O grande chef

Em sua melhor fase profissional, Hugo Rodas, bate um papo bacana com o Blog da Bárbara Fontes.

HugoRodas_fotoMarcosLopes
Foto: Marcos Lopes

 

As aparências podem enganar quando uma pessoa aparece num programa de televisão de grande audiência e demonstra ser simpática, bem-humorada e do bem, mas não é na vida real e vem aquela decepção. No caso do chef de cozinha Hugo Rodas, nascido em Presidente Prudente, interior de São Paulo, e completará 33 anos no dia 23 de junho, a sua performance alegre, descontraída e bem-sucedida no reality show Fecha a Conta, quadro do programa Mais Você, apresentado por Ana Maria Braga, na Rede Globo, diz muito da sua pessoa. É uma pessoa acessível e trata todos muito bem. Hugo venceu o desafio culinário que teve como ingrediente principal, o arroz, e trouxe para Cuiabá, sua terra adotiva, o troféu, muitos presentes, amigos novos no coração e uma nova bagagem de experiências.

 

 

 

HugoRodas_acervoFacebook
Acervo Pessoal

Formado em Gastronomia pela Universidade de Cuiabá (UNIC), o chef Hugo Rodas é idealizador do badalado Seu Majó, restaurante de comida contemporânea situado em Cuiabá, capital de Mato Grosso.  Por meio da gastronomia, Hugo pode conhecer o mundo e tirar o melhor proveito dele. No seu país preferido, a Itália, trabalhou em vários restaurantes premiados com muitas estrelas pelo Guia Michelin, onde aprendeu várias técnicas e encontrou referências que podem ser conferidas em seus pratos criativos. Hugo é um profissional que nunca para de estudar e de buscar novidades.

 

Hugo batizou o restaurante de Seu Majó em homenagem ao seu avô Belino. Indicado três vezes como melhor restaurante contemporâneo de Cuiabá, pela revista Veja Comer & Beber. Seu Majó é especializado em cozinha italiana com toques regionais e possui três unidades em Cuiabá: na rua 24 de Outubro, o primeiro restaurante; no Jardim das Américas; e no incrível Taste Lab do Shopping Estação Cuiabá.

 

Fecha a Conta

Um dos reality shows mais assistidos da televisão aberta brasileira, o Fecha a Conta reúne chefs profissionais que são desafiados a preparar pratos de acordo com o tema do programa (já teve sobre churrasco, massas, comida portuguesa, prato feito, pizza, comida mineira, comida de boteco e bolos). Durante seis dias, Hugo Rodas disputou com talentosos chefs de vários lugares do Brasil.

 

O programa dispõe para cada participante um crédito de R$ 20 mil que deve ser usado para comprar ingredientes no supermercado que está cheio de coisas gostosas. O desafio começa aí, porque cada chef precisa comprar de acordo com a tarefa do dia, não esquecer nenhum item que será usado na receita e não deve gastar além do necessário. Quanto mais caro for a conta final no supermercado, menos dinheiro terá. O vencedor do programa levará para casa o valor economizado. Hugo foi inteligente nas suas escolhas, apesar de sentir toda a tensão que o programa promove, na grande final recebeu um cheque de R$ 10.990,00 (dez mil e novecentos e noventa reais), um belo troféu e vários presentes úteis para quem gosta de cozinhar.

 

HugoRodas_FechaaConta_4_Easy-Resize.comHugoRodas_FechaaConta_6_Supermercado_Easy-Resize.comHugoRodas_FechaaConta_8_Easy-Resize.comHugoRodas_FechaaConta_9_Easy-Resize.comHugoRodas_FechaaConta_10_Easy-Resize.comHugoRodas_FechaaConta_5_Easy-Resize.com

Imagens: Reprodução/Rede Globo.

 

 

Conversa com o Blog

HugoRodas e Bárbara Fontes_Easy-Resize.com
Hugo Rodas e Bárbara Fontes.

 

O Blog da Bárbara Fontes bateu um papo com o chef Hugo Rodas durante a festa do Prêmio Veja Comer & Beber Cuiabá 2019:

 

 

 

Blog da Bárbara Fontes: A respeito do reality show Fecha a Conta, como foi a experiência? Achei que vocês estavam confinados.

Hugo Rodas: Na verdade, a gente gravou o programa antes. Só a final é ao vivo. (a grande final aconteceu nesta segunda-feira, 20/05).

 

Blog da Bárbara Fontes: Como é para você que há seis anos está à frente do Seu Majó, em Cuiabá, de repente ganha uma visibilidade nacional e fora do país por meio da Globo Internacional. Como você está assimilando tudo isso?

Hugo Rodas: É muito suor. Você também tem de ter talento, claro! E tem muita gente talentosa em Cuiabá. E também é um pouco de sorte de você está no lugar correto e isso é bem bacana. A questão da Globo Internacional é bem legal porque teve uma pessoa que me marcou (numa rede social) de Nova Iorque, até pensou que eu era cuiabano.  Eu não sou cuiabano, mas praticamente eu sou, eu me casei com uma cuiabana e moro aqui há 16 anos, metade da minha vida aqui. Até um casal amigo meu que mora em Roma, assistiu o programa e postou nas redes sociais.

 

Blog da Bárbara Fontes: Onde você nasceu?

Hugo Rodas: Sou de Presidente Prudente (interior de São Paulo).

 

 

Blog da Bárbara Fontes: Você teve uma participação muito elogiada no programa Fecha Conta, você já sente o feedback do público?

Hugo Rodas: Eu acho bem engraçado isso. Eu estava em outro evento antes de vir pra cá, uma pessoa que não conhecia disse: Oi Hugo, tudo bem? Posso tirar uma foto com você? É engraçado isso porque em dois dias, a pessoa é íntima sua e você não a conhece. É engraçado isso!

 

 

Blog da Bárbara Fontes: Você recebeu muitos elogios de chefs importantes, inclusive, teve um que disse que a sua comida “toca a alma”. E isso me emocionou.

Hugo Rodas: Se você se emocionou, imagine eu lá! Eu sou todo brincalhão e você precisa se segurar. E teve muitos episódios legais. Foi show!

 

 

Blog da Bárbara Fontes: Como era a rotina no programa?

Hugo Rodas: A gente chegava cedo, às seis da manhã para gravar, e eu não costumo acordar cedo e pra mim isso era um problema nas gravações. Mas foi bem legal. Nos primeiros dias foi das 8 da manhã até as 9 da noite. O que acontece: para criar um prato é fácil. Para um chef de cozinha que gosta de criação e tem criatividade é fácil criar um prato, porém, imagina você criar um prato com a Ana Maria falando, o Louro José do lado, câmara na sua nuca, câmera na sua frente e três minutos para fazer compras. Toda vez que eu terminava de gravar, eu falava: puxa, eu deveria ter feito outra coisa! Você tem sempre essa coisa de que poderia ter feito outra coisa. Durante a viagem para o Rio de Janeiro, eu fiz uma lista de tudo o que eu podia fazer de pratos diferentes meus e não fiz nenhum! (risos)

 

 

Blog da Bárbara Fontes: Hugo, você tem uma história com o Prêmio Veja Comer & Beber Cuiabá, que já está na terceira edição.

Hugo Rodas: Sim. Eu comecei com o Seu Majó há seis anos, e é o terceiro ano em que eu sou indicado ao prêmio e concorrendo com a Ariani Malouf, minha primeira chef e o meu primeiro contato que tive com restaurante e a gastronomia. Isso é bem bacana! (o prêmio de Melhor Chef foi para Carol Manhozo).

 

 

Blog da Bárbara Fontes: São três anos de indicações no Prêmio Veja Comer & Beber Cuiabá. Como você vê a sua evolução enquanto chef e também como pessoa nesses três anos?

Hugo Rodas: Eu acho que muda muito, ainda mais na parte de criatividade e nessa parte de estudo. Eu fiz um propósito de viajar todos os anos. Nos últimos dois, eu viajei sozinho. É claro que eu viajo de férias com a minha esposa, mas eu viajei sozinho para a Itália e trabalhei em restaurantes premiados com estrelas Michelin para pegar uma referência minha. Isso é muito importante. Trabalhei num restaurante situado à frente do Coliseu (Roma) e eu aprendi fermentação natural em pizzarias de Nápoles. Quando você viaja sozinho fica mais focado, aprende a língua na marra porque não falam português, você roda lá sozinho e observa as pessoas nas ruas.  Isso é bem legal. Eu fiz isso por dois anos seguidos, este ano não vou conseguir fazer, mas vou viajar de férias e sempre gosto de viajar para países que nunca viajei. O único país que fui nos últimos quatro anos é a Itália.

 

 *Foto de capa: final do Fecha Conta, programa Ana Maria Braga. Reprodução/Rede Globo.

*Esta reportagem tem informações da Pau & Prosa Comunicação.

 

 

Saiba mais no Blog:

3º Prêmio Veja Comer & Beber Cuiabá 2019, acesse aqui.

 

Anúncios

Publicado por

barbarafontes

Bárbara Fontes é formada em Comunicação Social pela UFMT. Especialista em Educação (Cinema e Educação). É cineasta, jornalista, roteirista, fotógrafa e poetisa. Seu primeiro trabalho em Assessoria de Comunicação foi em 1995. Iniciou no Cinema/Audiovisual/TV em 1994. Passou temporadas em vários países como Uruguai, Argentina, Bolívia, Panamá. Morou em Estocolmo, capital da Suécia, entre os anos de 2000 a 2002. Sua primeira entrevista para a televisão foi aos 12 anos, no programa de variedades, Vitrine, da TV Centro América. Aos 13 anos, escreveu seu primeiro artigo, publicado no jornal impresso, Correio Várzea-grandense. Desde que se conhece por gente, escreveu histórias, composições musicais, roteiros e poemas.

2 comentários em “O grande chef

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s