Saúde Pública

Hospital Geral de Cuiabá completa 77 anos de serviços prestados à comunidade

 

Em 1942, sob a gestão do interventor federal de Mato Grosso, Júlio Strubing Muller, Cuiabá passava por uma transformação urbanística jamais vista até ali. O Brasil vivia sob o Estado Novo, regime político instaurado por Getúlio Vargas. Muller, homem de confiança de Vargas, seguiu à risca os projetos de desenvolvimento destinados à Cuiabá, entre eles a construção da Ponte Júlio Muller (Cuiabá-Várzea Grande), o Cine Teatro Cuiabá e o Hospital Geral e Maternidade de Cuiabá (HG).

 

 

Fundado em 23 de outubro de 1942, como Sociedade de Proteção a Maternidade e a Infância de Cuiabá (SPMI), entidade civil de fins filantrópicos e humanitários, o HG atende os anseios da população que até então contava apenas com a Santa Casa de Misericórdia. Três anos depois, se tornou Hospital Maternidade – a primeira de Cuiabá.

HGCuiabá_BibliotecaIBGE

Hospital Geral de Cuiabá, provavelmente na década de 1970. Acervo: Biblioteca IBGE.

 

 

Hospital Universitário

Segundo informações do Hospital Geral, o ano 2000 foi marcado por uma crise financeira que quase fechou as suas portas, após décadas de serviços prestados. Em busca de uma solução imediata, os médicos Dr. Gabriel Novis Neves e Dr. Antônio Figueiredo, ambos do HG, procuraram o reitor da Universidade de Cuiabá (UNIC), Dr. Altamiro Belo Galindo, para uma parceria que salvasse o hospital e que também ajudasse os estudantes.

 

Após muitas reuniões, que também contou com participações da sociedade organizada, do Ministério Público Estadual e da Câmara de Vereadores de Cuiabá, foi firmado o Instrumento de Contrato de Cessão de Uso, no qual o Hospital Geral disponibilizaria suas dependências para servir como local de prática para complementar a formação acadêmica dos alunos dos cursos da Saúde da UNIC, e receberia como contrapartida uma remuneração mensal para custear a manutenção dos alunos e professores em suas dependências. Também foi acordado que a universidade ficaria responsável por melhorias na infraestrutura do hospital, como a construção de um auditório, salas de aulas, ambulatórios para atendimentos médicos especializados, bem como a aquisição de novos equipamentos para o parque tecnológico do hospital. Todas estas melhorias e todos os bens móveis adquiridos foram incorporados ao patrimônio da entidade. A partir dessa parceria, o hospital passa a ser conhecido como Hospital Geral (HG). No ano de 2006, a razão social da mantenedora alterou-se de Sociedade de Proteção à Maternidade e à Infância (SPMI) para Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Cuiabá (APMIC). O hospital sempre foi filantrópico, uma instituição privada sem fins lucrativos. É declarado de utilidade pública municipal e estadual.

 

2019: ano de muitos desafios

Mais de sete décadas se passaram e o Hospital Geral e Maternidade de Cuiabá se mantém como um dos mais importantes hospitais de Mato Grosso. Segundo informações da assessoria de imprensa, o HG é referência nas seguintes especialidades: Cardiovascular, Neurologia e Neurocirurgia, Gestação de Alto Risco, Oftalmologia, Oncologia, Fissuras Labiopalatinas, Bucomaxilo e Laboratório de Histocompatibilidade para Transplantes. Também oferece os seguintes serviços: Laboratório de Imunogenética e Biologia Molecular;  Cartório, Sala de Vacina e Banco de Leite.

Flávia Silvestre, presidente do Hospital Geral, comenta ao Blog da Bárbara Fontes sobre a importância do Hospital Geral para Mato Grosso:

O grande destaque desses 77 anos do Hospital Geral é a própria história do hospital, trazendo cuiabanos ao mundo como Maternidade. O grande diferencial é ter evoluído também em paralelo com a alta complexidade. A gente continuou a fazer os procedimentos da média complexidade, mas evoluiu também para a alta complexidade fazendo cardiologia, vascular, neurocirurgia. O hospital também já fez transplantes. Além disso só há dois hospitais universitários no Estado, e o Hospital Geral é um deles. Nossa missão é de também formar novos médicos e profissionais da saúde. Há muitos anos, a gente auxilia na formação dos futuros médicos, enfermeiros, dentistas e farmacêuticos. Todos, de alguma maneira, já fizeram estágio no Hospital Geral, ou o seu próprio internato. No ano de 2019, a grande evolução foi a gente ter segurado toda a alta complexidade sozinho devido ao fechamento da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, que também é um hospital filantrópico. O Hospital Geral atendeu não apenas a população da Baixada Cuiabana, como a do Estado inteiro. Algumas especialidades como a Cirurgia Cardíaca, o nosso hospital é o único a realizar. Existem alguns serviços assistenciais essenciais que só o Hospital Geral faz. É o maior do Estado e a gente tem prestado serviço de qualidade e tem recebido reconhecimento pelo Ministério da Saúde e também pela própria população mato-grossense.    (Flávia Silvestre, presidente do HG)

O HG realiza uma média de 280 partos/mês, dos quais 54% são partos normais e 46% cesáreas, e a qualidade de seus serviços médicos são aprovados por 98% das pacientes. Vale ressaltar que a grande maioria dos atendimentos e serviços hospitalares são realizados por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Mensalmente são mais de 4.000 consultas especializadas, 15.200 procedimentos de média complexidade ambulatorial e hospitalar e 778 procedimentos de alta complexidade, além de 1.750 procedimentos do Fundo de Ações Estratégicas (FAEC). Destacamos ainda as 25 cirurgias cardíacas e neurocirurgias de alta complexidade, para as quais somos referência e os únicos atualmente no Estado a realizar.

A Maternidade funciona 24 horas por dia para atendimento a gestantes, referência em Gestão de Alto Risco (GAR) com suporte de 16 leitos de UTI Neonatal para atender as necessidades dos neonatos. Conta com 34 leitos de alojamento conjunto, onde mãe e bebê permanecem juntos 24 horas por dia, desde o parto até a alta hospitalar. Esse sistema fortalece o vínculo entre os dois, permitindo o aprendizado e a prática dos primeiros cuidados, como banho, troca de fralda e amamentação, também com auxílio da equipe multidisciplinar. O Hospital Geral e Maternidade também participa dos Programas da Rede Cegonha, Rede de Urgência e Emergência, Qualineo e PROADI-SUS do Ministério da Saúde.

 

Referência em Cardiologia

Atualmente o Hospital Geral tem importante atuação nas especialidades de Cardiologia Clínica e Cardiovascular. Recebe pacientes de todo o Estado que necessitam de tratamento intensivo. A respeito disso, Dr. Gilmar Antonio Coelho Damin explicou para o Blog:

 

O hospital possui um atendimento de alta complexidade. Eu diria que é o mais bem preparado no estado de Mato Grosso para atender os pacientes com algum tipo de cardiopatia. Realiza cirurgias cardíacas de alta complexidade, tanto as vascularizações do miocárdio usando ponte de mamária, ponte de safena, quanto as trocas valvares. Tem equipe de implante de marca-passo, e tem equipe de hemodinâmica fazendo cateterismo cardíacos e angioplastias com implantes de stent. Sem dúvida, o Pronto-Atendimento possui plantonistas, uma equipe bem preparada para receber qualquer emergência da parte cardíaca. O hospital com certeza salva muitas vidas, tanto da parte da emergência quanto dos pacientes internados, onde há uma Enfermaria para os pacientes cardiológicos, recebendo pacientes do Estado todo. Se pararmos para pensar, há dez anos atrás não existia hospital filantrópico nessa especialidade, e hoje, temos o Hospital Geral servindo de exemplo. Eu tenho orgulho desta instituição que fez parte da minha formação de médico, onde fiz Residência Clínica Geral. Depois de estudar Cardiologia em São Paulo, retornei à Cuiabá para trabalhar e tive a sorte de conseguir ingressar na instituição. Eu me orgulho muito de participar dessa equipe. Estou aqui para ajudar o hospital a crescer e melhorar a cada dia”. (Dr. Gilmar A. C. Damin, Cardiologista)

 

 

 

 

Homenagem na Câmara dos Vereadores de Cuiabá

Câmara Municipal de Vereadores de Cuiabá realizou uma sessão solene no dia 23 de outubro, para celebrar os 77 anos do Hospital Geral. Os funcionários também foram homenageados pelos serviços prestados à população mato-grossense.

 

WhatsApp Image 2019-10-25 at 5.33.35 PM

Funcionários do Hospital Geral e Maternidade de Cuiabá recebem homenagem da Câmara dos Vereadores de Cuiabá. Foto: Ascom Câmara

 

 

*Esta matéria do Blog da Bárbara Fontes também contém informações da assessoria de imprensa (Soraya Medeiros) e site do HG.

 

O BLOG DA BÁRBARA FONTES (BBF) é um site independente e se mantém por meio de recursos próprios e doações dos leitores. Saiba mais:

Campanha “AMIGOS DO BLOG”, acesse aqui e colabore

 

 

BBF nas redes sociais:

Página no Facebook, acesse AQUI.

Grupo no Facebook, acesse AQUI.

Instagram: @barbarafontes2018

LinkedLn, acesse AQUI.

Twitter: @BarbaraFontesBR

Site do BBF: http://www.blogdabarbarafontes.com

E-mail: blogdabarbarafontes@gmail.com

 

 

ATENÇÃO

As matérias, reportagens e qualquer outro conteúdo produzido possuem direitos autorais, isto é, exclusivo do Blog da Bárbara Fontes e foi pesquisada, apurada, escrita e publicada por sua editora, Bárbara Fontes. Cada pauta tem um custo e exige muito trabalho para fazer! O plágio é uma atitude covarde e que não deve ser tolerada. Portanto a autora NÃO AUTORIZA a reprodução/veiculação em outros sites, blogs e plataformas (qualquer uso na internet). Também NÃO AUTORIZA a reprodução/veiculação em veículos de comunicação (TV, emissoras de rádio e qualquer meio impresso). Plágio é crime!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s