Natal da Esperança – Locais definidos (Atualizado)

Ação entre amigos vai levar a magia do Natal para mil crianças carentes de Cuiabá.

O Natal da Esperança, uma ação coletiva de profissionais de diversas áreas, acontece entre os dias 08 e 09 de dezembro em quatro regiões de Cuiabá. Mil crianças receberão presentes e guloseimas, e poderão fazer muitas atividades recreativas durante o dia. Os locais definidos são:

EMEB Presidente Tancredo Neves: Rua C, s/n. Bairro Jardim Araçá:

Complexo Esportivo Dom Aquino Corrêa: Av. Carmindo de Campos, s/n. Bairro Dom Aquino

Associação Mato-grossense dos Deficientes (AMDE): Rua Acre, 161 – CPA II

Paróquia Nossa Senhora da Medalha Milagrosa: Av. Brasil, 610. Bairro Pascoal Ramos.

 

Rifa estrelada

Uma linda doação para o Natal da Esperança será rifada: um violão com os autógrafos das cantoras Marília Mendonça, e Maiara e Maraísa. O valor da rifa é de R$ 10,00. O sorteio acontece no dia 08/12.

WhatsApp Image 2018-11-25 at 2.14.58 PM

O Natal da Esperança precisa da sua ajuda!

O evento acontece graças às doações de dinheiro, brinquedos, alimentos entre outras necessidades por meio de pessoas, empresas e entidades que abraçaram a causa com muita dedicação. As doações ajudam a tornar real o sonho de levar a magia do Natal para mil crianças carentes.

O Natal da Esperança vai contar, em cada local, com pula-pula (com 2 monitores); três mil picolés; 1 castelinho inflável (com monitor); 1 tobogã grande (com monitor);  2 piscinas de bolinhas (com monitor); três mil algodões-doces; três mil pipocas; três mil cachorros-quentes.

Ainda dá tempo para fazer a sua doação: os brinquedos podem ser entregues diretamente na Capriata Fest. Também podem ser feitas doações em dinheiro (de qualquer valor). As pessoas também podem ser voluntárias nos dias de evento. O endereço da Capriata Fest, os dados bancários e contatos estão no final desta matéria.

Natal da Esperança – História

O Natal é uma época especial e cheia de expectativas para as crianças de todo mundo. Se muitos adultos gostam de ganhar presentes nesta época festiva, imagine as crianças! É também no Natal que a desigualdade social fica mais visível, uns com muitos e muitos com pouco ou sem nada! E assim nasceu o Natal da Esperança, idealizado pelo advogado e ex-Secretário Municipal e Estadual de Assistência Social, José Rodrigues Rocha Junior (Zé Rodrigues), e que se tornou uma grande ação entre amigos. O evento beneficente tem o objetivo de entregar mil brinquedos para crianças carentes que vivem na periferia de Cuiabá. A entrega dos presentes ocorre entre dias 08 e 09 de dezembro de 2018. A Comissão de Infância e Juventude da OAB/MT também é parceira do Natal da Esperança.

IMG-20181023-WA0042
Crianças recebendo presentes. Acervo Pessoal: Zé Rodrigues

Durante 4 anos, eu fiz esse Natal para as crianças. Nada é mais gratificante do que o olhar delas quando participam desses eventos e ganham um presente no final do ano porque os pais não têm condições de comprar.” (Zé Rodrigues)

A atitude nobre chamou a atenção de muitas pessoas, empresas e entidades que se uniram ao grupo de amigos para ajudar, porém, a corrente do bem precisa de mais pessoas e de doações de brinquedos.

Nataldaesperança_DoaçãoBrinquedo

Seja Voluntário! 

Para ajudar na organização e nos dias de eventos, entre em contato com a advogada e produtora cultural, Gabriela Mazzetti: (65)  9.8436-9742.

Doe Brinquedos!

Empresas e entidades apoiam o Natal da Esperança e também são postos de entrega de brinquedos:

Capriata Fest – Avenida jornalista Alves de Oliveira, 970, Bairro Cidade Alta, Cuiabá MT,

CEP: 78.030445 (próximo ao colégio Notre Dame).

Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/MT – 2ª Avenida Transversal, S/N – Centro Político  Administrativo, Cuiabá – MT, 78049-914.

Cine Teatro Cuiabá – Av. Pres. Getúlio Vargas, 247 – Centro, Cuiabá – MT, 78005-600.

Doações em dinheiro

As doações podem ser feitas por meio de transferência ou depósito:

Banco do Brasil, Agência 2128-8 – Conta Corrente 11.802-8  (em nome de José Rodrigues Rocha Junior).

Anúncios

Edital “Mais Médicos” – Atualizado

ATENÇÃO: inscrições prorrogadas – até 7 de dezembro.

 

Segundo o Ministério da Saúde, 96,6% das vagas do programa Mais Médicos foram preenchidas. Os médicos alocados já podem trabalhar nos municípios. Os que ainda não foram tem até 14 de dezembro para se apresentarem. Os médicos que não comparecerem nos municípios até esta data limite, perderão as vagas. As que não foram preenchidas, será aberto um novo edital para médicos brasileiros formados no exterior. Caso ainda continue com vagas ociosas, seguirá um novo edital para médicos estrangeiros. Devido ao problema de ataque cibernético ocorrido na abertura do edital que causou muitos transtornos, o Ministério da Saúde prorrogou as inscrições até o dia 7 de dezembro.

O edital

O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES/MS) realiza um chamamento público de médicos formados no Brasil ou com diploma revalidado no país para adesão ao Programa de Provisão de Médicos do Ministério da Saúde – Projeto Mais Médicos para o Brasil. O objetivo é suprir as vagas no Sistema de Saúde Único (SUS) que ficaram ociosas por conta da saída do governo cubano do convênio (via Opas). São oferecidas 8.517 vagas em 2.824 municípios e 34 distritos sanitários especiais indígenas. O salário bruto é de R$ 11.865,60.

CRONOGRAMA

MaisMedicos_MinisteriodaSaude.Cronogramajpg

Valeu médicos cubanos!

Os médicos cubanos já se desligaram do “Mais Médicos”, e devem embarcar para Cuba entre os dias 22 a 24 de novembro. Eles chegaram ao Brasil em 2013, e foram atuar em localidades onde médicos brasileiros se recusaram a ir. É inegável a contribuição que os médicos cubanos realizaram em nosso país, deixando em Cuba os seus entes queridos, e enfrentando dificuldades em um país de língua diferente, imenso e diversificado como o Brasil. A todos os médicos cubanos que atuaram no Brasil, a nossa gratidão!

É de se esperar que os médicos brasileiros aptos para substituir os médicos cubanos, façam jus ao bom salário que vão receber, a confiança que a população mais carente (e longínqua) do país vai depositar neles, e que se mantenham firme e forte na missão de salvar vidas.

Em tempo:

Infelizmente a maldade e a covardia andam soltas neste país! O Ministério da Saúde (MS) comunicou que houve ataques cibernéticos desde o momento da abertura do sistema para inscrições dos médicos. Mesmo sob ataques, o sistema conseguiu contabilizar 3.336 inscrições nas primeiras três horas da abertura do sistema. O Departamento de Informática do SUS (DATASUS/SE/MS) realiza uma série de ações para isolar a aplicação dos ataques, manter a estabilidade e perfomance do site do MS. A orientação é para que os interessados que não conseguem acessar o site (ou o sistema de inscrição) devem insistir na tentativa de acesso. Para produzir esta matéria, o Blog da Bárbara Fontes também teve dificuldades em acessar o site e ao sistema, e foram várias tentativas até conseguir.  Segundo o Ministério da Saúde, a expetativa é que o sistema se normalize.

Saiba mais:

Edital aqui.

Retalhos que transformam vidas

AmoremRetalhos_divulgação2
Divulgação

 

Por meio do trabalho manual, retalhos se transformam em lindas peças por meio da caridade do amor. Assim é o projeto social ATELIÊ AMOR EM RETALHOS, da Obra Social Irmão Áureo, que nesta segunda-feira (26) inaugura seu primeira loja em Cuiabá. Os lucros dos produtos vendidos são 100% revertidos para as obras sociais. A entidade não recebe recursos governamentais e nem de empresas privadas.

 

 

AmoremRetalhos_CreditoBiancaFontes4
Crédito: Bianca Fontes

 

 

É de uma lindeza os produtos do ateliê: tem saches perfumados, toalhas bordadas, aromatizadores de ambientes, canecas, organizador de lingeries, panos de prato, tapetes fraldas entre outros mimos. O ateliê também aceita encomendas de produtos personalizados.

 

 

 

AmoremRetalhos_CreditoBiancaFontes
Crédito: Bianca Fontes

 

É uma ótima pedida para decorar a casa ou presentear neste fim de ano! E já que estamos pertinho do Natal, que tal comprar no ateliê os enfeites de Natal artesanais, como as bolas revestidas de tecido para árvore natalina? As peças têm preços a partir de R$ 10,00! Já pensou dar um presente charmoso, útil, barato e que foi feito com muito amor por voluntários, e ainda saber que a sua compra ajudou na manutenção de projetos sociais?

 

 

 

A missão de fazer o Bem

IsoldaRisso

Eu conheci Isolda Risso, a coordenadora do ateliê Amor em Retalhos, há algum tempo e antes disso já a admirava. É uma empresária bem-sucedida e apaixonada pelo trabalho voluntário que realiza. É muito bom estar perto de pessoas que semeiam o Bem! Segundo Isolda, “Nessas obras sociais temos como foco investir na criança e no adolescente para não precisar penalizar o adulto. Nosso propósito é proporcionar atividades para o contraturno desses estudantes, mas para isso oferecemos café da manhã, lanche, material escolar e isso tem um custo”.  O Blog da Bárbara Fontes deseja sucesso para Isolda e toda a equipe de voluntários do Ateliê Amor em Retalhos. Vocês são exemplos de fraternidade e amor ao próximo que devemos sempre seguir!

 

Obra Social Irmão Áureo

ObraSocialIrmaoAureoÉ uma entidade civil sem fins lucrativos, filantrópico e beneficente que realiza assistência social às crianças, jovens, adultos e idosos por meio de cursos educativos, campanhas, palestras e atividades recreativas que visam o desenvolvimento da moral, da ética, da cidadania, e promove a valorização e transformação do Ser humano. Os projetos chegam à Comunidade de forma gratuita por meio do trabalho voluntário. As pessoas envolvidas nas obras assistenciais trabalham pelo prazer em ajudar quem precisa, isto é, elas não recebem nenhum tipo de renumeração financeira. É a verdadeira caridade que o mundo precisa praticar mais. Em Cuiabá, 100% dos lucros do Ateliê Amor em Retalhos será destinado aos projetos que atendem famílias em vulnerabilidade social no bairro Santa Laura. Entre as atividades realizadas pela entidade estão arrecadação e distribuição de alimentos, roupas e calçados para famílias carentes, realização de oficinas de costura, tapeçaria e crochê, além de distribuição de sopa aos domingos.

Serviço

O que é: Inauguração do Ateliê Amor em Retalhos

Dia: Das 10h às 19h

Local: Rua Pedro Celestino, 67 – Estacionamento Grans Park – Centro – Cuiabá/MT

Arte na Chapada

Acontece no sábado, 24 de novembro, a abertura da exposição coletiva Reencontro na Cidade das Artes, Chapada dos Guimarães (MT).

O evento reúne trabalhos dos artistas Angela Goldinho, Clovis Hirigaray, Creuza Maria, Eliana Mux, Fabricia Campello, Meg Marinho, Nivea Castro, Renato Campello e Sueli Reindel.  As temáticas vão do Primitivismo até o Contemporâneo. A exposição foi idealizada com o intuito de fortalecer o diálogo entre os artistas e a arte local.

margareth Marinho
Meg Marinho/Acervo Pessoal

Na abertura, os admiradores das Artes vão poder tomar uma taça de vinho ao sim do cavaquinho, organizado por Beto Bernardes, enquanto.  Cinco por cento das vendas vai ser doado para a compra de materiais para as aulas de Educação e Arte, que vão ser ministradas por Meg Marinho nas escolas dos bairros da periferia da Chapada dos Guimarães. O evento tem o patrocínio de Ferraz Energética. É necessário confirmar presença.

 

Serviço

WhatsApp Image 2018-11-13 at 9.16.25 PM (3).jpeg

Exposição Reencontro na Cidade das Artes

Dia: 24/Novembro/2018

Horário: Das 16:00 às 22:00 hs

Local: Rua B, Casa 11 – Centro – Chapada dos Guimarães/MT

Contato: Meg Marinho (65) 99266.3699

 

Café da manhã em família

Tem dias em que a gente acorda bem cedo, bem-disposta e feliz. Foi assim que eu acordei para tomar um café da manhã no Paiaguás Palace Hotel para comemorar o Dia do Hoteleiro e o aniversário da Rede de Hotéis Mato Grosso, de propriedade da família Nigro. Eu peguei um Uber e ao confirmar o local de destino, o motorista me disse que foi funcionário da rede por sete anos; trabalhou no Hotel Águas Quentes e no Pantanal Mato Grosso Hotel. Eu fiquei chocada (no bom sentido) com a coincidência! Eu perguntei como era trabalhar num hotel, ele respondeu que não há rotina e que se conhece gente de todo lugar. Tivemos uma conversa bem animada e isso despertou em mim uma memória afetiva com muitas histórias com a rede hoteleira que transformou o setor do turismo para melhor no Estado.

Luciane_Mildenberg5
Crédito: Luciane Mildenberg/Assessoria

Ao chegar no hotel, eu segui para o local do evento. Foi delicioso passar a manhã com pessoas queridas, como a família Nigro, colegas da Imprensa, do Audiovisual e da Publicidade & Propaganda, dos tempos de faculdade de Comunicação, e rever uma galera da nova geração do jornalismo mato-grossense. Eu me senti em casa!

Negócio de Família

A história da Rede de Hotéis Mato Grosso se entrelaça com o progresso de Cuiabá. Em mais 50 anos, a capital do Estado cresceu em população, passou por mudanças urbanísticas e avanços significativos em vários setores da economia. A fama de festeira e hospitaleira continua e hoje, é uma das cidades que mais recebem turistas no país.

Tudo começou no início da década de 1960, quando o senhor Antônio Ferraz de Oliveira e a sua esposa Lourdes Maria Campos de Oliveira fundaram o primeiro hotel da família, o “Hotel Mato Grosso”, na rua Comandante Costa (ainda em funcionamento). A filha do casal, Lurdinha, então apenas com 15 anos, sentiu o despertar empreendedor e detectou que havia um grande potencial para os setores hoteleiro e do turismo – que praticamente não existiam na época. O hotel, um dos poucos na cidade, costumava receber viajantes que chegavam no meio da madrugada em busca de hospedagem, e como sempre estava lotado, o jeito era dar uma descansada no sofá da recepção até desocupar um quarto pela manhã. Esse relato foi narrado pela filha do casal Antônio e Lourdes, a querida Lurdinha, diretora financeira da Rede de Hotéis Mato Grosso, durante o café da manhã.

Lurdinha – a querida matriarca

Luciane_Mildenberg1
Crédito: Luciane Mildenberg/Assessooria

Lurdinha gosta de contar histórias e eu adorei ouvi-las! Ao lado do marido Leopoldo Nigro conseguiram inserir Mato Grosso no então seleto circuito hoteleiro que recebia grandes eventos no país, consequentemente, também fomentou o setor turístico. Lurdinha, sem o marido saber, na década de 1980, fechou um contrato com a organização do 1º Congresso Brasileiro de Periodontia, que pretendia receber mil pessoas. Só havia um detalhe: nunca havia tido um evento tão grande no Estado, e não existia em Cuiabá um Centro de Eventos com essa capacidade. Lurdinha chegou para marido Leopoldo e deu duas notícias de uma vez só: havia fechado um contrato importante e que teriam de construir um centro de eventos para mil pessoas! Coube ao Leopoldo apoiar a esposa e trabalharem juntos para concretizar o maior empreendimento hoteleiro de suas vidas.

Mato Grosso é historicamente ligado às mulheres fortes. A questão matriarcal vem desde os tempos da Guerra do Paraguai, onde as mulheres se viram obrigadas a comandar e proteger as suas famílias, assumir negócios comercias de “homens”, trabalhar muito para colocar comida em casa, e ainda ajudar, mesmo que indiretamente, na Guerra que levou seus maridos, pais, irmãos, sobrinhos e filhos, onde muitos não voltaram. A guerra acabou, o tempo passou mas o espírito das matriarcas se manteve até hoje, principalmente, em Cuiabá. Visite uma família tradicional cuiabana e verá o poder de uma matriarca! Então, não é de se espantar a força, sensatez e poder que emana de  Lurdinha – que também é uma excelente oradora e declamadora de Poemas (como não amá-la, né?). E o café da manhã ficou mais especial com a declamação que ela fez de um poema de autoria de sua mãe:

Lurdinha_CreditoBarbaraFontes_Easy-Resize.com
Crédito: Bárbara Fontes

Mãos de amigos

E mãos de irmãos

Todas são iguais em aconchego e carinho

Elas vivem acariciando o mundo

Nos ajudando a enfrentar os nossos caminhos

Tudo entrelaçadas estão na prece

E se unidas imploram a Deus o seu amor

E estão sempre prontas dando o seu auxílio

E as do médico, os tirando a dor.

 

No teclado

Desperta a melodia

Na tela, transporta sentimento com emoção

Enxuga as lágrimas dos rostinhos rubros

E com ela leva a alegria a muitos corações

 

Para o papel transporta-se coisas lindas

Versos, crônicas, histórias e poemas

Mas também fazem lindos trabalhos

E também fazem os alimentos que comemos

 

Com as máquinas, elas as dominam

Porque juntas têm muita firmeza

Outras vezes com delicadeza colhem

As mais lindas flores da nossa natureza

 

Deus,

Você que nos vê como somos

Não deixe a tristeza nos alcançar

Faça que sigamos dando amor e carinho

E tudo será festa até lhe encontrar”.

(Lourdes Maria Campos de Oliveira)

Boa árvore dá bons frutos

Luciane_Mildenberg3
Crédito: Luciane Mildenberg/Assessoria

Lurdinha e Leopoldo tem dois filhos, Leopoldo Nigro Filho (diretor comercial da rede de hotéis da família) e Luiz Carlos Nigro, (ex-secretário Adjunto de Turismo, pasta ligada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico/Sedec, no governo Taques e, atualmente, é o Diretor Operacional da rede). Depois vieram as noras e os netos – a quarta geração. As netas Janaína e Camila Nigro (recém chegadas dos EUA, onde estudavam na área de Administração e Finanças). Dos netos, Pedro Henrique, que estuda no Canadá na área de Hotelaria, enviou um vídeo bem bacana e avisou que em 2019 estará em Cuiabá e fazendo parte do time de colaboradores da rede de hotéis. É uma família de gente trabalhadora e unida. Bonito de se ver.

Rede de Hotéis Mato Grosso

Mais de 50 anos se passaram e Cuiabá se agigantou. O primeiro hotel da família ganhou irmãos bem maiores e mais modernos. Hoje, a rede conta com seis hotéis, quatro em Cuiabá (Hotel Mato Grosso, Hotel Mato Grosso Palace, Paiaguás Palace Hotel e Hotel Fazenda Mato Grosso); um na Serra de São Vicente (Hotel Mato Grosso Águas Quentes); e um na Transpantaneira (Pantanal Mato Grosso Hotel); totalizando 628 apartamentos. Emprega cerca de 300 colaboradores, e muitos estão na empresa há décadas, como a Iraides, que trabalha há mais de 27 anos com a família Nigro. Ela me disse que é muito bacana trabalhar com hotelaria, onde chegam pessoas de todo mundo. Na empresa, os patrões respeitam os funcionários e os consideram da família. Para Iraides, o Hotel Mato Grosso Palace (onde trabalha no setor administrativo) é uma extensão de sua casa.

É bom trabalhar num local onde nos sentimos bem, né?

FamiliaNigro_CréditoBárbaraFontes_Easy-Resize.com
Luiz Carlos, Janaína e Leopoldo. Crédito: Bárbara Fontes

No café da manhã, Leopoldo Filho anunciou que em 2019 vai ser inaugurado, ao lado do Hotel Paiaguás, um edifício garagem de cinco andares, sendo dois para eventos. Seu irmão Luiz, que também era o aniversariante do dia,  destacou que a indústria do turismo, “é uma indústria limpa, sem chaminé”, isto é não polui o meio ambiente. Também é gerador emprego e renda para as populações que vivem nos arredores dos empreendimentos hoteleiros. Consciente de que a conservação da natureza é dever de todos, a empresa familiar criou há três anos o programa “Sementinha”, que trabalha a Educação Ambiental com crianças pequenas que moram e estudam no entorno do Parque Águas Quentes.

Memória Afetiva

Eu fiz questão de comparecer ao café da manhã da família Nigro por várias razões afetivas: primeiro, eu passei sete anos da minha vida frequentando o Hotel Mato Grosso Palace, da rua Joaquim Murtinho, onde aconteciam aos sábados à tarde, as reuniões do Rotaract Club Cuiabá Paiaguás (sim, fui rotaractiana com muito orgulho!). Eu sempre encontrava o Leopoldo (marido de Lurdinha) no hotel. Ele sempre foi gentil com o nosso grupo jovem, que prestava serviços à Comunidade. Às terças-feiras aconteciam as reuniões dos rotarianos (Rotary Club Cuiabá Paiaguás), e assim que terminava seguia o almoço. Eu passei esses anos importantes da minha vida atuando em prol da Comunidade e que ajudaram a moldar o meu caráter. Devo muito ao que aprendi na família Rotary Club.

Também me veio na memória, uma excursão de formatura que fiz com a minha turma do 3º Ano do Colegial (Ensino Médio) do colégio Objetivo, no Hotel Águas Quentes. Boas lembranças de uma fase juvenil e cheia de expectativas! Neste hotel fui várias vezes com a minha família e éramos muito bem recebidos pela Lurdinha. Eu gostava de olhar as fotografias antigas que ficavam expostas na parede de um salão. A última vez em que eu estive lá, ficamos na Casa de Pedra, que delícia!

ENEM 2018 – Dados da grande maratona!

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) deste ano completou 20 anos de existência. Não é apenas uma prova para testar os conhecimentos adquiridos ao longo do Ensino Médio, é uma maratona física e mental. No primeiro dia (domingo, 4 de novembro) de aplicação da prova foram cinco horas para responder todas as questões de Linguagens, Redação e Ciências Humanas. No segundo e último dia (domingo, 11 de novembro), os participantes tiveram 5 horas e meia para resolver as questões de Matemática e de Ciências da Natureza.

Algumas questões das provas foram marcadas por polêmicas, reclamações e elogios. A maior das polêmicas foi a questão “Acuenda o Pajubá”: conheça o “dialeto secreto” utilizado por gays e travestis. Eu fiz o Enem e posso dizer com muita segurança que na primeira leitura, eu ri muito e fiquei pensando sobre o motivo de cair uma questão dessa. Não é preconceito da minha parte, e sim de curiosidade já que se refere a um “dialeto secreto”, segundo a própria questão. Quando li as alternativas, compreendi que o texto serve como um exemplo. O Enem não quer saber se o participante conhece a realidade do “Acuenda o Pajubá” e nem está incentivando a garotada a ir para os pontos de prostituição de gays e travestis. Na verdade, quer saber o quanto se conhece sobre a formação de um dialeto. É um tipo que questão que distrai muito, há o risco de perder tempo e não conseguir terminar a prova.

A Redação foi muito elogiada pela escolha do tema “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”. É assunto bem atual e que, de certa forma, atinge a todas as pessoas que utilizam a rede de alcance mundial (world wide web). Segundo a presidente do Enem, Maria Inês Fini:

As provas do primeiro dia e o tema da Redação falam diretamente com a realidade dos participantes. Esperamos que eles manifestem suas crenças e valores no texto”.

O Enem exige conhecimentos que vão além do que se aprende no Ensino Médio. É necessário ter o hábito de leitura de livros, jornais e revistas; acompanhar sites de notícias, de Educação e de Entretenimento; observar as campanhas publicitárias; assistir programas de TVs (aberta e fechada), enfim, ser uma pessoa “antenada” com o que acontece no Brasil e no mundo.  É necessário possuir um “capital cultural”, termo criado pelo sociólogo francês Pierre Bourdieu.

 

Resultados do ENEM 2018

Provaenem_Easy-Resize.com

Os dados foram apresentados durante as duas coletivas de imprensa realizadas no auditório do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), em Brasília (DF), após os términos das provas em todo país. Participaram das coletivas, o Ministro da Educação (MEC), Mendonça Filho; a Secretária Executiva do MEC, Maria Helena Guimarães de Castro; e a presidente do Inep (e idealizadora do Enem), Maria Inês Fini:

1º Domingo de Prova – Linguagens, Códigos e suas tecnologias e Redação

Segundo o Inep, o Enem deste ano registrou o menor percentual de ausentes desde 2009, quando passou a ter dois dias de aplicação – 24,9% (dos 5.513.749 inscritos confirmados, faltaram 1.374.430).

*Foram registrados 87 casos de interrupção de energia elétrica, porém, apenas dois locais tiveram a aplicação da prova interrompida (em Franca/SP e Porto Nacional (TO).

*71 participantes foram eliminados: sendo 67 por descumprimento de regras gerais do Edital; dois por problemas após revista no detector de metal; e dois por uso de ponto eletrônico.

 

2º Domingo de Prova – Ciências da Natureza e suas tecnologias e Matemática e suas tecnologias

*29,2% dos inscritos não compareceram. O índice de abstenção foi maior do que no primeiro domingo de prova. Pode ser pelo fato de muitos participantes terem ido mal na primeira prova, principalmente na Redação, e não quiseram dar continuidade.

*Foi acrescido 30 minutos a mais para que os participantes realizassem as provas. Segundo professores de exatas, esse tempo foi fundamental para que algumas questões pudessem ser resolvidas. Para eles, haviam questões muito difíceis.

*66 candidatos foram eliminados: sendo 64 por descumprirem as regras gerais, como sair antes do horário permitido; uma pessoa foi flagrada na revista do detector de metal; e uma pessoa se recusou a recolher dados biométricos.

* 28 emergências médicas.

Segundo o Inep, as provas do Enem foram aplicadas em 10.718 locais de aplicação, em 1.725 municípios de todo o país.

 

Perfil do Participante do Enem

Segundo o Inep, dos 5.513.749 inscritos confirmados do Enem, 36,6% pertencem à região Sudeste; 32,8% do Nordeste; 8,5% do Centro-Oeste; 11,2% do Norte; e 11% da região Sul.

 

Em relação à etnia:

Amarela – 2,2%; Branca – 35,9%; Indígena – 0,6%; Parda – 46,5%; Preta – 12,7%. Os que não declaram etnia são 2,1%.

Mais da metade dos participantes são mulheres (59,1%); homens (49,9%). Os inscritos que já concluíram o Ensino Médio, são 58,7%. Os que ainda cursam o último ano em 2018, são 29,7%. Os treineiros (que não disputam vagas nas universidades) representam 10,6% dos inscritos.

 

Pagamento e Isenção de taxa de inscrição:

Declaração de carência aprovada: 38,9%

Inscrição gratuita: 24,9%

Pagamento confirmado: 36,1%

 

Faltas que causam prejuízos aos cofres públicos

cadernoEnem_Easy-Resize.comO ENEM é um exame que recebe investimentos altos em segurança. Cada caderno de prova vem com o nome do candidato e código de barras, assim como o todo o material que envolve o participante. Foram mais de cinco milhões de inscritos e cada um recebeu materiais que só serviriam para si. Entre 2013 a 2017, as ausência levaram a um prejuízo de quase 1 bilhão de reais. No Enem de 2017, os faltosos que receberam isenção, apenas dois por cento justificaram a ausência. Analisando essa séria realidade que acontece todos os anos, o Inep tomou algumas decisões que ajudaram o índice de abstenção ser menor esse ano, como explicou a presidente do Inep, Maria Inês Fini, durante a coletiva de imprensa do dia 11 de novembro: “no caso das inscrições gratuitas, os faltosos terão de justificar a ausência”. Quem desse grupo não justificar não poderá receber o benefício novamente. A população que paga caro para que o ENEM aconteça, agradece!

 

Quem vai fazer o Enem no dia 11 de dezembro?

No primeiro dia de aplicação do Enem, alguns locais ficaram sem energia elétrica. Os participantes afetados foram orientados a comparecer às provas do dia 11 de novembro. Dois locais foram prejudicados: um em Franca (SP), com 993 participantes; e outro em Porto Nacional (TO), com 759 participantes.

 

Questão Anulada

Uma questão da prova de Matemática e suas Tecnologias foi anulada porque já havia sido aplicada em vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR). O MEC instaurou sindicância para apurar as responsabilidades. Em cada caderno da prova, a questão estava com numeração diferente:

Caderno Amarelo – questão 150; Caderno Cinza – questão 170; Caderno Azul – questão 163; Caderno Rosa – questão 180; Caderno Laranja – questão 150; Caderno Verde – questão 150.

 

Gabarito disponível!

Está disponível no site do Enem (também no Aplicativo do Enem), o gabarito oficial. É possível fazer download dos Cadernos de Questões (versões amarelo, cinza, azul, rosa, laranja e verde). São seis gabaritos por dia de prova.

ATENÇÃO: Confira o gabarito relativo à cor da prova que fez em cada domingo de aplicação.  Acesse aqui o site do Enem aqui.

 

Divulgação dos resultados

Está previsto para o dia 18 de janeiro de 2019, os resultados individuais do Enem 2018.

*Foto de capa: campus da Univag (Várzea Grande) – local de aplicação do Enem. Os dois dias de provas foram tranquilos, bem organizado e sem contratempos.

CASACOR MT 2018 (Atualizado)

Fachada2_CreditoBárbaraFontes_Blog

 

Acontece até o dia 16 de dezembro, a 12º CASACOR Mato Grosso. Os ingressos custam R$ 40,00, a inteira; e R$ 20.00, a meia.

 

 

Helder Faria
Assessoria/Crédito: Helder Faria

 

Os visitantes da Mostra também podem adquirir a revista desta edição (R$ 30,00), lançada recentemente pela diretoria da CasaCor MT 2018. Foram escolhidos três ambientes para as capas: Sala de Jantar, da arquiteta Juliana Cascaes; Sala de Convivência, da arquiteta Adriana Bussiki; e o Refúgio Vinte e Sete, da arquiteta Renata Ayoub Giglio.

 

 

Babi_Bibi_Casacor2018
Eu e Bianca na abertura da Casacor 2018. Linda festa!

O Blog da Bárbara Fontes foi conferir os 29 ambientes projetados por 60 profissionais, em um espaço de mais de dois mil metros quadrados dentro do Shopping Estação Cuiabá.

Eu tenho acompanhado algumas edições da CASACOR deste ano com muito interesse. O tema Casa Viva  inspirou centenas de arquitetos de várias partes do país com inovações, releituras e o uso consciente do espaço e das tecnologias. Foi prazeroso olhar os ambientes da edição de São Paulo que aconteceu no Jockey Club; do Rio de Janeiro; de Belo Horizonte e de Goiânia.  Fiquei muito empolgada com o convite para visitar a CASA COR Mato Grosso durante um evento para a imprensa.

CasaCor_aberturaImprensa_CreditoBarbaraFontes_Easy-Resize.com

 

A edição deste ano está instalada no recém-inaugurado (e lindo!) Shopping Estação Cuiabá. A capital de Mato Grosso é a porta de entrada principal para o Pantanal, Chapada dos Guimarães, Nobres entre outros pontos turísticos. Também é o elo que liga para as principais cidades do agronegócio – a maior riqueza econômica de Mato Grosso. No vasto território, a Cultura, a História e o Turismo se entrelaçam, e isso ficou muito claro nos 29 ambientes da Mostra. Os arquitetos souberam dosar na medida certa, o tradicional, o contemporâneo com as delicadezas da arte mato-grossense. Lindo de se ver! É emocionante ver a valorização que muitos arquitetos deram aos artistas locais.  Outra coisa que me chamou atenção foi um ambiente que foi criado a partir de uma Poesia. Quer saber mais? Continue aqui!

 

CASACOR MATO GROSSO – 18 anos de Sucesso

Casacor_Emili_créditoCasaCorMT
Vagner e Emili com o filho Marcelo. Crédito: Helder Faria/CASACOR MT.

A franquia CASACOR chegou à Cuiabá por meio do casal Emili e Vagner Ayoub Giglio. A primeira edição aconteceu no ano 2.000 e foi um marco na Arquitetura de Mato Grosso. Há alguns anos se tornou uma mostra bienal. Em 2016, o evento aconteceu na cidade-irmã de Cuiabá: Várzea Grande (no Várzea Grande Shopping). A CASACOR tem como missão, expor trabalhos de arquitetos e designers de interiores, assim como valorizar a Cultura local.

Em 2012, a edição da CASACOR aconteceu nas dependências o Hospital de Câncer de Mato Grosso. Com a ajuda de muitos parceiros foi possível realizar a revitalização do maior centro de tratamento oncológico do Estado. As obras estavam paradas há 17 anos! Após o término da Mostra, o hospital, todo equipado, foi entregue ao atendimento público.

 

Os ambientes favoritos do Blog

O Blog da Bárbara Fontes escolheu três ambientes como favoritos. Foi difícil escolher porque a Mostra está incrível!

 

*La Vie em Rose – Tudo por um poema!

 

 

Eu estava bastante confusa sobre qual seria o meu preferido, até que entrei no Loft dos Noivos, concebido pelas arquitetas Andressa Borsato e Zilda Zompero. Com o tema La Vie en Rose, o ambiente foi pensado em um casal que se ama, porém, são de personalidade diferentes, por isso a união do clássico com o contemporâneo. As arquitetas conseguiram criar no espaço uma atmosfera romântica e sensual que só uma lua-de-mel pode trazer. Os detalhes do vestido e do véu da noiva estão presentes no ambiente em muitos objetos de decoração como na luminária e nos quadros. Tem até champanhe rosa! Esse ambiente se tornou o meu favorito porque a inspiração para a criação e composição do Loft foi um POEMA (de Içami Tiba). Eu acredito que se as pessoas lessem poesias todos dias, o mundo seria mais fraterno, tolerante e sensível. O Blog recebeu um mimo delicioso: um frasco com o aromatizante usado no ambiente.

 

*Refeitório dos Amigos –  Van Gogh ‘cuiabanou’

CasaCor_IvaGuimaraes_CreditoBarbaraFontes_Blog (2)_Easy-Resize.com
Técnica de Estiletagem do rosto de Van Gogh, feito pelo artista Renan Custódio. Crédito: Bárbara Fontes

Eu sou do arquiteto Ivã Guimarães! Adorei que ele trouxe para o seu ambiente “o olhar de Vicente Van Gogh”. O artista plástico holandês ganhou um retrato feito por estilete, do talentoso artista Renan Custódio. A ideia genial desse projeto foi unir as cores vivas e harmônicas de Van Gogh com o jeito cuiabano de ser.

 

CasaCor_IvaGuimaraes2_credito BarbaraFontes_Blog_Easy-Resize.com
As cores de Van Gogh nas cadeiras de fio: a delícia de ser cuiabano (a)! Crédito: Bárbara Fontes

As cadeiras de fios foram inspiradas nas grandes cadeiras que ficavam na calçada da rua no final de tarde, e toda a vizinhança se conhecia. Adorei ver as fotos do querido e premiado fotógrafo, Raí Reis.

 

* A Chapada desceu pra Cuiabá!

Casacor_RecantoChapada_créditoCasaCorMT
Crédito: Helder Faria/CASACOR MT.

Recanto da Chapada é o ambiente idealizado pelo arquiteto Marlom Aguiar. O jovem talentoso vive em Tangará da Serra (MT) e conseguiu a proeza de trazer o clima e o espírito da Chapada dos Guimarães, a xodó dos cuiabanos! O espaço tem tons terrosos e conta com peças produzidas pelo arquiteto, como um guarda-copos em cobre que simulam o Mirante (famoso ponto turístico da Chapada). Sinceramente foi difícil deixar esse ambiente! Aproveito para agradecer o mimo que o Blog ganhou: um vasinho de cerâmica!

 

Premiados da noite

CasaCor_Premiação2_CreditoBarbaraFontes_Blog

Na abertura do evento aconteceu a premiação dos ambientes. A imprensa e um juri técnico composto por membros da Academia de Arquitetura e Urbanismo votaram nos melhores.

O melhor ambiente escolhido pela imprensa foi o Club House, projetado pelos arquitetos André Mann e Nathalie Schmaltz. O juri técnico votou em cinco categorias e os vencedores foram:

Melhor Espaço – Loft do Casal (das arquitetas Vanessa Koehle e Andrea Bidóia);

Melhor Copa ou Cozinha – Refeitório dos Amigos (do arquiteto Ivã Guimarães);

Melhor Lavabo/Banheiro – Lavado Social (da arquiteta Isis Dantas)

Ambiente mais original – Recanto da Chapada (do arquiteto Marlom Aguiar

Melhor Suíte – Suíte do Bebê (da arquiteta Luciana Duarte)

CasaCor_HomenagemErika_CasaCorMT
A arquiteta (e guerreira) Erika Queiroz foi homenageada pelo casal Vagner e Emili. Crédito: Helder Faria/CASACOR MT

Homenagem: Foi um momento especial para todos os envolvidos da CASACOR 2018: a arquiteta Erika Queiroz recebeu uma homenagem dos fundadores da franquia em Cuiabá, Emili e Vagner, pela superação ao ter de reconstruir todo o seu ambiente, após um incidente ocorrido poucos dias antes da abertura (uma mangueira de incêndio foi acionada por engano e causou um grande alagamento que destruiu vários ambientes montados, e o da Erika foi o mais afetado). Foi um árduo recomeço, com um prazo de seis dias, que exigiu paciência, compreensão e muita força interior para seguir adiante. Foi uma lição de vida para todos! Parabéns Erika!

 

Conheça os 29 ambientes!

Veja as fotos de todos os ambientes no site da CASACOR MT aqui.

FACHADA: Arquiteto Eduardo Garcia. Detalhe interessante: pra mim é o espaço mais importante de toda casa porque é o chamariz para que as pessoas queiram visitar o evento. O tema Casa Viva está presente num jardim grafitado pelo artista Babu Sete Oito. Que lindeza!

BIEN VENUE (Boas Vindas):

CasaCor_MileNiemayer_creditoCasaCorMT
Ambiente projetado pela arquiteta Milena Niemeyer. Crédito: Helder Faria/CASACOR MT

Ambiente da arquiteta Milena Niemeyer. Detalhe interessante: é um luxo! Eu me senti num foyer de entrada (lobby) de um hotel charmoso francês. Eu conversei com a arquiteta, que é de Goiânia (GO), e me explicou a inspiração francesa. O lustre de cristal é da icônica marca Baccarat e a  imensa tapeçaria Verduri, de 1860, e vieram da França. Foi um bom início de viagem aos ambientes da CASACOR 2018 Mato Grosso.

POINT: Arquiteta Emili Bumlai Ayoub. Detalhe interessante: o piso de cerâmica em forma de hexágono traz para o ambiente a sensação do movimento infinito da crianção.

LOFT DOS NOIVOS:  Designers de Interiores Andressa Borsato e Zilda Zompero.

LIVING E VARANDA GOURMET: Arquiteta Ilana Santiago. Detalhe interessante: são dois ambientes que trazem a natureza e espelhos d’água para dentro de casa. É lindo! Foi gratificante ver as fotografias de Isabela Frigieri!

SUÍTE DA MOÇA: Arquiteta Erika Queiroz. Detalhe interessante: Ambiente contemporâneo reúne o dormitório, sala íntima, sala de banho e closet, e incorpora a natureza por meio de pedras e madeira. O tapete feito exclusivamente para a Mostra foi desenhado por Erika.

REFEITÓRIO DOS AMIGOS: Arquiteto Ivã Guimarães.

LOFT DO CASAL: Arquitetas Vanessa Koehler (Cuiabá/MT) e Andréa Facchin Bidoia (Primavera do Leste/MT). Detalhe interessante: o ambiente luxuoso traz referências europeias e um jardim quebra a sobriedade dos tons escuros.

HOME THEATER: Arquiteta Ana Carolina Gori. Detalhe interessante: esse ambiente é lindo! Inspirado em uma família moderna que sabe valorizar os momentos juntos e que também receber os amigos no espaço de degustação de vinhos.

REFÚGIO VINTE E SETE: Arquiteta Renata Ayoub Giglio. Detalhe interessante: o ambiente é o ponto de equilíbrio de toda casa. No mobiliário há peças de design dos artistas Jader Almeida e Jayme Bernardo. A referência ao número vinte e sete vem do fato de ser a data de aniversário de Renata.

CLUB HOUSE: Arquitetos André Mann e Nathalie Schamaltz. Detalhe interessante: há um extenso pé direito que dá a sensação de amplitude e liberdade. O ambiente é bem moderno com uma mesa bem iluminada e que está suspensa. Há uma tela que parece estar num ambiente sem gravidade e flutua. O contraste fica por conta da parede de tijolo com um grafite lindo. Ambiente incrível!

SALA DE CONVIVÊNCIA: Arquiteta Adriana Bussiki. Detalhe interessante: o ambiente possui uma iluminação com baixo custo de energia e com materiais e elementos do Cerrado Mato-grossense. As fotografias são do Banavita, produtor de Audiovisual e fotógrafo. Os móveis foram desenhados por Adriana.

LOFT MANHATTAN: Designer Karol Boaventura. Arquiteto Vitor Hugo Barros. Detalhe interessante: como o próprio nome já diz, toda referência do ambiente é inspirada nos lofts da região mais cool e rica de Nova York. O vintage e o moderno se complementam. As belas luminárias que flutuam é de Luciana Martins. Há também uma obra de arte da australiana Nicole Wells.

SALA VIVA: Arquiteta Patricia Gondim. Detalhe interessante: incorporando o tema da edição deste ano, “Casa Viva”, o ambiente une elementos da natureza com a tecnologia trazendo conforto e a alegria que o verde traz para alma.

GMS ADVANCED STUDIO: Arquiteto Flavio de Mello. Detalhe interessante: é um ambiente que une sofisticação e funcionalidade. O que me chamou atenção logo que entrei no estúdio foi a belíssima escultura criada por Flavio.

GRAND LOUNGE: Arquiteta Mara Dalcanale. Detalhe interessante: é um ambiente integrado para reunir a família e amigos. Fiquei muito feliz em ver que a arquiteta escolheu as fotografias do meu querido amigo, Fred Gustavos. Ele foi finalista do reality show de fotografia “Arte na Fotografia”, exibido no canal por assinatura Arte 1.

SALA DE JANTAR: Arquiteta Juliana Cascaes. Detalhe interessante: o teto rebaixado remete à sensação de aconchego. A linda mesa de jantar tem a assinatura de Jader Almeida.

LA VIE ET BELLE: Arquiteto Thiago Alencar (Rondonópolis/MT). Detalhe interessante: é um ambiente intimista e sofisticado, com móveis desenhados pelo arquiteto, como o sofá de tecido poá animal print. Adorei o tapete!

ESPAÇO VIVET: Arquitetas Karise Entringer e Patrícia Rossetto (Primavera do Leste/MT) Muito bacana a ideia de incorporar ao ambiente um pé de jabuticaba que interage harmonicamente com os móveis e o painel de madeira! As arquitetas trabalham com o conceito Hygge, surgido na Dinamarca. Foi legal entrar num espaço que me remeteu à Escandinávia, região do norte da Europa em que morei por alguns anos.

SUÍTE DO RAPAZ: Designer: Elem Preza. Engenheiro: Glaudecir Preza. Detalhe interessante: o ambiente foi inspirado em um jovem que curte viagens, games, música e esportes. O convívio com a natureza se fez por meio de um jardim interno.

SALA DE JOGOS: Designers de Interiores Neila Curvo, Maridilza Aquino e Susana Furlanetto. Detalhe interessante: eu acredito que esse seja o ambiente mais amado por qualquer família que curte estar unida. O uso de materiais de reflorestamento é bem-vindo e casou bem com o ambiente festivo cheio de jogos (lembra a infância antes da internet) e com o poder de entreter a garotada que não desgruda do smartphone e outros aparelhos eletrônicos.

SUÍTE MASTER DO CASAL: Arquiteta Léli Esteves. Detalhe interessante: é um ambiente elegante e confortável. A suíte é um espaço integrado por home de cinema e uma sala para pequenas refeições. O closet de vidro é um luxo! Foi lindo ver as obras de arte de  Orlando Azevedo e da Lara Matana (uma curiosidade: há peças da artista no cenário do filme “Ensaio Sobre a Cegueira”, de Fernando Meirelles).

SUÍTE DO MENINO: Arquitetas Elizangela Poltronieri, Itamara Censi e Jessiva Fiorenza. Detalhe interessante: eu adorei esse ambiente! É o espaço mais Geek da casa! A suíte foi inspirada na teoria científica do Big Bang, e possui um lavado, closet, espaço de jogos e de estudos. Enquanto eu o visitava, vi uma garotinha fascinada e querendo um quarto igual. Eu também quero!

LAVADO SOCIAL: Arquiteta Isis Dantas. Detalhe interessante: este ambiente incorpora toda a essência do tema Casa Viva! O verde das folhagens naturais dialoga bem com o mármore escuro.

HOME OFFICE: Arquiteta Marina Martelli. Detalhe interessante: é um ambiente claro com plantas naturais que pode inspirar qualquer profissional. A luminária é moderna e linda! Marina foi muito atenciosa com o Blog e mostrou a linda poltrona que está na família há décadas. Os quadros são da artista plástica carioca, Mari San Martin.

SUÍTE DO BEBÊ: Arquiteta Luciana Duarte. Detalhe interessante: é o espaço mais “fofura” da casa. Feliz do bebê que viver ali! É muito rico de detalhes, com animais feitos com crochê (valorizando a arte manual) e tem um jardim vertical, trazendo a natureza para o quarto. Projetado pelo designer Sergio Matos, o berço é um show à parte: está suspenso!

LE JARDIN DIOR: Arquiteta Camila Borim. Detalhe interessante: é um restaurante que se harmoniza com elementos da terra, uma referência à “Mãe Terra”, ligada ao lado feminino do planeta. Os tons terrosos se aliam com cores mais escuras. Há uma tela tencionada que reflete a luz e energia solar. Aqui são servidos os risotos do restaurante Gato Mia (aberto de terça a sábado, a partir das 19h).

RECANTO DA CHAPADA: Arquiteto Marlom Aguiar (Tangará da Serra/MT).

 

SERVIÇO

CasaCor_Preços_CreditoBarbaraFontes_Easy-Resize.com

Onde: Shopping Estação Cuiabá

Período: até 16 de dezembro de 2018

Para mais informações: (65) 3615.7001

 

*Créditos das fotos do Blog da Bárbara Fontes: Bárbara e Bianca Fontes.

**Créditos das fotos utilizadas do site CASACOR MT: Helder Faria