Cine Teatro Cuiabá

Confira a programação de Teatro, Cinema e Música no mês de abril

 

56681325_1218016708362741_4243579833369493504_o

Anúncios

Perfídia 2019

Estão abertas até 5 de abril, as inscrições para a 2° edição do Festival de Performance e Novas Mídias.

 

Perfídia é uma plataforma de arte, produção cultural, tecnologia e educação.

 

A segunda edição da mostra de multilinguagem Perfídia tem o objetivo principal a intersecção entre performatividade do corpo – como o teatro, performance, imersão e interatividade, e novas mídias como as tecnologias de imagem, aparelhos eletrônicos e digitais, sensores, internet e softwares.

 

O evento aposta no hibridismo e na interdisciplinaridade como motor de inovações estéticas.

 

Segundo a organização, o Perfídia 2019 contempla as seguintes ações:

Espetáculos de teatro e dança;

Vídeoperformance;

Àudio/Vídeo instalações;

Projeções de vídeo;

Mapping;

Intervenções urbanas;

Audiovisual ao vivo;

Apresentações musicais;

Vjings;

Djings;

Arte digital interativa.

 

19238193_836628833182302_6959368197970539462_o.png.jpg

 

 

Festival PERFÍDIA é realizado por meio da Plataforma Perfídia e articulada pelos artistas e produtores Luciana Ramin e Otávio Oscar. Sua viabilidade financeira acontece com o apoio do Proac Editais (Secretaria Estadual de Cultura e do Governo do Estado de São Paulo). Também conta com as parcerias da Cia. Pessoal do Faroeste e Casa da Luz.

 

Inscrições

O Festival Perfídia 2019 possui três tipos de inscrições:

*Inscrições para o Perfídia COLAB (residência artística colaborativa);

*Inscrições para o Perfídia LAB (ações presenciais + laboratórios criativos)

*Inscrições para a Mostra VideoperformVídeoperformance

 

Segundo a organização do evento, serão aceitas inscrições internacionais e o formulário pode ser respondido em português, espanhol e inglês. O regulamento e os formulários de inscrição estão somente em português

 

Saiba mais sobre a 2° edição do Perfídia 2019, acesse aqui.

 

 

 

 

 

#ForçaAndréDLucca

O ator André D’Lucca recebe homenagem em evento a ser realizado pela classe artística mato-grossense.

 

Reportagem publicada em 13/03:

Artistas mato-grossenses se reuniram para ajudar o amigo André D’Lucca, que interpreta uma das personagens mais queridas do país, a Almerinda. Desde o dia 05 de março, o ator se encontra hospitalizado. Segundo a assessoria, familiares informaram que André teve uma melhora significativa nos últimos dias, porém, ainda necessita de cuidados médicos e deve seguir em tratamento. O Blog apurou que o ator, que saiu da UTI do PS, se encontra internado no hospital Júlio Müller, com quadro evolutivo estável.

 

O espetáculo #ForçaAndréDLucca acontece no domingo, 24 de março, a partir das 18h30, no Cine Teatro Cuiabá (CTC). A programação conta com apresentações de músicos, dançarinos, humoristas, intervenções teatrais, recitação de poesia e grafite. Também haverá uma exposição de obras que foram doadas por artistas plásticos que serão leiloadas. Segundo a assessoria, toda a renda arrecadada, tanto da bilheteria como em vendas de obras e camisetas, será revertida para custear o tratamento do ator.

 

O evento solidário conta com o apoio do grupo de teatro Cena Onze (que tem a direção de Flávio Ferreira), da equipe do Cine Teatro Cuiabá e da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso (SECEL-MT), responsável pelo CTC.

 

A idealização

A ideia de realizar um evento em prol do ator surgiu após o encontro de amigos, familiares e fãs em frente ao Pronto Socorro de Cuiabá, onde André se encontrava na UTI. Eles oraram e prestaram homenagens durante toda a tarde de domingo (10). O músico Henrique Maluf, o idealizador e produtor do espetáculo #ForçaAndréDLucca, contou para o Blog da Bárbara Fontes sobre a sua amizade e parceria com André D’Lucca:

Eu conheci o André através do espetáculo chamado Foi um Liu que passou por nossas vidas. Eu fiz a direção musical para ele nessa peça há seis anos atrás. Foi quando a gente foi trabalhar junto e não paramos mais. Sempre que tenho apresentações com ele. Já montei várias direções musicais, já compus várias paródias e tem clipes nossos na internet. Já fiz muito produção musical para ele”

 

IMG-20190314-WA0000
André D’Lucca, como Almerinda, e o músico Henrique Maluf: amizade para toda a vida.

 

Sobre a importância de André D’Lucca para as Culturas Mato-grossense e nacional, Henrique Maluf disse:

André é a voz de muitas pessoas que não tem coragem de se posicionar em relação à política. Ele é a voz no mundo dos artistas. E são coisas que fecham portas quando se posiciona. André é uma pessoa que não trabalha com dinheiro público. Nesses últimos anos, eu desconheço o uso de dinheiro público nos trabalhos de André. Todas as produções dele são independentes. Ele tem uma produtora chamada D’Lucca Produções. André foi dirigido pelas atrizes Ingrid Guimarães e Heloísa Perissé, na peça Segredos de Almerinda, e Almerinda se tornou uma personagem icônica. Depois que ele postou nas redes sociais, antes de passar mal, que estava triste e que não iria mais falar de política, eu comentei com o pessoal que a voz que André vai ecoar por muito, muito tempo, mesmo que nunca mais ele fale sobre política. O que ele plantou até hoje é uma onda que vai ecoar por muito, muito tempo. O meu telefone não para de tocar, são muitos artistas querendo participar do evento, e infelizmente não dá para colocar todo mundo. Não dá para fazer um espetáculo de 10 horas dentro de um teatro, né? Mas já estamos pensando que teremos de fazer outro espetáculo em breve com os artistas que não puderam se apresentar no primeiro evento. Muita gente quer somar. Isso mostra a representatividade que André tem na Cultura. Ele me representa. Eu sempre falei isso.”

 

O Blog também conversou com Fabrício Carvalho, maestro da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT):

Minha participação será bem pontual no início do show. Fui convidado pelo Flávio Ferreira e pelo Henrique Maluf. Eles imaginaram que no Foyer, eu pudesse fazer algumas canções ao piano e que as pessoas cantassem juntas numa entrada no espetáculo. Vai ser simples mas feito com muito amor. Vai ser uma alegria. Vai ser uma surpresa boa para quem estiver chegando no espetáculo.”

 

Sobre a importância do evento no cenário cultural mato-grossense, Fabrício comenta que,

A importância desse espetáculo é tamanha de reunir todos esses nomes importantes da Cultura de Mato Grosso. Lembro do evento que fizemos em prol do Flor Ribeirinha, quando eles tiveram aquele acidente trágico indo para Diamantino. Então, eu acho muito rico essa oportunidade de colocar tanta gente importante no palco em prol de uma ação tão importante para o André. A importância para a Cultura nem se fala! Reunir toda essa galera num mesmo dia, não é todo dia!  É fundamental que as pessoas participem, que reconheçam a ação e que estejam lá para prestigiar os seus artistas favoritos. E ver todos esses artistas juntos. Isso é muito bacana. Não é todo dia que isto acontece! Então é importante que as pessoas participem e que comprem os ingressos, que contribuam financeiramente neste momento complexo do André. O André precisa disso porque ele trabalha com o corpo e com a energia vital dele, que agora precisa se recuperar. Ele não pode trabalhar e a gente precisa ajudar. Então é fundamental que as pessoas participem, partilhem, comprem os ingressos e que ajudem a divulgar. E que ajudem nesse momento importante da vida dele.”

 

Sobre a sua amizade com André D’Lucca, o maestro relembra:

Eu conheci André há muito tempo atrás. Sempre fui fã do trabalho dele e sempre acompanhei as obras dele, dede quando estreou ‘Segredos de Almerinda’, no Teatro da UFMT. Quando eu estava Pró-reitor de Cultura da UFMT, a gente se falou. Ele me atendeu num momento em que eu fiz uma ação para o Dia do Servidor. O André fez um espetáculo para os servidores da UFMT. A gente já partilhou o Teatro da universidade. Então a gente tem uma amizade e admiração recíproca muito forte. Eu me sinto muito honrado em ser amigo de André e poder participar desse momento muito bacana, de reconstrução deste momento dele. Estou muito feliz que ele está se recuperando e a gente vai fazer um super espetáculo, no dia 24. É importante que as pessoas estejam juntas para contribuir, colaborar e enaltecer tanto o trabalho de André quanto da Cultura de Mato Grosso.

 

97fb17b212e945ee4d0ec24d35bc20db
André D’Lucca fez os servidores da UFMT rirem muito na fesa do Dia do Servidor (outubro/2015).

 

Programação

O espetáculo irá reunir grandes nomes da classe artística que ocuparão espaços do Cine Teatro Cuiabá. No foyer do teatro, a premiada poetisa e imortal da Academia Mato-grossense de Letras, Luciene Carvalho, recitará poemas acompanhada do percursionista Mano Raul. Em seguida, no mesmo local, o maestro e gestor cultural Fabrício Carvalho fará uma apresentação ao piano.

 

O jornalista Elias Neto e o ator Thyago Mourão (premiado recentemente num festival de cinema na Índia, ao lado do ator Eduardo Butakka) serão os Mestres de Cerimônia das apresentações que acontecerão no palco principal do CTC.

 

Considerado o melhor grupo folclórico do mundo, Flor Ribeirinha será o primeiro a se apresentar. Em seguida, apresentam Penélope (personagem do ator Eduardo Butakka que está esta semana no Jogo de Panelas, do programa Mais Você, apresentado pela Ana Maria Braga, na Rede Globo), Sarah Mitch (que arrasou no programa Amor & Sexo, apresentado pela Fernanda Lima), Henrique Maluf, Ana Rafaela, Totó Bodega (personagem do ator Romeu Benedicto), Pescuma, Estela Ceregatti e John Stuart, Nico e Lau, Vera Capilé e Habel Dy Anjos. Para encerrar o espetáculo #ForçaAndréDLucca, uma apresentação de um coral de cantores de Cuiabá, sob a regência da maestrina Dorit Kolling, da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

 

 

Leilão do Bem

Os artistas Babu 78, Adriano Ferreira, Jean Siqueira e a dupla Vera e Zuleika doaram obras que estarão expostas no dia do evento e que serão leiloadas posteriormente. Além do espetáculo e do leilão, fãs e admiradores do ator André D’Lucca também podem realizar doações por meio da vaquinha virtual que ajudará pagar as despesas médicas e dar suporte a André durante a sua recuperação. O ator é profissional autônomo e vive somente de sua arte. Toda ajuda é importante.

 

 

Serviço

Espetáculo #ForçaAndréDLucca

Data: 24 de março (domingo)

Horário: a partir das 18h30

Local: Cine Teatro Cuiabá (Av. Getúlio Vargas, 247 – Centro, Cuiabá)

Ingressos: R$ 40 inteira e R$ 20 meia

Contatos: (65) 2129-3848 ou (065) 9 8133-4559

 

Saiba mais:

Matéria do Blog ‘Viva André D’Lucca’ aqui.

Tem Jazz na terra do frevo

Acontece na noite deste sábado (02), o 4° Gravatá Jazz Festival. Serão quatro dias de shows da melhor qualidade e gratuitos. O evento termina no dia 05 março.

 

É uma ótima opção para quem não curte os festejos dessa época, mas está na terra do carnaval mais bonito do Brasil. E dá-lhe jazz para quem gosta. Eu não duvido que haverá pessoas brincando com os bonecos gigantes e dançando frevo durante o dia, e curtindo a noite num festival de jazz (eu faria isso!). Viva a diversidade cultural do povo brasileiro!

 

Shows imperdíveis

O público terá a oportunidade de ver de perto, nomes que são referências no jazz como Flora Purim, Airto Moreira, Victor Biglione, Blues Beatles, Terrie Odabi entre outros.

 

21077535_1377575595692519_4097767151043001856_n
A cantora de Jazz, Folakemi. Foto: Acervo Pessoal

A cantora inglesa, com ascedência nigeriana, Folakemi, que vive no Rio de Janeiro, já se encontra em terras pernambucanas para o show deste sábado.

 

Segundo a assessoria da prefeitura de Gravatá, o Festival de Jazz da cidade “já é considerado um dos principais festivais do gênero no país e é principal opção de diversão fora do circuito carnavalesco.  Com realização da Prefeitura de Gravatá, produção da Promundo e curadoria do músico Giovanni Papaleo”.

 

A organização estima que a edição deste ano receba um público de 10 mil pessoas em cada noite do festival.

 

Confira a Programação

Sábado 02/03

19h30 Trimúrti
20h30 Dasta & The Smokin’ Snakes
21h30 Folakemi

 

Domingo 03/03

20h Vintage Pepper
21h Victor Biglione – Tributo a  Jimi Hendrix
22h Andreas Kisser & Vasco Faé

 

Segunda 04/03

20h Mr. Trio
21h Uptown Blues Band convida Nuno Mindelis
22h Airto Moreira & Flora Purim

 

Terça 05/03

19h30 Arthur Philipe – Tributo a Nat King Cole
20h30 Allycats
21h30 Blues Beatles
22h20 Terrie Odabe

 

 

 

Música Clássica para todos

Workshop de formação de plateia acontece neste sábado, 23, a partir das 19h, em escola de filosofia aplicada, Cuiabá-MT.

 

A música clássica é capaz de produzir boas sensações aos ouvintes como deixar os ânimos mais calmos e trazer a paz interior.

 

Para os que não tiveram a oportunidade de aprender a ouvir e apreciar a música clássica, a Nova Acrópole Cuiabá – Escola de Filosofia Aplicada – promove o Workshop de Formação de Plateia.

 

A ministrante do curso é C Sofia de Oliveira e também contará com a participação do quinteto de cordas ‘UFMT com a corda toda’, coordenado pelo professor Oliver Yatsugafu.

 

27867604_596370147370502_4142681249892077081_n

 

O evento é gratuito e contará com jogos interativos e venda de pizzas e bebidas.

 

Serviço

Workshop de Formação de Plateia

Data: 23/02 (sábado)

Horário: das 19h às 22h

Local: Nova Acrópole Cuiabá – Escola de Filosofia Aplicada

End. Rua Alta Floresta, n° 82, Bairro: Jardim Alvorada (atrás do hospital Júlio Muller), Cuiabá-MT.

Entrada gratuita

 

 

 

É hoje!

Cuiabá inicia as festividades de seus 300 anos, com o maior Réveillon da sua história.

A fama de festeiro do povo cuiabano é notória e histórica. Não vai ser diferente na virada do ano, o segundo consecutivo na Orla do Porto. O evento vai reunir os de “tchapa” (nascidos em Cuiabá), os “pau-rodados” (que vieram morar na cidade) e os turistas para a chegada de 2019, e o início das comemorações dos 300 anos da cidade que nasceu da descoberta do ouro. É bacana que o Réveillon esteja acontecendo na região do Porto, que por séculos foi a principal porta de entrada do “novo” na cidade. É respeitoso “festar” ao lado do velho e amado rio Cuiabá. Importante ressaltar que é um evento muito bem organizado, seguro, com shows de qualidade, gratuitos e sem o uso de dinheiro público! A prefeitura tem uma parceria sólida e de sucesso com a iniciativa privada. Bonito de se ver! O último dia do ano está nublado, com uma chuvinha fina e clima agradável. Não importa se a chuva vai aumentar ou parar, a noite de hoje promete ser inesquecível na Orla do Porto!

Eu moro bem perto da Orla, mas não moro em Cuiabá. Nesta virada de ano, eu vou com a família e amigos para a ponte Júlio Müller, com um pé em Várzea Grande e outro na capital do estado de Mato Grosso. Vai ser divertido! Esperei 365 dias para fazer isso (hahaha)! Depois, vou curtir do show do Sambô, um dos meus favoritos.

Presepio_MatrizCuiabá
crédito: Bárbara Fontes

Por morar perto, eu pude ver (e ouvir!) muitas coisas que aconteceram nesses dias de festa. Daqui de onde moro, ouvi os shows e a galera animada. No sábado à tarde, eu e Bibi “batemos pernas” em Cuiabá, atravessamos a ponte, o Porto até chegar à Prefeitura de Cuiabá, e durante todo o percurso, eu vi muito patrulhamento da PM (podia ser o ano inteiro assim!). Ao passar pela Catedral Metropolitana, decidimos entrar e acompanhar o terço que era rezado, e agradecer pelo ano de 2018 – que para mim foi triste pelas perdas de amigos queridos. Foi um ano difícil em outros aspectos, porém, fundamental para a minha evolução como ser humano. Também foi o ano em que eu realizei um sonho antigo: ter um Blog. E essa conquista eu divido com você, que lê esta matéria agora.

Quando pensei em escrever o texto, o objetivo era informar sobre a programação da virada de ano, porém, não se tornou uma ‘matéria jornalística’. Acho que não cabe aqui utilizar as regras e técnicas da Redação Jornalística porque virou um texto pessoal e amoroso (ou meloso, como queira). Também todos os sites e veículos de comunicação falam sobre o dia de hoje. Então, eu decidi “falar” do meu jeito.

Programação

OrlaPorto_fimdeano_creditoDaviValle
Crédito: Davi Valle/Pref. Cuiabá

Desde o sábado, 29/12, mais de quatro mil pessoas têm ido, diariamente, se divertir na Orla do Porto que está com uma programação digna das grandes capitais do país. Na primeira noite aconteceram apresentações e shows regionais e o encerramento ficou com a banda Paralamas do Sucesso. Horas antes da abertura dos portões, eu ouvi daqui de casa a passagem de som, e fiquei muito emocionada quando tocou a música “América do Sul” (eternizada na voz de Ney Matogrosso) interpretada pela Banda Terra, gente nossa. A minha emoção se deve à lembrança de um tempo longínquo, quando estudava no Colégio Objetivo, e organizamos um Festival de Música que teve na etapa Final, o Show da Banda Terra, na abertura, e no encerramento os Paralamas do Sucesso (como foi na Orla, quase 30 anos depois!). Quem ganhou este festival foi o Pineto, um grande músico até hoje. No Domingo, 30, também teve apresentações regionais e o show de Michel Teló.

Hoje, na virada do ano, acontece os shows da dupla sertaneja Gino e Geno e do grupo Sambô. Antes dos shows nacionais tem muitas apresentações regionais (nós temos uma Cultura que merece ser valorizada pelos gestores públicos; apreciada e respeitada por todos). Depois da contagem regressiva, acontece a queima de fogos, com 50% a menos de barulho (por meio do decreto Nº 7.015). Também acontece um espetáculo cênico que conta a história da “cuiabania” (dos primórdios aos dias atuais). É uma boa forma de dar  boas vindas a mais um ano de esperanças e expectativas, e também de acolher oficialmente as festividades dos 300 anos da cidade! Na minha visão, Cuiabá é festeira porque sempre teve um povo com a disponibilidade “de ser feliz” e festar sempre que possível! A partir do dia 01/01/2019, o Blog vai contar muitas histórias que vão permitir entender o porquê da população cuiabana ser alegre, calorosa e hospitaleira. Aguarde!

 

Mensagem do Prefeito para o Blog

Emanuelprefeito_MsgBlog_FimdeAno
Emanuel Pinheiro – prefeito de Cuiabá/MT.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, gentilmente gravou uma mensagem para todos os leitores do Blog da Bárbara Fontes que vivem na Grande Cuiabá, após a inauguração das obras de duplicação da BR 163 (trecho Cuiabá/Jaciara). Isso foi possível graças à Assessora de Imprensa da Prefeitura, Luciana Souza, que atendeu em pronto o pedido do Blog!

 

Olá população da Grande Cuiabá, meus irmãos cuiabanos! Estou passando aqui para convidá-los para participar na Orla do Porto, do melhor Réveillon do estado de Mato Grosso. O Réveillon da nossa capital! O Réveillon que vai marcar a passagem do ano e a chegada dos 300 anos de Cuiabá. O Réveillon de Cuiabá é um dos mais bonitos do país porque a população cuiabana é alegre, feliz, solidária, gosta de se divertir e de trabalhar. Por isso ela deve ser homenageada sempre, e sem custar um centavo aos cofres públicos do município. Em parceria com a iniciativa privada, vamos oferecer à população cuiabana, gratuitamente, shows maravilhosos para celebrar o final de 2018, agradecer a Deus pela passagem do ano, e a chegada de um novo ano. Ano do tricentenário de Cuiabá. Convido a todos vocês para se divertir em paz e harmonia. Leve a família e os amigos para passar juntos na Orla do Porto. Feliz Ano Novo a todos os Cuiabá.”

 

O Blog da Bárbara Fontes deseja uma passagem de ano muito feliz e na paz, seja em casa ou em qualquer outro lugar. E por favor: SE BEBER, NÃO DIRIJA! Famílias de todo o país agradecem!

 

SERVIÇO

Virada do Ano na Orla do Porto de Cuiabá

Dia: 31/12

Programação:

Apresentação de Nico e Lau e Comadre Nhara

DJ Japão, Anselmo e Rafael e como convidada Liandra Polinski

Shown nacional: Gino e Geno

Show pirotécnico e espetáculo cênico, contando a história de Cuiabá)

Shown nacional do grupo Sambô

Shows regionais

Local: Orla do Porto de Cuiabá (há dois acessos de entrada: pela Avenida Beira Rio e, pela Rua 8 de Abril)

Abertura dos portões: 20h

Encerramento: 3h

Entrada Gratuita

 

As aventuras de Nana & Nilo

Irmãos gêmeos contam histórias das Culturas Afro-brasileira e Indígena por meio de muitas aventuras.

Nana e Nilo vivenciam muitas situações na companhia de um pássaro e de uma árvore milenar. Essa foi a forma criativa do autor Renato Noguera, professor do Departamento de Educação e Sociedade, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (DES/UFRRJ), encontrou para contar as histórias, as culturas afro-brasileira e indígenas e o protagonismo negro na fase infantil. O projeto é realizado em parceria com o ilustrador Sandro Lopes, professor do Departamento de Artes (Dartes/UFRRJ), e com a designer Cris Pereira.

“Nana & Nilo vem numa hora bem propícia para a difusão em massa de duas culturas fundamentais para o surgimento da sociedade contemporânea brasileira. Somos um país mestiço – queira ou não os preconceituosos e racistas!

Ensino em sala de aula

Nana&Nilo3
Divulgação

Você sabia que é dever das escolas ensinar as culturas afro-brasileira, africana? A Lei 10.639/03 (alterada pela Lei 11.645/08), torna obrigatório o ensino em todas as escolas públicas e privadas – do ensino fundamental até o ensino médio.

A Lei 11.465, sancionada em 10 de março de 2008, também obriga a inclusão no currículo oficial da rede de ensino, a História e Cultura Indígena (o que não havia na Lei anterior).

O ensino da história da África e dos africanos, a luta e cultura dos negros e indígenas – e as suas contribuições para a formação do povo brasileiro devem ser trabalhadas em todo currículo escolar, principalmente nas disciplinas de Educação Artística, Literatura e História.

“Nana & Nilo” vem de encontro com as demandas que a Lei 11.465 exige. Além da literatura infantil, as aventuras dos personagens também são encontradas em vários produtos: livros para colorir, quadrinhos, desenhos animados, CDs e DVDs de músicas. Muito além de ser algo para crianças, as histórias vivenciadas pela dupla serelepe também encantam jovens e adultos.

Saiba mais:

Nana&Nilo2.jpg

Canal “Nana & Nilo”

Site (até o fechamento desta matéria, o site estava em manutenção)