Artes

Cultura: Björk Digital

Conheça o universo da premiada multiartista islandesa. Além do catálogo também estão previstas lives com colaboradores de Björk e convidados nacionais, elementos interativos e vídeos.

O que uma cantora que vem da terra dos vikings tem a ver a nossa terra Tupy-guarani?


Tudo!


A islandesa Björk carrega em si um pouco da alma brasileira. Em 1995 lançou a música Isobel em homenagem à Elis Regina – da qual se considera ‘fã de carteirinha’. A canção tem arranjo do maestro e compositor Eumir Deodato. Além dele, Björk também fez importantes parcerias musicais com artistas brasileiros, como Milton Nascimento. Em entrevistas, a artista já comentou ser fã da banda mineira Sepultura – referência mundial no heavy metal.

Björk Digital

De acordo com assessoria, por causa da pandemia, a exposição presencial do Björk Digital, que aconteceu no CCBB Brasília e Rio de Janeiro, foi cancelada.

A organização do evento decidiu disponiblizar on-line, uma série de conteúdos relacionados ao universo da multiartista Björk. No site, o público pode conferir o catálogo com fotos incríveis. Também estão previstas lives com colaboradores de Björk e convidados nacionais, elementos interativos e vídeos sobre diferentes aspectos do trabalho da artista. Aproveite para conferir os bastidores da mostra concebida por Björk e James Merry.

James Merry por Billy Hayes (divulgação)

Interatividade

Ainda de acordo com assessoria, James Merry, diretor criativo e braço direito da artista, criou um novo filtro de Instagram, inspirado em máscara utilizada por Björk em seus espetáculos: Utopia Silicone, com bastões, flores e fungos. O processo criativo da máscara contou ainda com a participação de Andrezza Valentin e Vivi Andrade, ambas diretoras de criação brasileiras.

Anteriormente, Merry já havia criado, especialmente para a exposição nos CCBBs, dois filtros exclusivos de Instagram: Medusa (lançado em dezembro de 2019 na abertura da exposição no CCBB Brasília) e Glaukopis (em março de 2020 na abertura da exposição no CCBB RJ), ambas com mais de 1 milhão de acessos nas primeiras 24h.

Filtro ‘Medusa’

Filtro ‘Glaukopis’

Para o evento on-line foi criado novo filtro de Instagram, inspirado em máscara utilizada por Björk em Utopia Silicone. Disponível no Insta da artista.

Máscara “Utopia Silicone”

Co-lab à brasileira:

Junto com Merry a criação do filtro teve a participação das criadoras brasileiras, Andrezza Valentin e Vivi Adade.

LIVES CCBB EM CASA: IMERSÃO, ARTE E MÚSICA

Em apresentações únicas, as lives gratuitas com convidados estrangeiros e brasileiros acontecem dias 17 e 18 de outubro das 18h00 às 22h00 e tangenciam os aspectos de  imersão, arte e música do trabalho de Björk.

No primeiro dia, James Merry, diretor criativo de Björk e cocriador da exposição Björk Digital, participa de bate-papo com o multiartista brasileiro Alma Negrot, e na sequência, Jesse Kanda, músico e diretor dos clipes Mouth Mantra e Arisen My Senses, realiza um DJ set, antecedido por um talk com a artista Linn da Quebrada.

Já no segundo dia, Andrew Thomas Huang, diretor dos clipes Notget e Family, bate um papo com Zeca Camargo, seguido de DJ set de artista internacional a ser confirmado, com participação da modelo, DJ e diretora brasiliense Aisha Mbikila. A mediação das lives é de Bárbara Paz e haverá espaço para interação com o público.

O incrível mundo de Björk

Nascida em Reykjavik, na Islândia, Björk é uma multiartista reconhecida mundialmente e foi vencedora do Polar Música Prize, conhecido como o Prêmio Nobel da Música.

Björk é atriz, cantora, compositora, instrumentista e produtora musical. Já lançou nove álbuns de estúdio e duas trilhas sonoras. A artista possui um raro timbre de voz e possui um estilo visual criativo, o que a torna uma personalidade única e inesquecível.

De acordo com a Wikipédia, seus singles da década de 1990, “It’s Oh So Quiet”, “Army of Me” e “Hyperballad” foram estabelecidos no Top 10 britânico. Sua gravadora, One Little Indian, relatou que ela tinha vendido mais de 20 milhões de álbuns em todo o mundo.

Ainda ganhou cinco prêmios BRIT Awards, quatro MTV Video Music Awards, um MOJO Awards, três UK Music Video Awards e, em particular, ela recebeu, em 2010, o Polar Music Prize da Royal Swedish Academy of Music, em reconhecimento por sua “música profundamente pessoal e letras de músicas, seus arranjos precisos e sua voz única”.

Björk no Oscar 2001. Foto: Getty Images

Além disso, Björk foi indicada para 13 prêmios Grammy, um Oscar e dois Globos de Ouro. Por sua atuação em Dançando no Escuro, filme vencedor da Palma de Ouro, Björk ganhou o Prêmio de melhor atriz no Festival de Cannes de 2000.

Serviço

CATÁLOGO ONLINE BJÖRK DIGITAL
Disponível a partir de 5 de outubro

Lives CCBB EM CASA: Imersão, Arte e Música

Data: 17 outubro
18h00 – bate-papo James Merry com participação Alma Negrot
20h00 – DJ set Jesse Kanda com participação de Linnda Quebrada
Mediação: Bárbara Paz

Data: 18 outubro
18h00 – bate-papo Andrew Thomas Huang com participação de Zeca Camargo
20h00 – DJ set a ser confirmado com participação de Aisha Mbikila
Mediação: Bárbara Paz

(BBF com Assessoria)
*Foto de capa: Stonemilker/Björk (divulgação)

O BBF é um site independente e se mantém por meio de recursos próprios e doações. Faça parte dos “AMIGOS DO BBF”. Clique na imagem para mais informações. Sua ajuda é importante!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s