Cinco tipos de medo

Conheça as violências contra à mulher. 

Se você é mulher, antes de começar a ler este texto faça uma reflexão: você vive uma relação sadia com o seu companheiro/marido/namorado/noivo? O que é uma relação sadia? É aquela onde o respeito entre o casal prevalece. A mulher não apanha ou recebe ameaças por discordar ou quando decidir terminar uma relação. Discussão entre casais é normal, violência não! Se há qualquer tipo de violência dentro lar, não tenha medo e denuncie: ligue 180 (Centro de atendimento à mulher). Infelizmente o Feminicídio ocupa diariamente as páginas policiais em todos os estados brasileiros. Segundo o dossiê do Instituto Patrícia Galvão,

Feminicídio é o assassinato de uma mulher pela condição de ser mulher. Suas motivações mais usuais são o ódio, o desprezo ou o sentimento de perda do controle e da propriedade sobre as mulheres, comuns em sociedades marcadas pela associação de papéis discriminatórios ao feminino, como é o caso brasileiro.

 

Em janeiro deste ano, o Jornal O Globo publicou um estudo realizado pelo professor Jefferson Nascimento, doutor em Direito Internacional pela USP, que aponta mais de 107 casos de Feminicídio registrados – sendo 68 consumados e 39 tentados – em pelo menos 94 cidades, em 21 estados. Nascimento se baseou no noticiário nacional veiculado no início do mês de janeiro.

 

No dia 26 de fevereiro, a Agência Brasil publicou que pelo menos 126 mulheres foram mortas este ano.

 

Uma das formas de combates ao machismo ignorante que atinge muitos homens, independente de classe social, cor, raça e credo é o acesso à informação. Quanto mais as mulheres tomarem conhecimento dos tipos de violência que matam todos os dias, elas estarão mais fortes para denunciar os seus parceiros que insistem em relações abusivas. Quem ama não bate, não xinga, não ameaça e não mata.

 

 

Cinco tipos de violência

A Lírios, uma organização da sociedade civil de apoio psicossocial gratuito às mulheres em situação de risco, com sede na cidade de Várzea Grande (MT), fez uma postagem muito bem vinda em suas redes sociais, onde esclarece os cinco tipos de violência contra à mulher:

 

*violência física

*violência psicológica

*violência sexual

*violência patrimonial 

*violência moral

 

O Blog da Bárbara Fontes reproduz abaixo, o informativo da Lírios:

53513172_1018101738381695_6375402231016980480_n.jpg

 

Saiba mais: 

Dossiê Violência Contra às mulheres, do Instituto Patrícia Galvão aqui.

Conheça o trabalho da Lírios, acessse aqui.

 

 

 

*Matéria publicada em 28/02/2019, e atualizada em 12/.

Anúncios

Publicado por

barbarafontes

Bárbara Fontes é formada em Comunicação Social pela UFMT. Especialista em Educação (Cinema e Educação). É cineasta, jornalista, roteirista, fotógrafa e poetisa. Seu primeiro trabalho em Assessoria de Comunicação foi em 1995. Iniciou no Cinema/Audiovisual/TV em 1994. Passou temporadas em vários países como Uruguai, Argentina, Bolívia, Panamá. Morou em Estocolmo, capital da Suécia, entre os anos de 2000 a 2002. Sua primeira entrevista para a televisão foi aos 12 anos, no programa de variedades, Vitrine, da TV Centro América. Aos 13 anos, escreveu seu primeiro artigo, publicado no jornal impresso, Correio Várzea-grandense. Desde que se conhece por gente, escreveu histórias, composições musicais, roteiros e poemas.

3 comentários em “Cinco tipos de medo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s