Cidadania

Observatórios sociais

Saiba o que é e como funciona as organizações que fiscalizam e denunciam a corrupção e o desperdício de dinheiro no poder público.

 

Matéria publicada em 16/02:

Para que serve um observatório social?

Segundo informações do Observatório Social do Brasil, é um espaço democrático e apartidário para o exercício da cidadania. É formado por entidades representativas da sociedade civil, que também é responsável pela sua criação e manutenção, inclusive financeira. O objetivo é contribuir para a melhoria da gestão pública. A essência de um observatório social é transformar o direito do cidadão e da cidadã de indignar-se em atitude, sempre a favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos.

O observatório social pode ser formado por empresários, profissionais, professores, estudantes, funcionários públicos e outros cidadãos que por meio do trabalho voluntário se dedicam à causa da justiça social. A implantação de um observatório é o bom caminho para a evolução da sociedade brasileira. Quando as pessoas ficam indignadas com o que está errado e se organizam para lutar contra isso, há reflexos na imprensa, no Ministério Público, nas Defensorias e na política como um todo.

 

Observatório Social de São José (SC)

Reconhecida internacionalmente como uma das organizações mais combativas contra o desperdício de dinheiro público, o Observatório Social de São José (OSSJ), situado na Grande Florianópolis, denunciou em 2012, um erro administrativo na compra de papel higiênico pela prefeitura de São José: invés de rolos foram comprados mais de seis mil fardos. Até nos dias de hoje há papel higiênico estocado – algo em torno de mil fardos. Em 2014, a prefeitura fez mais uma licitação para comprar mais papel higiênico! Jaime Klein, então vice-presidente da OSSJ, disse na imprensa que por meio das denúncias do observatório social, uma licitação para comprar mais papel higiênico em 2016 foi cancelada.

 

JaimeLuizKlein_BBCBrasil_acervopessoal

Jaime Klein durante entrevista para BBC Brasil. Acervo Pessoal.

Outro caso da OSSJ que ganhou notoriedade na imprensa foi a denúncia de um serviço de obra pública malfeita: a espessura da camada asfáltica de uma rua era menor do que a contratada. A prefeitura negou as irregularidades no caso do asfalto e da compra de papel higiênico, porém, reconheceu que a gestão anterior cometeu um erro administrativo que gerou o acúmulo gigantesco de papel higiênico e desperdício de dinheiro que sai dos bolsos dos contribuintes.

 

Se com um observatório social a luta é grande, imagine sem essa organização nos municípios brasileiros? A mudança por um país melhor e mais justo precisa da ajuda de cada um de nós. Participe de um observatório social em sua cidade, se não houver ainda, procure entidades que lutam contra a corrupção e o desperdício de dinheiro público. Faça a sua parte. O Brasil agradece!

 

 

137 Observatórios sociais no Brasil

Dezesseis estados brasileiros possuem observatórios sociais: Bahia (6 unidades); Distrito Federal (1); Goiás (1); Minas Gerais (8); Mato Grosso (4); Mato Grosso do Sul (1); Pará (3), Piauí (1); Rio de Janeiro (9); Rio Grande do Norte (1); Rio Grande do Sul (15); Rondônia (1); Santa Catarina (27); São Paulo (23); Tocantins (2). O estado do Paraná possui o maior número de organizações, totalizando 32 unidades.

 

Saiba mais:

Acesse o site do Observatório Social de São José aqui.

Consulte as cidades que possuem observatórios sociais aqui.

Site do Observatório Social do Brasil aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s