessoas com deficiência; titulares da ID Jovem; portadores de câncer com documento comprovatório).

Saiba mais aqui.

Anúncios

Publicado por

barbarafontes

Bárbara Fontes é formada em Comunicação Social pela UFMT. Especialista em Educação (Cinema e Educação). É cineasta, jornalista, roteirista, fotógrafa e poetisa. Seu primeiro trabalho em Assessoria de Comunicação foi em 1995. Iniciou no Cinema/Audiovisual/TV em 1994. Passou temporadas em vários países como Uruguai, Argentina, Bolívia, Panamá. Morou em Estocolmo, capital da Suécia, entre os anos de 2000 a 2002. Sua primeira entrevista para a televisão foi aos 12 anos, no programa de variedades, Vitrine, da TV Centro América. Aos 13 anos, escreveu seu primeiro artigo, publicado no jornal impresso, Correio Várzea-grandense. Desde que se conhece por gente, escreveu histórias, composições musicais, roteiros e poemas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s