Cultura Cervejeira

Evento vai premiar a melhor cerveja artesanal de Mato Grosso

Estão abertas as inscrições para a segunda edição do Concurso de Cerveja Artesanal de Mato Grosso. O evento faz parte da programação do 2º Festival da Cerveja Artesanal, que acontece no dia 30 de novembro, no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá. A expectativa dos organizadores é receber cerca de 4.500 vistantes.

 

O Festival

WhatsApp Image 2019-10-15 at 11.25.25 AM
A primeira edição do festival aconteceu em julho deste ano. Crédito: Divulgação

 

Além de incentivar a cultura cervejeira, o festival vai premiar a melhor criação do estado que poderá até ser produzida e comercializada por uma cervejaria regional. Os apreciadores poderão degustar mais de 70 estilos de cervejas artesanais produzidas por 12 cervejarias de Mato Grosso. Em julho deste ano ocorreu a primeira edição do concurso que premiou quatro cervejas caseiras. As bebidas serão lançadas nesta edição.

 

É uma grande oportunidade para quem está começando neste mercado e pode abrir portas para futuras parcerias, além de dar visibilidade aos novos cervejeiros e estimular novas criações”. (Paula Scanagatta, diretora da Up Eventos e co-idealizadora do Festival)

 

O evento também contará com espaço kids e praça de alimentação com opções de harmonização no cardápio.

 

 

 

Inscrições

IMG-20191004-WA0057
Divulgação

Segundo informações da assessoria de imprensa do evento, podem ser inscritas cervejas caseiras nos estilos American Pale Ale (APA), Saison, Strong Bitter e Gose. Após o encerramento das inscrições, o cervejeiro deverá enviar amostras à comissão organizadora no período de 25 a 28 de novembro. A cerveja deve estar engarrafada e sem qualquer tipo de identificação. O concurso é aberto para filiados da Associação dos Cervejeiros Artesanais de Mato Grosso (Acerva MT) e público geral. As inscrições seguem até o dia 9 de novembro, e o resultado será divulgado no festival. O valor da inscrição para associados da Acerva-MT é R$ 40 e para não-associados, R$ 60. Saiba mais AQUI.

 

 

Ingressos

Os ingressos para a 2ª edição do Festival da Cerveja Artesanal de Mato Grosso estão no primeiro lote, ao valor de R$ 45. A entrada pode ser adquirida na Casa de Festas (shoppings Goiabeiras e Pantanal) on-line pelo site Tech Tickets, em todas as cervejarias participantes e nos empórios: Serra Grande, Monges e Emporio 87. O evento acontece no Centro de Eventos do Pantanal, a partir das 11h, e durante todo o dia haverá apresentações de bandas regionais e show nacional com a Banda Ira!

*Esta matéria do Blog da Bárbara Fontes também contém informações da assessoria de imprensa, Pau e Prosa Comunicação.

 

O BLOG DA BÁRBARA FONTES (BBF) é um site independente e se mantém por meio de recursos próprios e doações dos leitores. Saiba mais:

Campanha “AMIGOS DO BLOG”, acesse aqui e colabore

 

 

BBF nas redes sociais:

Página no Facebook, acesse AQUI.

Grupo no Facebook, acesse AQUI.

Instagram: @barbarafontes2018

LinkedLn, acesse AQUI.

Twitter: @BarbaraFontesBR

Site do BBF: http://www.blogdabarbarafontes.com

E-mail: blogdabarbarafontes@gmail.com

 

 

 

ATENÇÃO

As matérias, reportagens e qualquer outro conteúdo produzido possuem direitos autorais, isto é, exclusivo do Blog da Bárbara Fontes e foi pesquisada, apurada, escrita e publicada por sua editora, Bárbara Fontes. Cada pauta tem um custo e exige muito trabalho para fazer! O plágio é uma atitude covarde e que não deve ser tolerada. Portanto a autora NÃO AUTORIZA a reprodução/veiculação em outros sites, blogs e plataformas (qualquer uso na internet). Também NÃO AUTORIZA a reprodução/veiculação em veículos de comunicação (TV, emissoras de rádio e qualquer meio impresso). Plágio é crime!

Anúncios

Chocomix

Evento reúne gastronomia, artesanato, serviços e atividades para crianças

Como parte do Pantanal Cozinha Brasil, o Chocomix – versão compacta do Festival do Chocolate de Mato Grosso, acontece nos dias 11 e 12 outubro (sexta e sábado), no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá. Apesar de o chocolate ser o protagonista da feira, os visitantes podem se deliciar com uma variedade de quitutes, fazer compras e visitar estandes que oferecem os mais diversos serviços. Para celebrar o Dia das Crianças, a programação de sábado está cheia de novidades para a garotada. A entrada é gratuita.

 

Festival do Chocolate: recordar é viver

Um dos maiores sucessos de público de 2019, o Festival do Chocolate lançou algumas guloseimas que podem ser novamente degustadas no Chocomix, como a sobremesa Bubble Waffle, uma inspiração da receita criada em Hong Kong, da Louly Chocolates.

 

Gostosuras para todos

O público vai ter um ótimo espaço gastronômico para reunir a família e amigos. Os cardápios têm pratos clássicos, releituras e novidades em sobremesas como brigadeiro, donut´s, bolo de pote, pão de mel, churros, pipocas artesanais, cocada, sorvete, waffle, brownie. Assim como degustar a tapioca, batata recheada, batata frita, frango, crepes, hambúrguer, sanduíche gourmet, pastel, espetinho, risotos, cachorro quente, churrasco grego, pizza, culinária de outros países como kebab, yakisoba, comida árabe, produtos veganos, queijos e vinhos do sul do país. A cozinha típica cuiabana também está presente no Chocomix, para alegria dos apreciadores da boa comida.

 

 

Artesanato

A feira de artesanato, moda, beleza e ideias conta com produtos de crochê, para bebês, moda fitness, bonecas, camisetas, calçados, chinelos, moda religiosa, acessórios para cabelos, semijoias, bijouterias, desenhos, crocks e brinquedos.

 

Dia das Crianças

O Chocomix tem uma programação especial para o dia 12 de outubro. Segundo informações da assessoria de imprensa, a digital influencer Mariana Defanti vai comandar um estande de slime enquanto um time afiado de crianças e adolescentes que compõem um grupo de digital influencer vai ministrar oficinas de slime para um público com idade entre 4 e 14 anos, no sábado, em três turmas, com horários às 16h, 17h e 18h. As inscrições serão feitas 30 minutos antes de cada oficina no local.

 

Cuiabá cresceu muito na cena da gastronomia e estes eventos são vitrines para os expositores e oportunidades para o público conhecer em um mesmo dia diversos talentos do segmento. As bebidas também se destacam entre as possibilidades a partir dos drinks coloridos elaborados especialmente para a feira e ainda sucos naturais. “Serão dois dias intensos de programação, teremos oficinas de slime, de chocolates, de robótica, de ginástica cerebral, mini museu de bonecas” (Zilda Castanho, idealizadora do Festival do Chocolate/Chocomix).

 

 

******

Publicidade

APRENDA INGLÊS de forma prática, barata e eficaz! Saiba mais AQUI.

*******

 

Solidariedade

Os visitantes também podem visitar os estandes de projetos sociais como Amor em Retalhos e Luxo sem lixo. Amor em Retalhos é um ateliê com peças feitas por voluntários, cujo objetivo é ajudar as obras sociais Irmão Áureo, que atendem famílias em vulnerabilidade social no bairro Santa Laura, em Cuiabá. Outro parceiro do evento é o projeto Luxo sem Lixo, originário do espaço Nassar, reúne costureiras da região do Coophema (Cuiabá), que por meio de diversos materiais criam peças, como mochilas, bolsas, porta-moeda, avental, lixeirinha de carro.

 

 

 

 

Pets são bem-vindos!

Haverá o espaço pet para deixar os animais de estimação e curtir o evento sem preocupações.

 

Serviço

Chocomix – Pantanal Cozinha Brasil

Data: 11 e 12 de outubro de 2019, a partir das 16h

Local: Centro de Eventos do Pantanal – Cuiabá

 

*Esta matéria do Blog da Bárbara Fontes também tem informações da assessoria de imprensa do evento (Ana Cristina Vieira)

 

 

O BLOG DA BÁRBARA FONTES (BBF) é um site independente e se mantém por meio de recursos próprios e doações dos leitores. Saiba mais:

Campanha “AMIGOS DO BLOG”, acesse aqui e colabore

 

 

BBF nas redes sociais:

Página no Facebook, acesse AQUI.

Grupo no Facebook, acesse AQUI.

Instagram: @barbarafontes2018

LinkedLn, acesse AQUI.

Twitter: @BarbaraFontesBR

Site do BBF: http://www.blogdabarbarafontes.com

E-mail: blogdabarbarafontes@gmail.com

 

 

 

ATENÇÃO

As matérias, reportagens e qualquer outro conteúdo produzido possuem direitos autorais, isto é, exclusivo do Blog da Bárbara Fontes e foi pesquisada, apurada, escrita e publicada por sua editora, Bárbara Fontes. Cada pauta tem um custo e exige muito trabalho para fazer! O plágio é uma atitude covarde e que não deve ser tolerada. Portanto a autora NÃO AUTORIZA a reprodução/veiculação em outros sites, blogs e plataformas (qualquer uso na internet). Também NÃO AUTORIZA a reprodução/veiculação em veículos de comunicação (TV, emissoras de rádio e qualquer meio impresso). Plágio é crime!

 

 

Gastronomia

Especialista em carnes, hamburgueria lança happy hour diferenciado

 

 

Barba Grelha e Bigode-32 (1)_Easy-Resize.com
Foto: Helder Faria

Com nome criativo, a hamburgueria Barba, Grelha e Bigode está localizado na avenida Getúlio Vargas, point disputadíssimo das noites quentes cuiabanas. Recentemente lançou o Happy Hour do Barba com cardápio que oferece porções gourmet e preços acessíveis.

 

Inspirado nos estabelecimentos estadunidenses BBQ House (siga de barbecue, churrasco em inglês), o Barba, Grelha e Bigode, do proprietário Thiago Suíço, churrasqueiro profissional, traz para Cuiabá carnes, sanduíches e pratos que a maioria das pessoas só conhecem por meio de séries e filmes americanos. Além das carnes preparadas nos pontos certos, também oferece alguns rótulos de cervejas artesanais e vinhos selecionados para quem deseja harmonizar os pratos.

 

 

Cardápio diferenciado

Baseado em petiscos a base de carne feito na churrasqueira, como o Trio de Linguiças com pão e chimichurri, bananinha grill com requeijão cremoso e alho frito; e a famosa Porpoca. Os clientes também podem pedir o Torresmo Gigante, feito de carne defumada, assada e frita por imersão. É semelhante a uma porchetta, porém, fica crocante por inteira e não apenas na casquinha. Este prato gourmet é cortado na mesa do cliente. Os preços do cardápio cardápio do Happy Hour do Barba variam de R$ 15 a R$ 32, e a cerveja Budweiser (long neck) é vendida a R$ 5,99 (somente durante o happ hour).

 

 

Do Youtube para a vida real

 

Barba Grelha e Bigode-67_Easy-Resize.com
Thiago Suíço é fotógrafo de alimentos, cozinheiro pelo Senac/MT, churrasqueiro profissional e proprietário do Barba, Grelha e Bigode. Foto: Helder Faria.

Em 2015, o churrasqueiro Thiago Suiço criou o canal Barba, Grelha e Bigode, onde ensinava a fazer na churrasqueira vários tipos de proteínas. Um dia decidiu gravar um episódio onde fazia um brisket (peito bovino) que demora 12 horas para ficar pronto.  A receita fez tanto sucesso que Thiago começou a vender a carne pronta em eventos pela cidade, e o que era um prazer virou um negócio lucrativo com a aquisição de um Food Truck. Em 2018, o Barba, Grelha e Bigode ganha um ponto fixo.

 

 

 

******

Publicidade

APRENDA INGLÊS de forma prática, barata e eficaz! Saiba mais AQUI.

*******

 

 

Bate-papo com o Blog

Thiago Suíço conversou com o Blog da Bárbara Fontes durante o lançamento para a imprensa do cardápio Happy Hour do Barba, realizado em 18 de julho:

Blog da Bárbara Fontes = Thiago, fale um pouco sobre o seu empreendimento

Thiago Suíço = o Barba, Grelha e Bigode é uma Hamburgueria Steak House.  Fomos pioneiros em Mato Grosso a trabalhar com carnes defumadas, conhecido como churrasco americano, que ainda é pouco difundido no Brasil. A gente transforma carnes. A gente não pega só a carne e grelha, o trabalho que a gente faz é de pegar uma carne dura e entrega na mesa do cliente com sabor totalmente diferente e extremamente macia e suculenta.

BBG_BarbaraFontes06

 

 

BBF = Você aprendeu nos Estados Unidos?

TS = Sim. É uma técnica americana. Eu já morei fora do país e aprendi um pouco lá, mas acabei aperfeiçoando aqui mesmo no Brasil. Estive em alguns eventos em São Paulo, chamado Churrascada, que é o maior festival de churrasco no país e um dos maiores da América Latina, geralmente acontece duas vezes ao ano e reúne os maiores chefes churrasqueiros. Você paga para entrar e come à vontade.

 

BBF =  Quando o Barba, Grelha e Bigode foi inaugurado?

TS = Esta casa foi inaugurada em 19 de novembro de 2018, mas a gente estava há 200 metros daqui e era apenas uma hamburgueria pequena com 30 lugares. Era uma casa bem simples que a gente abriu com a cara e a coragem, sem muito planejamento e muito no impulso. Era um restaurante de pintura branca e preta, móveis de madeira e cadeiras vermelhas e comida boa. Não tinha outro atrativo a não ser a comida.

 

 

BBF = E como está agora?

TS = A gente resolveu abrir aqui porque já estávamos com problema de capacidade, o que afastava clientes que não iam à casa porque achavam que sempre estava lotada e o ambiente muito pequeno. Aqui a gente preferiu abrir um espaço muito maior e com quase o triplo da capacidade. A decoração da casa foi pensada para um ambiente mais confortável. A gente contratou um escritório de Arquitetura, a Total Varejo,  especializada em Varejo e Restaurantes. Este prédio era uma casa cuiabana muito antiga que teve a sua primeira utilização comercial, Garagem 86, e a gente preservou alguns aspectos deste bar  como as portas e o portão, também reaproveitamos algumas coisas antigas da casa como as janelas e uma grade. No Barba, Grelha e Bigode tudo foi feito em madeira e não possui nada em MDF para não soar um ambiente falso, e aqui a gente quer trazer a verdade. Até a nossa cozinha é aberta e sem vidro, do lado de fora do restaurante se enxerga a equipe trabalhando, e de dentro, o cliente senta na banqueta do balcão em frente à cozinha, toma um chopp, come uns petiscos e conversa com a gente.

 

 

 

BBF = Você trouxe um novo conceito de gastronomia para Cuiabá?

TS = Sim. Todo mundo comenta: Barba é uma hamburgueria? Sim, a gente é porque a vendemos o produto, mas eu acredito que a gente é mais do que isso e vai ser injusto falar que a gente é somente uma hamburgueria. Eu gosto de falar que a gente é uma casa especializada em carnes. A gente tem o cardápio de carnes, o cardápio de hambúrgueres e o cardápio de carnes defumadas, então tudo tem carne. A gente não trabalha com nada que não seja carne, ou é bovina ou é suína. A gente tem alguns com uma base de peixes, a gente faz o salmão defumado porque a gente não compra defumado. Noventa por cento das coisas que vendemos, nós fazemos e não compramos.

BBG_BarbaraFontes01
Foto: Bárbara Fontes

 

 

 

BBF = Para uma pessoa que vem pela primeira vez aqui, o que você sugere de cardápio?

TS = Eu sugiro algo que não tem em outros lugares, apesar de que há hambúrgueres em outros lugares, lógico, mas o nosso tem um diferencial porque é feito numa churrasqueira à lenha e carvão, com carne de alta qualidade, porém, a especialidade da casa são os sanduíches feitos com carnes defumadas, que a gente defuma e assa por quase dez horas. A gente desfia a carne e põe no sanduíche seguindo um padrão americano, não vai alface e tomate, e sim uma salada americana, que é a base de repolho, gelada e levemente doce que é para combinar com o defumado. Tem o pastrame, que é muito usado nos Estados Unidos mas é de origem judaica. Como os judeus não comem carne suína, o pastrame é considerado o bacon  bovino. É uma ponta de peito, curada durante 14 dias, com várias especiarias e pouquíssimo sal, depois a gente defuma e assa até a carne desmanchar e é uma explosão de sabores. Essa carne fica com a cor vermelha por dentro como se fosse o charque, aquela carne que a gente usa na feijoada.

 

 

BBF = O que você pode dizer a respeito do Happy Hour do Barba?

TS = Geralmente a casa abre as 19h e vai até meia-noite, de quarta a segunda e sempre fecha às terças-feiras. Com o Happy Hour, ela vai abrir às 18h. A gente quis trazer petiscos diferenciados, somente com carnes, tirando a nossa Porpoca.

 

 

BBF = O que é Porpoca?

TS = O chef Jefferson Rueda, que é um dos maiores chefs do Brasil especializado em carne suína, quem faz a Porpoca. É uma pipoquinha feita de carne suína, só que em vez de usar milho se usa a pele do porco, o torresmo sem gordura e sem carne. É só é um crocantizinho extremamente leve para comer e tomar com cerveja.

 

IMG-20190805-WA0015
Olha a Porpoca feita por Thiago Suíço!! (acervo pessoal)

 

 

BBF = Quem vem aqui para o happ hour vai ouvir qual estilo de música?

TS = Geralmente a gente toca rock pop a rock clássico. Não é o rock moderno, da garotada dos dias atuais. Aqui se toca o rock mais antigo, da década de 1990 para baixo. Com o happy hour nós vamos fazer o calendário das músicas ao vivo.

BBG_BarbaraFontes05

 

 

 

BBF =  Thiago, como nasceu o nome Barba, Grelha e Bigode?

TS = A gente começou como um Blog no Youtube. A gente ensinava a fazer carne em churrasqueira profissional que faz churrasco em espeto, e o nosso foco eram os homens. A gente ensinava a fazer todos os tipos de proteínas na grelha e no espeto, algo parecido  como a ida de um homem ao salão e o barbeiro pergunta: O que vai ser hoje? E a resposta é barba, cabelo e bigode – serviço completo. O Barba, Grelha e Bigode é completo, a gente trabalha com todos os tipos de proteínas na grelha. A produção de conteúdo do canal está parada, mas tem conteúdo lá onde a gente faz frutos do mar, peixe, frango, carne bovina, carne suína. Qualquer tipo de proteína, a gente faz na churrasqueira.      

 

 

SERVIÇO

Restaurante Barba, Grelha e Bigode

Funcionamento: de quarta a segunda-feira

Horário: das 18h às 23h

Endereço: Avenida Getúlio Vargas, nº 1319. Bairro Popular. Cuiabá-MT

*Esta matéria também tem informações da assessoria de imprensa (Pau e Prosa Comunicação)

 

 

Saiba mais:

Canal no Youtube, acesse aqui.

 

*Matéria publicada em 27.07.19

 

O BLOG DA BÁRBARA FONTES (BBF) é um site independente e se mantém por meio de recursos próprios e doações dos leitores. Saiba mais:

Campanha “AMIGOS DO BLOG”, acesse aqui e colabore

 

 

BBF nas redes sociais:

Página no Facebook, acesse AQUI.

Grupo no Facebook, acesse AQUI.

Instagram: @barbarafontes2018

LinkedLn, acesse AQUI.

Twitter: @BarbaraFontesBR

Site do BBF: http://www.blogdabarbarafontes.com

E-mail: blogdabarbarafontes@gmail.com

 

 

 

ATENÇÃO

As matérias, reportagens e qualquer outro conteúdo produzido possuem direitos autorais, isto é, exclusivo do Blog da Bárbara Fontes e foi pesquisada, apurada, escrita e publicada por sua editora, Bárbara Fontes. Cada pauta tem um custo e exige muito trabalho para fazer! O plágio é uma atitude covarde e que não deve ser tolerada. Portanto a autora NÃO AUTORIZA a reprodução/veiculação em outros sites, blogs e plataformas (qualquer uso na internet). Também NÃO AUTORIZA a reprodução/veiculação em veículos de comunicação (TV, emissoras de rádio e qualquer meio impresso). Plágio é crime!

 

 

Oktoberfest Louvada 2019

Festa alemã mais famosa do mundo acontece em Cuiabá neste sábado

Desde o seu surgimento, Cuiabá tem fama de hospitaleira e festeira. Diversos povos encontraram na capital de Mato Grosso um bom lugar para criar raízes. Segundo documentos históricos, a primeira ‘festança’ ocorreu na descoberta do ouro pelos bandeirantes na região de São Gonçalo Velho (hoje, São Gonçalo Beira-Rio), com muita bebida e comida. Festar está no DNA cuiabano e não importa de quem é a festa. Por isso, a celebração alemã mais famosa do mundo, a Oktoberfest, adotada pela Cervejaria Louvada é muito bem-vinda na ‘Cuiabrasa’, que só no mês de setembro bateu recordes de calor intenso. A 4º edição da Oktoberfest Louvada acontece neste sábado (05.09), a partir das 17h, na Arena Pantanal.

 

A festa da Cultura Cervejeira

OKtoberfest 02
Divulgação

Ao entrar na Vila Germânica, os participantes terão a oportunidade de fazer parte da Cultura alemã. Muita música, pessoas com trajes típicos, comidas  da região da Baviera e brincadeiras, como o beerpong, fazem parte da programação que contabiliza oito horas de festa. Estarão disponíveis 10 estilos de chopes artesanais retirados direto do tanque e um foodpark temático com grandes parceiros gastronômicos, como Barba Grelha e Bigode, Cozinha dos Fundos, Burguer na Praça, Suelem Almodi, Gregório Meat, Rock Burguer, Empório 87 e O Cara do Churrasco. É claro que não pode faltar o tradicional concurso alemão de chopp de metro, prática realizada há mais de duzentos anos!

 

 

Chopp Rosa

Chope rosa
Divulgação

 

A Oktoberfest Louvada também vai celebrar o Outubro Rosa. Em parceria com a Rede Feminina de Combate ao Câncer de Mato Grosso, a cervejaria desenvolveu o chopp rosa – que segue a receita tradicional da Louvada Pílsen, carregando apenas a coloração diferenciada. A bebida foi lançada na edição do ano passado. Toda a renda arrecadada será revertida para o auxilio do combate ao câncer de mama.

 

 

 

 

Shows Nacional e Regionais

Os fãs do rock nacional poderão curtir a icônica banda RPM. Os shows regionais ficam por conta das bandas mais queridas da cidade: Stone Eagles, The Vinis e Imitáveis. Também haverá apresentação do cantor Henrique Miranda.

 

 

******

Publicidade

APRENDA INGLÊS de forma prática, barata e eficaz! Saiba mais AQUI.

*******

 

 

Em prol do Meio Ambiente

O passaporte dá direito à caneca personalizada. Seu uso no evento é indispensável e necessário. A Cervejaria Louvada apoia a redução do consumo de copos plásticos e preservação do meio ambiente.

 

 

Cervejeiros, uni-vos!

Segundo informações da assessoria de imprensa, a última edição da Oktoberfest Louvada reuniu cerca de 4 mil pessoas. A expectativas para este ano é receber 5 mil apreciadores da marca cervejeira que mais cresce no estado.

 

 

Última Chamada!

Ainda dá tempo para adquirir o passaporte! A ‘virada de lote’ da Oktoberfest será às 22h de sexta-feira (04.10)

 

 

Oktoberfest no Brasil

Foi amor ao primeiro gole de cerveja! A Oktoberfest surgiu no Brasil no início de 1984, em Blumenau, Santa Catarina. A cidade, colonizada por alemães, sedia um dos maiores eventos do país. A festa cervejeira está presente em vários Estados brasileiros. Em Cuiabá acontece desde 2016, e este ano, a cuiabana Cervejaria Louvada realiza pela primeira vez, a Oktoberfest em Porto Velho (26.10), capital de Rondônia.

 

 

Oktoberfest na Alemanha

Era outono em Munique, região da Baviera, quando o futuro rei Luís I se casou com a princesa Teresa da Saxônia-Hildburhausen. Toda a população pode participar da boda ocorrida em 12 de outubro de 1810, nos campos em frente à porta da cidade – até hoje conhecida como Theresienwiese (Gramado de Teresa), abreviado Wiesn. Após a cerimônia, uma corrida de cavalos animou a todos. No ano seguinte, a corrida foi novamente realizada e assim surgiu a Oktoberfest oficialmente. De 1811 até os dias de hoje, apenas 24 edições não ocorreram por motivos de guerras e epidemias. A última corrida de cavalos ocorreu em 1960. Atualmente a festa alemã recebe turistas de toda parte do mundo, e tem a cerveja, tirada de centenas de tanques, como atração principal.

 

Ingressos

O passaporte para a quarta edição da Oktoberfest já está disponível. Os ingressos promocionais custam R$ 50 + 1kg de alimento não perecível (entregue no dia do evento), com direito à caneca personalizada

Os ingressos do 1º lote já estão se esgotando. Os pontos de vendas são na Cervejaria Louvada (Fábrica – Av. das Torres, 4511), quiosques Louvada nos shoppings Pantanal e Estação, Casa de Festas e pelo site (acesse AQUI).

 

 

Atenção:

O passaporte dá direito à entrada ao evento e uma caneca de chopp. A consumação é pago à parte. Menores de idade só poderão entrar na Oktoberfest Louvada com os pais.

*Esta matéria do Blog da Bárbara Fontes também contém informações da assessoria de imprensa Pau e Prosa Comunicação, e dos sites oficiais da Oktoberfest (Brasil e Alemanha).

 

O BLOG DA BÁRBARA FONTES (BBF) é um site independente e se mantém por meio de recursos próprios e doações dos leitores. Saiba mais:

Campanha “AMIGOS DO BLOG”, acesse aqui e colabore

 

 

BBF nas redes sociais:

Página no Facebook, acesse AQUI.

Grupo no Facebook, acesse AQUI.

Instagram: @barbarafontes2018

LinkedLn, acesse AQUI.

Twitter: @BarbaraFontesBR

Site do BBF: http://www.blogdabarbarafontes.com

E-mail: blogdabarbarafontes@gmail.com

 

 

 

ATENÇÃO

As matérias, reportagens e qualquer outro conteúdo produzido possuem direitos autorais, isto é, exclusivo do Blog da Bárbara Fontes e foi pesquisada, apurada, escrita e publicada por sua editora, Bárbara Fontes. Cada pauta tem um custo e exige muito trabalho para fazer! O plágio é uma atitude covarde e que não deve ser tolerada. Portanto a autora NÃO AUTORIZA a reprodução/veiculação em outros sites, blogs e plataformas (qualquer uso na internet). Também NÃO AUTORIZA a reprodução/veiculação em veículos de comunicação (TV, emissoras de rádio e qualquer meio impresso). Plágio é crime!

 

 

Gastronomia

Muito além da Bloomin’ Onion!

 

O Blog da Bárbara Fontes foi convidado para um almoço especial no Outback Cuiabá, localizado no Shopping Estação. A proposta era conhecer os cortes de carnes nobres oferecidos. Foi um momento muito interessante para o Blog porque já estava na pauta fazer uma matéria sobre os famosos cortes de carne – aqueles que a gente vê nos programas de culinárias das TV aberta e por assinatura. 

 

 

Os tipos de cortes da Outback Steakhouse:

 

*Sirloin – miolo da alcatra;

*Contra-filet;

*Filet-mignon;

*T-bone – este famoso corte de carne em que o filet mignon e o contra-filet ficam unidos por um osso em forma de T;

*Ribeye – um corte exclusivo da parte superior da costela bovina

 

As carnes são retiradas da parte superior dos gados das raças Hereford e Angus, das fazendas de criação localizadas na Argentina. As carnes são macias porque passaram por três processos: a marmorização, onde os pequenos filetes de gordura se dissolvem quando são cozidos; a tenderização, um processo de perfuração para soltar as fibras naturais da carne; e a maturação, um processo natural da ação de enzimas que deixam a carne mais macia.

 

Em seguida, as carnes são embaladas a vácuo, mantendo-as conservadas e protegidas contra bactérias. O Outback criou para os seus colaboradores um Manual de Boas Práticas para a manipulação correta de alimentos. Os fornecedores de carnes devem cumprir todas as exigências da Vigilância Sanitária e ter o certificado de manipulação segura de alimentos. Todos os ingredientes utilizados na preparação dos pratos são rigorosamente frescos e os itens que compõem o cardápio são preparados diariamente pela equipe de outbackers – como são chamados os funcionários.

 

 

 

O Blog experimentou e aprovou!

O meu almoço foi assim: um maravilhoso (e inesquecível!) Arroz Tâsmânia, com o corte de carne Ribeye (foto de capa desta matéria). Também experimentei a Caesar Salad e um suco de morango com laranja (eles não se misturam!). A sobremesa foi a extraordinária Passion Mango Parfait, um creme aveludado de manga, maracujá, amêndoas com um toque de pimenta caiena. Antes de chegar os pedidos, recebemos um delicioso pão caseiro, exclusividade do Outback, com uma manteiga.  

 

 

 

 

Meus pedidos no Outback Cuiabá: almoço mais que perfeito! Fotos: Bárbara Fontes.

 

 

 

 

OutbackCuiabá_EueManoel_fotoYael Botelho
Eu e Manoel Zorzal. Foto: Yael Botelho.

 

O proprietário da unidade Outback Cuiabá, Manoel esteve presente e eu aproveitei para dizer que sentia algo diferente na comida do Outback, e perguntei qual era o segredo. Manoel respondeu que são os temperos secretos que tornam os pratos do restaurante diferentes de outros lugares. Ele mostrou uma prateleira com 17 frascos que significam: 16 são tipos de temperos e especiarias.

 

 

 

 

 

OutbackCuiabá19_Easy-Resize.com
Foto: Bárbara Fontes

 

E o 17º tempero? Manoel explicou ao pegar o último frasco com pequenas bolinhas que lembram pérolas negras de diversos tamanhos e tonalidades: só existe em Cuiabá e representa todas as pessoas que trabalham e visitam a unidade! Cada restaurante Outback no mundo todo tem o seu 17º frasco especial. O que torna um simples almoço da semana em uma experiência que vai além da gastronomia porque também tem humanidade. Outras coisas também me chamaram a atenção durante o almoço: a alegria dos colaboradores no atendimento e as várias comemorações de aniversário. O aniversariante do mês ganha a sobremesa com direito ao ‘Parabéns pra Você dos outbackers. Era uma festa atrás de outra! 

 

 

 

 

Outback: um pouco de História

Tudo começou quando o filme australiano Crocodilo Dundee estreou mundo afora. Um dos maiores sucessos do país do canguru até hoje, não apenas ganhou fãs apaixonados, como também ganhou uma rede de restaurantes em sua homenagem: o Outback! Engana-se quem pense em se tratar de uma famosa franquia australiana espalhada nos quatro cantos do mundo, com todas as referências possíveis à fauna, flora e cultura nativa, na verdade é um empreendimento estadunidense que surgiu de um grupo de amigos malucos pelo filme Crocodilo Dundee. Nos primeiros anos da empresa, todas as unidades eram decoradas de acordo com o filme! Atualmente a rede de restaurantes faz parte do grupo Bloomin’ Brands, com milhares de funcionários em todo mundo.

 

CrocodiloDundee_poster_IMDb
Poster do filme Crocodilo Dundee (1986). Fonte: IMDb.com

 

Esta história bacana eu ouvi pessoalmente do proprietário do Outback Cuiabá, Manoel Maia Zorzal, durante o almoço para jornalistas convidados. Ele também contou que a Outback não é uma franquia. É uma empresa que possui unidades comandadas por funcionários de carreira da própria Outback. Antes de Manoel vir parar na calorosa e hospitaleira tricentenária Cuiabá, ele havia ralado muito por nove anos, onde inciou como garçom, depois bartender e passou por todos os setores da empresa. Hoje, ele é a pessoa que trouxe um dos restaurantes mais desejados pelos cuiabanos. Perdi a conta de quantas vezes na vida ouvi “falta um Outback em Cuiabá”. Agora não falta mais! Na verdade, ao meu ver, falta sim: Manoel abre um em Várzea Grande!!        

 

O Outback é famosa pela sua cebola gigante Bloomin’ Onion, a costela de porco feita em chama aberta com molho barbecue e o chopp que vem numa caneca supercongelada. Esses são os mais pedidos durante o Billabong Hour, o happy hour da Outback. Os pratos e drinks do cardápio do restaurante também trazem referências ao país, como é o caso do aperitivo Kookaburra Wings (sobreasas de frango empanadas), inspirado no Kookaburra, um pássaro grande e imponente, símbolo da Austrália.

 

 

 

 

Bloomin’ Onion antes e depois. Tem seu formato inspirado na flor australiana Waratah que geralmente tem cores avermelhadas e floresce na Austrália nos meses de setembro e novembro. Foto 1: Bárbara Fontes. Foto 2: site Outback Brasil.

 

 

 

 

Outback em Cuiabá

Entrar na unidade cuiabana é realmente fazer uma viagem à Austrália, um país de primeiro mundo, quente como o Brasil e cheio de riquezas culturais. Tudo o que há no restaurante tem um motivo: seja no uniforme da hostess (anfitriã), a querida Kariny Azambuja, que lembra um guia que leva os turistas para conhecer o Monte Conner, no Outback (região desértica da Austrália). A decoração possui pinturas (com areias) de animais que só existe naquele país e objetos da cultura aborígene. É tudo lindo e acolhedor!

 

 

 

 

Outback Cuiabá, da entrada às áreas internas. Fotos: Bárbara Fontes.

 

 

 

 

 

hostess Kariny recebe os frequentadores do Outback Cuiabá. Detalhes da decoração australiana. Fotos Bárbara Fontes.

 

 

 

 

 

Detalhes que fazem toda a diferença no Outback Cuiabá. Fotos Bárbara Fontes

 

 

O Outback Cuiabá está localizado no Shopping Estação Cuiabá. O restaurante possui uma área de 611m², 240 lugares, novo design inspirado no deserto da Austrália. Manoel Zorzal contou para o Blog da Bárbara Fontes que já fazia alguns anos que a Outback planejava abrir uma unidade em Cuiabá. Foram realizados muitos estudos e pesquisas que mostraram que a cidade, que recentemente completou 300 anos, possui potencial para receber o empreendimento. São 100 empregos diretos! Durante a fase de recrutamento para trabalhar no Outback Cuiabá, mais de quatro mil pessoal se candidataram às vagas oferecidas. 

 

Desde a sua inauguração, no final de 2018, a Outback Cuiabá tem superados todas as expectativas de funcionamento, atendimento e lucros. Mais uma prova de que Cuiabá é a cidade das boas oportunidades.  

 

 

Serviço

Outback Steakhouse Shopping Estação Cuiabá

Horário de funcionamento:

Segunda à quinta – 11h30 às 23h

Sextas e sábados – 11h30 às 00h

Domingos e feriados – 11h30 às 22h30

Billabong Hour – 17h às 20h

End: Avenida Miguel Sutil, 9300 – Duque de Caxias –  Piso L1

 

*Agradecimentos:

O Blog da Bárbara Fontes agradece o Outback Brazil por proporcionar a experiência gastronômica; ao senhor Manoel Zorzal pela receptividade e ótima conversa; à Yael Botelho, da Yod Comunicação pelo convite e pela ajuda na escolha dos pratos; e a todos os outbackers que nos atenderam.

 

**A matéria também possui informações das Assessorias de Imprensa: Jeffrey Group e Yod Comunicação. 

 

***Matéria publicada em 11 de maio de 2019, e atualizada em 28 de setembro.

 

CAMPANHA AMIGOS DO BLOG DA BÁRBARA FONTES

Blog da Bárbara Fontes propõe a pesquisa, elaboração e difusão de produção de conteúdo sobre diferentes temas, e a difusão de ações beneficentes e voluntárias.

As matérias, artigos e textos informativos são pautados e passam por pesquisas, apurações, checagens e revisões antes de serem publicados. As matérias do Blog batem recordes de acessos! Os leitores são de todas as partes do Brasil e também é acessado em vários países! Até o fechamento desta matéria, o Blog produziu e publicou 280 textos (matérias, reportagens, artigos etc).

BlogJulho2.jpg

 

 

 

Publicações de julho (até 25/07/19)

BlogJulho3

 

 

BlogJulho4

BlogJulho5

 

 

Blog Reconhecido!

 

BlogJulho6
Julho/2019

 

 

ListaWP

O Blog da Bárbara Fontes utiliza recursos próprios para a produção de todo o conteúdo e manutenção do site. Além de exigir muito trabalho, há um custo mensal para que o blog continue no ar. Tendo em vista esta realidade, surgiu o AMIGOS DO BLOG!

 

 

Faça parte dos AMIGOS DO BLOG!

 

Como colaborar com o BLOG DA BÁRBARA FONTES?

 

Você pode contribuir com doações a partir R$ 100,00, por meio de depósito ou transferência para:

Banco do Brasil

Agência: 2764-2

C/C: 72561-7

(Bianca de Aguiar Fontes)

CPF: 080.104.151-11

 

 

Após o pagamento, envie um e-mail para: blogdabarbarafontes@gmail.com , ou mensagem via WhatsApp (65-99237.4762/Bárbara Fontes) e com cópia do comprovante da transferência/depósito.

 

Sua doação contribui efetivamente para que o Blog da Bárbara Fontes continue a produzir conteúdos bacanas, incentivar o hábito diário de leitura e informar a população diariamente.

 

O BLOG DA BÁRBARA agradece o apoio!

Bárbara Fontes

Cineasta/Jornalista

Editora do Blog da Bárbara Fontes

Gastronomia

Festival do Chocolate de Mato Grosso, o maior e mais delicioso do Centro-Oeste acontece nesta sexta-feira em Cuiabá

 

 

“Chocolate! Chocolate! Chocolate!
Eu só quero chocolate
Só quero chocolate
Não adianta vir com guaraná pra mim
É chocolate
O que eu quero beber”

 

 

close up photography of cocoa powder
Foto por Delphine Hourlay.

Assim já dizia o poeta Tim Maia que imortalizou em forma de música, uma das melhores invenções gastronômicas do mundo. Quem diria que da semente do cacau, planta nativa do continente americano, surgiria uma bebida forte e afrodisíaca (xocoatl) feita pelos indígenas do período pré-colombiano. O Chocolate que conhecemos hoje, passou por muitas transformações e além de ser um bálsamo nos dias de TPM (Tensão Pré-Menstrual), também se encontra em pratos salgados e até na indústria cosmética. Com chocolate não tem tempo ruim porque é bom em todas as estações do ano.

 

Cuiabá também se rendeu às benesses do chocolate e há quatro anos sedia o Festival do Chocolate, que vai acontecer entre os dias 26, 27 e 28 de julho, no Sesi Papa, no bairro Morada do Ouro. O evento reúne as tradicionais empresas de doces da capital, além de salgados, comidas saudáveis, artesanato, moda, plantas naturais, divulgação de projetos sociais e oficinas gratuitas. São cerca de 160 expositores e há uma estimativa de um público de 40 mil pessoas. A entrada é gratuita.

 

Cuiabá 300 anos

O festival deste ano tem como tema, o tricentenário da capital de Mato Grosso, celebrado em 8 de abril. Além da decoração alegre e festiva, também vai realizar um concurso de bolo cenográfico, uma das novidades da quarta edição. “A proposta é revelar a criatividade dos apaixonados por confeitaria”, explica Zilda Castanho, idealizadora e organizadora do Festival do Chocolate. Zilda é uma expert no assunto e já participou de vários eventos pelo país, como o Festival de Chocolate e Cacau de Ilhéus.

 

 

 

WhatsApp Image 2019-07-09 at 3.38.18 PM
Zilda Castanho no Festival de Chocolate e Cacau de Ilhéus (acervo pessoal)

 

“A configuração do Festival baiano é diferente do nosso, até mesmo porquê a região é famosa pela produção de chocolate, reunindo também produtos da agricultura familiar, feitos por cooperativas, associações e assentamentos. No entanto, temos em comum essa vocação de criar ambiente propício para divulgação e comercialização dos produtos e serviços de empresas de todos os portes, especialmente o empreendedor individual, a confeiteira, a artesã, o cozinheiro”.

 

 

 

Empreendedorismo  

A empresária do segmento de chocolates, Fabiane Louly, que participa desde a primeira edição do Festival, comenta que a Louly Chocolates está preparando sabores exclusivos para esta edição. Desde a segunda edição do evento, porém no segmento de comidas salgadas, Janildo da Divina Batata explica que em quatro anos de história a marca já desenvolveu 15 sabores, processando mais de 1 tonelada de batatas por mês. “Estamos testando novas receitas para o Festival. No ano passado levamos o Gellato de batata doce e foi um sucesso”, comemora.

A empresária Anna Carolina L Barbosa Colombo, da Sannta Doçura, que atua com doces para festas e casamentos, pontua que uma das características do Festival do Chocolate é a afetividade: “Empresas familiares ficam ainda mais unidas pois todos se envolvem no feitio do produto, colocam a mão na massa, até a comercialização nos dias do evento, que atrai meu público alvo. Ele restaurou o meu negócio e a minha família, veio para mudar a nossa história”.

Já Mariana Prata Aguiar, da Quitandas da Vó Rita, comenta que é a sua primeira participação no evento e está ansiosa para servir as petas feitas artesanalmente com polvilho doce em seis sabores como tradicional; cebola, alho e salsa; pimenta; queijo; multigrãos e beterraba.

 

Artesanato e Moda

O Festival do Chocolate abre espaço para o artesanato, a moda, tendências. Assim, diversas artesãs, empreendedoras e apaixonadas pelo acabamento perfeito, linhas e tecidos expõem suas peças. A artesã Célia Cardoso, das Coisinhas da Vovozinha, que atua com laços, arcos, faixas de bebês feitos artesanalmente, destaca a organização do evento. Esta é a sua terceira participação e já começou a criar peças inspiradas no Festival. “É maravilhoso, sempre que participo eu tenho retorno e para nós, artesãos, oportunidades desta natureza são importantes pois incrementam nosso negócio. A minha expectativa é muito grande, tenho certeza de que será ainda melhor”.

 

A empreendedora Loureana Alves Silva, da Inovary Acessórios, conta que lançou a moda afro em acessórios no Festival do ano passado e percebeu que os clientes conquistados na ocasião continuaram.  A expectativa também motiva Cristina Ribeiro que atua com cintas modeladoras, que apesar de cinco anos atuando no segmento, há dois anos passou a fabricar seu produto e agora comercializa suas peças não só no ambiente virtual, reconhecendo o Festival como uma excelente oportunidade de divulgação.

Pela primeira vez no Festival, Marcia Rodrigues aposta na moda com temática cristã para conquistar o público. “Com inovação, diferenciação e excelência em qualidade, as peças se destacam também em beleza”, acrescenta. Também pela primeira vez no Festival, Pamela Melo de Castro, da Sal Rosa moda fitness, vai levar o conceito de conforto em vestuário para a prática de atividades físicas: “Para mim o Festival traz um público engajado nas redes sociais e o evento é uma oportunidade de fazer negócios. Comecei como sacoleira, trabalhando também em outras empresas de eventos, resolvi abrir meu próprio negócio e estou com uma ótima expectativa sobre o Festival”.

 

Um festival que faz o Bem

Desde a sua primeira edição, o evento abre espaço para entidades beneficentes e filantrópicas no sentido de contribuir com a responsabilidade social:

As entidades são convidadas a participar, sem qualquer custo, justamente para otimizar a comercialização de seus produtos, além claro, de divulgar as iniciativas que fazem a diferença em nossa cidade e transformam realidades”. (Zilda Castanho)

bazar

 

Neste ano, participam a Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer de Mato Grosso, Amor em Retalhos, Luxo sem Lixo, Apam, Lions Clube Cuiabá Norte, Pastoral Familiar São João Paulo II, Clichês na rua e projeto Verde Novo.

 

 

Sempre presente no festival, a Rede Feminina está com o Bazar do Bem, em que comercializa roupas e sapatos recebidos em doação. Criada em 1989, a entidade filantrópica surgiu do sonho de um grupo de mulheres com intuito de prestar atendimento e assistência social aos pacientes carentes com diagnóstico de câncer. A presidente da Rede Feminina, Maria Carmen Palma Faria Volpato, destaca que a participação no Festival é essencial pois o valor arrecadado contribui para aquisição de medicamentos e próteses destinados aos pacientes oncológicos, bem como o auxílio na realização de exames.

O projeto Amor em Retalhos participa pelo segundo ano do Festival e prepara diversos produtos como jogos americanos, capa de galão de água, toalhas de lavabo, difusores, velas, caminhos de mesa, sacolinhas para carro, toalhas de banho, toalhas para cabeça, guardanapos, sousplat, capa de sousplat, nécessaire. Amor em Retalhos é um ateliê com peças feitas por voluntários, cujo objetivo é ajudar as obras sociais Irmão Áureo, que atendem famílias em vulnerabilidade social no bairro Santa Laura, em Cuiabá. Isolda Risso, empresária e coordenadora do ateliê, comenta que o Festival foi um marco decisivo na história do projeto. “A partir do Festival, o Amor em Retalhos ampliou seu espaço físico, montou a loja para atender a demanda que veio depois da nossa participação”, comentou.

Também pelo segundo ano consecutivo participando do Festival, o projeto Luxo sem Lixo, originário do espaço Nassar (que remete às iniciais das palavras Natureza, Amor, Saber, Simplicidade, Amizade e Realização), nasceu a partir de uma doação de sobras de material de cortinas. A iniciativa estimula a economia criativa, reunindo costureiras da região do Coophema, que recebem uma porcentagem do valor pela produção. Assim, utilizando outros tecidos e materiais incorporados à doação recebida, diversos produtos foram confeccionados, como mochilas, bolsas, porta-moeda, avental, lixeirinha de carro. “Temos cinco costureiros e costureiras, entre eles um de 17 anos, um meio de incentivar a criatividade, descobrir novos talentos, e ainda motivar a arte da costura independente da idade”, comentou Ju Manfredini.

Também participa do evento, a Associação Matogrossense Protetora dos Animais (Apam), criada em 1996 e que a partir de 2006 teve uma alavancada em suas ações por conta da adesão de membros protetores, de padrinhos e eleição de uma nova diretoria. A Associação possui um abrigo, ainda sem sede própria, para cerca de 60 cães e gatos. “Realizamos o Bazar mensalmente no bairro Pedra 90, normalmente no segundo domingo do mês, fazemos rifas venda de almoço, calendário e camisetas. Desde 2017 participamos do Festival com o Bazar e o valor arrecadado é muito importante para nossas ações”, explicou Valéria Cerisara.

Realizado no Sesi Papa, o Festival do Chocolate 2019 vai contar com a participação da Comunidade Memorial São João Paulo II. A coordenadora da Pastoral Familiar, Susi Aparecida Inoui explica que o milho e seus derivados, como pamonha, bolos e curau, são os protagonistas do estande, sendo a renda revertida para a ampliação da capela São João Paulo II. “É a nossa primeira participação no Festival, estamos felizes pela oportunidade e ansiosos para receber o público aqui no Memorial, um espaço tão significativo em nossa cidade. O Papa João Paulo II visitou Cuiabá em 16 de outubro de 1991 e celebrou missa campal às 11 horas no espaço onde hoje há uma praça de oração com uma cruz no centro”, acrescentou Susi.

O projeto Clichês Na Rua vai levar sua arte para o Festival do Chocolate. Para Talissa Briante, fundadora da iniciativa com Thiago Azevedo, somos vários corações pulsando e almejando por uma mesma coisa: “Transformar o mundo, o mundo de uma pessoa, através do Amor. Assim, o Clichês Na Rua é um movimento e uma marca social, com a missão de fazer uma diferença significativa na vida de cada pessoa que passa por nós”, pontua ela. Talissa conta que o Clichês Na Rua realiza três tipos de trabalhos: impacto social nas ruas, em que são colados arte de rua (lambe-lambe) com frases de amor, positividade e encorajamento, em postes e muros abandonados, com autorização do poder público; produção e comercialização de produtos como camisetas, canecas, pôsteres e adesivos e doações, em que a cada venda, uma parte do valor é doado para comunidades e investido no impacto social. No Festival, a ideia é comercializar os produtos e causar um impacto social por meio das mensagens.

Já o Lions Clube Cuiabá Norte, Organização não governamental de prestação de serviços voluntários e vinculado ao Lions Clubes Internacional, participa do Festival em parceria com a tradicional sorveteria Nevaska. São 50 anos de fundação, originando-se do Lions Clube de Cuiabá, o primeiro clube de Lions fundado em Mato Grosso, há mais de 60 anos na capital.

Pela primeira vez no evento, o projeto Verde Novo vai distribuir mudas de árvores de espécies tropicais ao público. Uma iniciativa do Tribunal de Justiça, da Vara Especializada do Meio Ambiente – Juizado Volante Ambiental (VEMA-JUVAM), Prefeitura de Cuiabá e a OSCIP Instituto Ação Verde, o projeto tem como objeto estruturar e conduzir ações de educação ambiental com foco na arborização de escolas públicas e privadas, área públicas e grandes espaços de Cuiabá, conscientizando a população sobre a importância das áreas verdes para as zonas urbanas, além de buscar o resgate do título de “Cidade Verde” para a capital.

 

Espaço Kid e Espaço Pet

As crianças podem e devem participar do festival, há um espaço lúdico para brincar e interagir. O evento também está de braços abertos para receber os pets, e com opções de doces específicos para animais.

 

Realização

A quarta edição do Festival do Chocolate ocorre em parceria com o Serviço Social da Industria (Sesi) e a Universidade de Cuiabá (Unic), apoio da Itaipava e Gráfica Print.

 

SERVIÇO

4º Festival de Chocolate de MT

Data: 26, 27 e 28 de julho, das 16h às 00h

Local: Sesi Papa, Av. Oátomo Canavarros, S/N, bairro Morada do Ouro, Cuiabá

Entrada gratuita

Informações: (65) 98412-9090 (Zilda Castanho) e nas redes sociais .

 

*Esta matéria também possui informações da assessoria de imprensa do Festival do Chocolate de Mato Grosso (Ana Cristina Vieira).