Estado de Calamidade Financeira

O que pode acontecer em Mato Grosso a partir desta quarta-feira.

Pouco antes das 21h, horário local, o Gabinete de Comunicação do Estado de Mato Grosso (GCom) divulgou uma nota sobre um possível decreto de estado de calamidade financeira. Se alguém tinha desconfianças de que o governador Mauro Mendes agia com exageros ou de forma dramática a respeito da situação econômica do Estado, sinto informar que Mato Grosso aguarda a ‘extrema-unção’. Milagres existem? Eu creio, mas não há tempo para a crença ou o misticismo. O governo já entende de que não é capaz de heroísmos de última hora. Os quatro projetos de lei se encontram na Assembleia Legislativa onde aguardam um desfecho – mas isso leva um bom tempo. E a última coisa que Mauro Mendes tem é tempo! Mato Grosso está muito mal.

Apesar de tudo estar difícil, ainda resta uma saída: do aeroporto rumo à Brasília. O governador e uma comitiva composta pela bancada federal e pelos secretários de Estado Rogério Gallo, da Fazenda; Gilberto Figueiredo, da Saúde; Mauro Carvalho, da Casa Civil; e César Miranda Lima, do Desenvolvimento Econômico, viajam nesta quarta-feira, 16, no comecinho da manhã.

A comitiva terá audiências nos ministérios da Saúde, Governo e Agricultura, onde será apresentado a situação financeira do Estado. Também acontecerá uma reunião na sede do Banco do Brasil para tratar do escalonamento de dívidas do Estado.

R$ 400 milhões a receber

Outra questão delicada que será tratada em Brasília é o recebimento do Fundo de Auxílio à Exportação (FEX), referente ao ano de 2018. Estima-se que o Estado de Mato Grosso tem a receber mais de R$ 400 milhões, fluxo de caixa e parcerias em projetos de desenvolvimento com a União. É uma quantia significativa que pode ajudar o estado neste momento de crise no âmbito da administração pública. Está claro que dinheiro há, porém, a União precisa se sensibilizar e autorizar esse repasse em caráter de urgência.

E se não liberar o dinheiro?

Caso não aconteça uma negociação em Brasília que permita o Estado ‘sair do buraco’, como ressaltou o governador Mauro Mendes dias atrás, não restará outra decisão do que decretar o estado de calamidade financeira. É importante ressaltar que essa decisão amarga vai acontecer se todas as possibilidades de resolver o problema não der me nada.

Estado de calamidade financeira

Um dos receios de um possível decreto do governo de Mato Grosso é de que tudo vai parar, e que servidores e fornecedores fiquem sem receber por pelo menos três meses – o que pode comprometer a circulação de dinheiro na economia regional. Para melhor compreensão da situação, o Blog transcreve a informação do GCom:

o decreto de calamidade financeira serve para formalizar uma situação de crise. Um dos efeitos mais importantes do decreto é a flexibilização de regras contidas na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), situação que facilita a tomada de medidas de urgência que visam reverter e/ou minimizar a crise financeira.

Com a necessidade de haver o estado de calamidade financeira, o governador assina um decreto e o publica no Diário Oficial.

*foto de capa: GCom-MT.

Anúncios

Publicado por

barbarafontes

Bárbara Fontes é formada em Comunicação Social pela UFMT. Especialista em Educação (Cinema e Educação). É cineasta, jornalista, roteirista, fotógrafa e poetisa. Seu primeiro trabalho em Assessoria de Comunicação foi em 1995. Iniciou no Cinema/Audiovisual/TV em 1994. Passou temporadas em vários países como Uruguai, Argentina, Bolívia, Panamá. Morou em Estocolmo, capital da Suécia, entre os anos de 2000 a 2002. Sua primeira entrevista para a televisão foi aos 12 anos, no programa de variedades, Vitrine, da TV Centro América. Aos 13 anos, escreveu seu primeiro artigo, publicado no jornal impresso, Correio Várzea-grandense. Desde que se conhece por gente, escreveu histórias, composições musicais, roteiros e poemas.

Um comentário em “Estado de Calamidade Financeira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s