Ria em Chapecó

Está aberta a convocatória para a seleção de Espetáculos que irão compor a segunda edição do RIA – Festival de Palhaçaria de Chapecó, em Santa Catarina.

 

Matéria publicada em 10/03:

A arte da Palhaçaria não pode acabar! Todas as iniciativas que fomentam e preservam os grupos que desenvolvem projetos voltados à comicidade e a propagação do ofício de Palhaço devem ser contemplados nas Políticas Públicas para a Cultura Popular nos governos federal, estadual e municipal. Uma boa risada sempre será o melhor remédio para suportar as vicissitudes da vida. Um grande VIVA para todos os PALHAÇOS!

 

12027283_530177483802991_2563118203980460713_o.jpg

 

O RIA deste ano vai reunir seis grupos profissionais, sendo dois grupos locais/regionais, e quatro grupos nacionais ou internacionais.

 

O evento foi idealizado e realizado pela Cia de La Curva. Os recursos financeiros vieram por meio da Lei de Incentivo Cultural Rouanet; pelo edital das Linguagens Artísticas de Chapecó 2018; e parceria do Sesc Chapecó.

 

A primeira edição do festival de palhaçaria ocorreu em 2017, e contou com a participação de sete grupos profissionais e atingiu um público de cerca de 2.000 pessoas.

 

Cia de la Curva

19642574_840444779442925_6597544564132764349_n

Criada em 2009, pelo casal de artistas Fernando Perri, argentino que adotou o Brasil, e a brasileira Manon Alves.

A Cia de la Curva é um companhia artística, sediada em Chapecó, que desenvolve e executa projetos nas áreas do circo, teatro, audiovisual e narração de histórias.

 

Saiba mais:

Convocatória para o II RIA aqui.

Ficha de inscrição aqui.

Para mais informações: riachapeco@gmail.com

 

*As fotos que ilustram esta matéria são da Cia de La Curva.

Anúncios

Publicado por

barbarafontes

Bárbara Fontes é formada em Comunicação Social pela UFMT. Especialista em Educação (Cinema e Educação). É cineasta, jornalista, roteirista, fotógrafa e poetisa. Seu primeiro trabalho em Assessoria de Comunicação foi em 1995. Iniciou no Cinema/Audiovisual/TV em 1994. Passou temporadas em vários países como Uruguai, Argentina, Bolívia, Panamá. Morou em Estocolmo, capital da Suécia, entre os anos de 2000 a 2002. Sua primeira entrevista para a televisão foi aos 12 anos, no programa de variedades, Vitrine, da TV Centro América. Aos 13 anos, escreveu seu primeiro artigo, publicado no jornal impresso, Correio Várzea-grandense. Desde que se conhece por gente, escreveu histórias, composições musicais, roteiros e poemas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s