Artigos

Artigo: Economia

Cooperativismo ganha ainda mais relevância em tempos de crise

*Aifa Naomi

Não é por acaso que nos momentos de crise as cooperativas ganham ainda mais relevância. Como nascem da soma de esforços, ideais e necessidades, elas naturalmente acabam se tornando os grandes aliados das comunidades em que estão inseridas. É o que se pode verificar agora, com a pandemia e a adoção de medidas contra a disseminação do novo coronavírus, cujos reflexos impactam sobremaneira a atividade econômica e a geração de renda de muitas pessoas.

É algo que vemos muito claramente em relação às cooperativas de crédito. Elas têm preenchido uma lacuna que as instituições financeiras tradicionais, ou digamos comerciais, deixaram. E não há nada mais frustrante do que encontrar as portas fechadas quando mais precisamos. Ou enfrentar grandes obstáculos para obter auxílio em um momento em que estamos mais fragilizados, não só econômica, mas psicologicamente.

No Sicoob, por exemplo, além do trabalho de orientação financeira que vem sendo prestado, foram criadas linhas de crédito específicas, foram abertos canais de concessão de crédito. Diferente das instituições que visam somente o lucro, as cooperativas têm um viés mais humanitário. Estamos conseguindo preencher essa lacuna porque conhecemos o associado, conseguimos entender quais são as suas necessidades e acreditamos nos planos de recomeço e de superação da crise que ele tem.

Assim que foram anunciadas as primeiras medidas para conter a propagação do novo coronavírus, um pacote de medidas passou a ser colocado em prática pelas cooperativas Sicoob espalhadas por todo o território nacional (e está aí a vantagem de ser a 5ª maior instituição financeira do país em rede de atendimento). Elas buscam suprir principalmente as necessidades financeiras das pequenas empresas, que geralmente são as mais afetadas nesses momentos.

As medidas incluem prorrogação de parcelas sem aumento de juros ou exigência de garantias; renovação automática de limites; alongamento da carência e dos vencimentos de linhas de crédito; aplicação de redutores em taxas; elevação de margens para compras com cartões de crédito; pagamento integral de benefícios por morte ou invalidez permanente por covid-19; entre muitas outras.

As cooperativas do Sicoob também intensificaram suas ações sociais, com um grande movimento de arrecadação de alimentos que já estão sendo distribuídos nas localidades onde estamos inseridos. Após concluirmos a entrega destas cestas, vamos iniciar outra campanha. Existem inclusive demandas de associados e comunidades por outros tipos de serviço. Vamos em busca de acordos com o setor público para oferecer cursos ou outras formas de resgatar a população que está ficando à margem nesta crise.

Além da arrecadação e distribuição de alimentos, também está sendo feito pelo Sicoob um trabalho junto aos associados para a doação de recursos que são destinados a instituições de saúde para a ampliação de leitos, aquisição de produtos e medicamentos, EPIs e novos kits de testes. Em ambos os casos o nosso trabalho tem como grande aliada a tecnologia, com a adoção de aplicativos exclusivos como o Moob, que facilita e incentiva o contato entre os cooperados e deles com suas cooperativas.

Em âmbito nacional, o sistema Sicoob já realizou mais de 630 ações em todas as regiões. Em mais de três meses foram repassados mais de R$ 7,6 milhões em forma de doações para comunidades, hospitais, fundações e cooperados. Desse total, mais de R$ 5,1 milhões foram em insumos hospitalares, enquanto o investimento em equipamentos de proteção individual chegou a R$ 1,5 milhões.

Temos, portanto, muito a comemorar neste 4 de julho, Dia do Cooperativismo. Ele se mostra ainda mais significativo em meio ao atual quadro vivido pelo Brasil, em um momento tão difícil. Pode ser que, no fim das contas, estejamos fazendo um trabalho social pequeno diante da necessidade brasileira, mas temos a vantagem de conseguir entender melhor a gravidade da pandemia em nossas comunidades. Se cada um fizer um pouquinho que seja para ajudar, conseguiremos sair desta crise mais fortalecidos e preparados para crescer.

E de resiliência e enfrentamento de adversidades o cooperativismo entende muito bem!

Aifa Naomi é presidente do Sicoob Central Rondon, que congrega cooperativas de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia

Campanha “AMIGOS DO BLOG”. Acesse e Colabore!!! Clique na imagem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s