Bárbara Pergunta

O Blog da Bárbara Fontes conversa com o deputado Dilmar Dal Bosco.

O Encontro Centro-Oeste dos Supermercadistas, Atacadistas, Distribuidores, Indústria e Food Service (Expo-Ecos MT 2019), iniciada na terça-feira (04.06), se encerra nesta quinta-feira no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá-MT. É considerada a maior feira de negócios da região central do país. Na abertura do evento estiveram presentes, o presidente da Associação Capixaba de Supermercados (Acaps), João Tarcício Falqueto; o vice-presidente da Associação Paulista de Supermercados (Apas), Omar Abdul Assaf; os representantes da Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados (Asmad e Amas), além do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, representando o governador Mauro Mendes; da secretária Extraordinária dos 300 anos de Cuiabá, Celly Almeida, representando o prefeito Emanuel Pinheiro; o deputado estadual Dilmar Dal Bosco; o presidente do Sincad/MT, Sebastião dos Reis Gonçalves, o Tião da Zaeli; o presidente do Sincovaga, Kassio Catena; e o presidente da Fecomércio, José Wenceslau Jr. Na ocasião, os organizadores do evento homenagearam o empresário Antônio Domingos, sócio fundador da Casa Domingos – empresa atacadista que possui o CNPJ mais antigo de Mato Grosso. Após a abertura oficial da maior feira de negócios do Centro-Oeste, a Expo-Ecos MT 2019, o deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM-MT) conversou com o Blog da Bárbara Fontes.

 

 

Blog da Bárbara Fontes: Deputado, o que representa este evento para o Estado de Mato Grosso?

Dilmar Dal Bosco: É para mostrar a potencialidade do estado de Mato Grosso quando você acredita no setor empresarial, setor que faz a diferença, que movimenta, que dá oportunidade ao povo mato-grossense, principalmente na geração de emprego. Por isso que nós precisamos ter mais clareza nas leis tributárias do Estado, ter mais segurança jurídica, mais simplificação, mas principalmente juridicamente nós temos de dar oportunidade para assegurar os seus direitos. Eu acho que essa feira traz o movimento e o formato que Mato Grosso precisa mudar. Aqui nós vimos vários representantes, várias indústrias brasileiras que atendem os nossos atacadistas e que vão para as gôndolas dos mercados e que são oferecidos ao povo mato-grossense. Para você ver a qualidade dos produtos oferecidos ao trabalhador comum. Você vem para uma feira que além de mostrar os produtos fabricados dentro do país e no nosso estado de Mato Grosso, mas também a oportunidade de a gente mostrar a todos os supermercadistas, o pequeno, o micro, o médio, o simples mercadista para que conheçam os produtos que vão para a gôndola atender a nossa sociedade.

 

DilmarDalBosco_ToninhoDomingos_Easy-Resize.com
Deputado Dilmar Dal Bosco (DEM-MT) com o empresário Toninho Domingos, da Casa Domingos. Foto: Bárbara Fontes

BBF: Na solenidade de abertura, o empresário Toninho Domingos, homenageado pela organização do evento, disse a respeito da alta carga tributária, e também disse que pode fechar ainda este ano a Casa Domingos depois de 50 anos de funcionamento. Como o senhor se sente ao ouvir isso?

DDB: Eu fico triste. É por isso que nós temos de mudar a legislação, essa guerra fiscal que existe dentro do país, de Estados propondo incentivos fiscais em detrimento de outros Estados e nós temos de acabar com essa guerra fiscal. Nós temos de ter entendimento no Conselho Nacional de Fazenda (Confaz) para que tenha determinado uma carga tributária única, ou os Estados que estão em desenvolvimento tenham carga tributária diferenciada para ter competitividade. O grande problema nosso é a guerra fiscal que tem entre os Estados brasileiros. Mas não é só diminuir a carga tributária daqui, mas a maneira que nós temos de fazer um Estado gigante que ainda é novo, com pouca população e muito grande de dimensão. Então, nós temos de dar oportunidade a quem vem para Mato Grosso com redução de carga tributária, porém, tem de mesclar porque nós precisamos arrecadar para manter o Estado de Mato Grosso. Então, eu vejo que tem de mudar alguma coisa e buscar entendimento.

 

 

 

Conheça o deputado Dilmar Dal Bosco (DEM-MT)

Dilmar Dal Bosco nasceu no dia 20 de outubro de 1966, no município de Galvão (SC). Em busca de melhores condições de vida, o pai, o agricultor Abel, mudou-se com a mulher e os quatro filhos para Sinop, em 1976. Preocupado em ajudar no sustento da família, Dilmar começou trabalhando como engraxate, aos nove anos, pelas ruas de Sinop. Não bastando, também vendia picolés e bolos. No início da década de 80 aceitou o convite de jogar pelo time Dom Bosco, em Cuiabá, mesmo sem remuneração alguma. Para ajudar no sustento da casa da tia onde morava, conciliava os treinos com a entrega de jornais e revistas. Em 1981, a família foi morar em Cuiabá para que os filhos pudessem continuar os estudos. Dilmar não demorou muito e, aos 16 anos, conseguiu o primeiro emprego formal, como contínuo em um banco, aonde, em poucos anos, chegou ao posto de gerente geral. Foi trabalhando na agência bancária que conheceu Elizabete Geraldini Dal Bosco, Bete, como é chamada a mulher, com quem tem três filhas. O retorno para Sinop ocorreu em 1992, a convite do irmão Dilceu para ser sócio de uma empresa de eletrificação, a Eletro Amazônia. Dilmar sempre atuou nos bastidores da política, na coordenação das campanhas de Nilson Leitão e do irmão Dilceu Dal Bosco. Em 2010, teve que tomar a decisão de deixar de coordenar o pleito para ser candidato a deputado estadual. Com o apoio dos amigos e da família, foi eleito 22.284 votos. Nos três primeiros anos de mandato Dilmar já era apontado como um dos deputados mais atuantes da Assembleia Legislativa. Na legislatura seguinte foi reeleito com 38.290 votos, quase o dobro da primeira eleição, e também se destacou nas discussões e proposições de projetos para atender todo Mato Grosso. Em 2019 concorreu novamente à reeleição e conquistou 28.827 para seguir com seu terceiro mandato consecutivo. Pretende dar continuidade nas lutas pela geração de emprego e renda, boa gestão da máquina pública, redução de impostos e por mais investimentos na saúde, educação e segurança para população mato-grossense. (Texto enviado pela Assessoria de Imprensa)

 

Confira a programação Expo-Ecos MT 2019 – Quinta-feira (último dia)

06/06 – Quinta-feira

14h às 22h – Período da Feira

14h às 16h – Palestra: Formação e profissionalização da família empresária, com Cristhiane Brandão

16h às 18h – Palestra: Como a Gestão de Pessoas pode auxiliar a gestão de sua empresa, com Alisson Rodrigo Gratão

Oficinas Casa do Padeiro

15h às 17h – Salgados e Doces

18h às 20h – Pães Leves, Integrais e Pré-mistura de Pão Francês

Oficinas Fecomércio/Senac-MT

16h às 18h – Carne Bovina: Novos cortes, novas possibilidade para agregar valor ao seu produto

18h às 20h – Conheça os novos cortes e possibilidades da carne suína

20h às 22h – Como atrair mais clientes mudando o layout do seu estabelecimento

22h – Encerramento da Feira

 

Saiba mais no Blog da Bárbara Fontes:

*Abertura da Expo-Ecos MT 2019, acesse aqui.

*Bárbara Pergunta: Mauro Carvalho, acesse aqui.

*Expo-Ecos MT 2019 (café da manhã para imprensa), acesse aqui.

*Expo-Ecos MT 2019 (divulgação da abertura) – Publicação de 04/06, acesse aqui.

*Esta matéria também possui informações da Assessoria de Imprensa da Expo-Ecos MT 2019: Cafeína Conteúdos Inteligentes.

**Fotos da matéria: Bárbara Fontes (direitos reservados)

Bárbara Pergunta

Mauro Carvalho, secretário-chefe da Casa Civil, discursa na Expo-Ecos MT 2019 e conversa com o Blog da Bárbara Fontes.

A abertura oficial do Encontro Centro-Oeste dos Supermercadistas, Atacadistas, Distribuidores, Indústria e Food Service (Expo-Ecos MT 2019), ocorreu na terça-feira (04.06), no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá-MT. O evento contou com as presenças do presidente da Associação Capixaba de Supermercados (Acaps), João Tarcício Falqueto; do vice-presidente da Associação Paulista de Supermercados (Apas), Omar Abdul Assaf; dos representantes da Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados (Asmad e Amas), além da secretária Extraordinária dos 300 anos de Cuiabá, Celly Almeida, representando o prefeito Emanuel Pinheiro; o deputado estadual Dilmar Dal Bosco, o presidente do Sincad/MT, Sebastião dos Reis Gonçalves, o Tião da Zaeli; o presidente do Sincovaga, Kassio Catena; e o presidente da Fecomércio, José Wenceslau Jr. O secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, representou o governador Mauro Mendes e discursou para os presentes:

 

MauroCarvalho_SecchefeCassaCivil_expoecosmt_Easy-Resize.com
Foto: Bárbara Fontes

“Eu acho que partir desta feira, nós temos de marcar uma reunião junto com o governador e junto com a sua equipe econômica. E aqui sim (na Expo-Ecos MT 2019) sair uma pauta não muito extensa porque senão se estende muito, mas uma pauta de cinco, seis itens que sejam prioritários para o setor, e é essa pauta que a gente quer discutir com vocês. E ver onde o governo está errando, onde o governo pode melhorar, quais são as sugestões e quais são as críticas. Nós vamos ter essa humildade sempre para ouvir. Eu jamais poderia imaginar que algum dia, eu estivesse aqui representando o governador do Estado na abertura de uma feira que eu faço parte desse setor. Nunca passou pela minha vida ser servidor público, ser secretário de Estado, muito pelo contrário, sempre pautei a minha vida com a minha família no setor empresarial, mas para mim é um orgulho e uma satisfação muito grande estar aqui junto com vocês neste grandioso evento que vocês vão proporcionar para toda sociedade mato-grossense. Deus abençoe a todos e muito obrigado”.  (Trecho do discurso)

 

Após discurso na abertura da Expo-Ecos MT 2019, Mauro Carvalho conversou com o Blog da Bárbara Fontes:

Blog da Bárbara Fontes: Secretário, o que representa este evento para o governo de Mato Grosso?

Mauro Carvalho: Este evento é extremamente importante para a nossa economia. Aqui é o evento onde você encontra toda a cadeia alimentícia do Estado, não só atacadista, são os supermercadistas, são fornecedores do Brasil inteiro. Nós temos representantes da Associação Brasileira dos Supermercados, da Associação Paulista de Supermercados. Esse congraçamento que vai existir nesses dias aqui é o que faz toda a diferença no nosso desenvolvimento. Aqui você troca experiências com pessoas de diferentes culturas e é isso que faz você evoluir e que faz você crescer.

BBF: O senhor está saindo agora para uma reunião com o Embaixador de Luxemburgo. Qual é o objetivo desta reunião?

MC: É uma pauta de interesse por parte de Luxemburgo no desenvolvimento sustentável do Estado. Logicamente que vem conhecer as oportunidades que o Estado tem para nós fazermos futuras parcerias de desenvolvimento.

BBF: Sobre situação da Santa Casa, o que o senhor pode nos informar?

MC: Sobre a Santa Casa, quem está coordenando é o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo. Acredito que até o final do mês, a Santa Casa será reaberta. Já existe uma pauta de negociação dos salários atrasados porque nós temos de pagar uma indenização dessa requisição administrativa. Esses recursos deverão ser antecipados para o pagamento de salários. Essa pauta está sendo discutida junto com o Tribunal Regional do Trabalho e junto com os servidores da Santa Casa. Agora, o que é mais importante de tudo isso é a nossa abertura já com uma Santa Casa totalmente reformada e adaptada para o momento em que nós estamos vivendo.

 

 

Programação Expo-Ecos MT 2019 – Quinta-feira

06/06 – Quinta-feira

14h às 22h – Período da Feira

14h às 16h – Palestra: Formação e profissionalização da família empresária, com Cristhiane Brandão

16h às 18h – Palestra: Como a Gestão de Pessoas pode auxiliar a gestão de sua empresa, com Alisson Rodrigo Gratão

 

Oficinas Casa do Padeiro

15h às 17h – Salgados e Doces

18h às 20h – Pães Leves, Integrais e Pré-mistura de Pão Francês

 

Oficinas Fecomércio/Senac-MT

16h às 18h – Carne Bovina: Novos cortes, novas possibilidade para agregar valor ao seu produto

18h às 20h – Conheça os novos cortes e possibilidades da carne suína

20h às 22h – Como atrair mais clientes mudando o layout do seu estabelecimento

22h – Encerramento da Feira

 

 

Realização e Patrocínios

d23da216-5402-41e6-a7fb-8a09fa76c1fd
Foto: Cafeína Conteúdos Inteligentes

A Expo-Ecos MT 2019 é uma parceria de quatro entidades: Associação Matogrossense de Atacadistas e Distribuidores (Amad), Associação de Supermercados de Mato Grosso (Asmat), Sindicato do Comércio Atacadista Distribuidor de Mato Grosso (Sincad-MT) e Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios do Estado de Mato Grosso (Sincovaga).

O evento é patrocinado pela SE Distribuidora, DAC Distribuidora, DM Card, Senac Mato Grosso – Fecomércio, GS1 Brasil e Aurora, e conta com o apoio da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

 

 

Saiba mais no Blog da Bárbara Fontes:

Abertura da Expo-Ecos MT 2019, acesse aqui.

*Expo-Ecos MT 2019 (café da manhã para imprensa), acesse aqui.

*Expo-Ecos MT 2019 (divulgação da abertura) – Publicação de 04/06, acesse aqui.

 

*Esta matéria também possui informações da Assessoria de Imprensa da Expo-Ecos MT 2019: Cafeína Conteúdos Inteligentes.

**Fotos da matéria: Bárbara Fontes (Direitos Reservados) // Cafeína Conteúdos Inteligentes (Direitos Reservados).

Abertura da Expo-Ecos MT 2019

Um evento que entra para a história de Mato Grosso

Na tarde de terça-feira (04//06), aconteceu a abertura oficial do Encontro Centro-Oeste dos Supermercadistas, Atacadistas, Distribuidores, Indústria e Food Service (Expo-Ecos MT 2019). Estiveram presentes na abertura, o presidente da Associação Capixaba de Supermercados (Acaps), João Tarcício Falqueto; o vice-presidente da Associação Paulista de Supermercados (Apas), Omar Abdul Assaf; representantes da Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados (Asmad e Amas), além do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, representando o governador Mauro Mendes; da secretária Extraordinária dos 300 anos de Cuiabá, Celly Almeida, representando o prefeito Emanuel Pinheiro; o deputado estadual Dilmar Dal Bosco, o presidente do Sincad/MT, Sebastião dos Reis Gonçalves, o Tião da Zaeli; o presidente do Sincovaga, Kassio Catena; e o presidente da Fecomércio, José Wenceslau Jr.

 

6c13624f-55ec-4b04-8efa-2960878b077a
Foto: Márcio David

 

Em comemoração aos 50 anos de existência da Casa Domingos, que possui o CNPJ mais antigo de Mato Grosso, Antônio Domingos recebeu uma homenagem dos organizadores do evento. Muito emocionado, Toninho, como é conhecido, lembrou de seu irmão Murilo Domingos, falecido em abril deste ano, sócio-fundador do estabelecimento atacadista. Além de relatar o início do empreendimento há cinco décadas atrás, o momento também foi propício para fazer um apelo para o Secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, e para o deputado estadual Dilmar dal Bosco, a respeito da alta carga tributária aplicada no Estado para o setor que dificulta novos negócios e a sobrevivências de muitos estabelecimentos, inclusive da própria Casa Domingos.

 

O economista Ricardo Amorim, ministrou a palestra magna “Perspectivas na Economia Brasileira e Impactos no Setor” para uma plateia lotada. Amorim fez uma análise da situação atual do mercado brasileiro contextualizando-o no passado e as perspectivas para um futuro próximo.

A Expo-Ecos MT 2019 receberá até quinta-feira (06/06), atacadistas e varejistas de várias partes do país que participarão das palestras, oficinas, além da oportunidade de realizarem negócios – a previsão é de movimentar em torno de R$ 35 milhões. Além do intercâmbio entre profissionais e visitantes, o evento também fomenta o turismo e a cultura de Mato Grosso. Segundo a organização do evento, que acontece no Centro de Eventos do Pantanal, a expectativa é de que aproximadamente 15 mil pessoas visitem a feira. O Blog da Bárbara Fontes visitou a feira que possui mais de 60 expositores e está muito bem organizada, com produtos e prestações de serviços interessantes, lançamentos e degustações de comidas, bebidas e guloseimas.  Também foi notada uma animação dos empresários que esperam fechar muitos negócios e assim continuar com os seus empreendimentos que geram emprego e renda no Centro-Oeste.

 

 

 

Abertura da Expo-Ecos MT 2019

A geração de negócios e a oportunidade de aprendizado para os representantes de toda a cadeia de abastecimento de Mato Grosso foi o principal assunto dos discursos ocorridos na abertura do maior evento do setor no Centro-Oeste. A solenidade contou com a presença de diversos empresários do setor, autoridades e expositores.

O presidente da Associação Mato-Grossense de Atacadistas e Distribuidores (Amad), João Carlos Sborchia, abriu o evento falando que em momentos de crise os empreendedores encontram oportunidades para crescer e, da mesma forma, as entidades representativas são chamadas a indicar o caminho do progresso e do desenvolvimento. “Assim, juntando forças, a Asmat, Amad, Sincad e Sincovaga decidiram, após 10 anos, reeditar a Expo-Ecos, que foi pensada e desenvolvia para reunir toda a cadeia de abastecimento do estado de Mato Grosso, proporcionando a aproximação de fornecedores e varejistas”.

Representando o governador Mauro Mendes, o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, disse que também faz parte do setor e não poderia deixar de apoiar o evento. “Sempre fui empresário, estou em casa, tenho orgulho e satisfação em fazer parte do segmento”, ressaltou, ao afirmar que dentre as pautas do governo está o desenvolvimento econômico da cadeia de abastecimento no estado.

Segundo Alessandro Morbeck, presidente da Associação de Supermercados de Mato Grosso (Asmat), o atacado e o varejo têm a obrigação de estarem juntos para construir melhores condições de negócios e fomentar ainda mais a economia mato-grossense com emprego e renda. Ele destacou que hoje os dois setores são responsáveis no estado por um faturamento anual de mais de R$ 15 bilhões e cerca de 140 mil empregos diretos e indiretos, o que justifica a importância do segmento.

“É o momento ideal para nos aprofundarmos nas tendências do setor e nas novas tecnologias. Ver de perto o movimento do varejo, do atacado, da indústria e aprender ainda mais sobre esse consumidor cada vez mais exigente que encontramos em nossas lojas e, claro, fazer bons negócios, que é o nosso maior objetivo”, completou Morbeck.

Para o presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), João Sanzovo Neto, Mato Grosso precisava de um evento como a Expo-Ecos. “É um dia histórico que marca a volta da Expo-Ecos ao calendário de feiras do Centro-Oeste, um evento que com certeza estava fazendo falta na região por oferecer grandes oportunidades de geração de negócios e aprendizado para toda a cadeia de abastecimento”, ressaltou.

Ele lembrou que o trabalho colaborativo é essencial para o crescimento e a evolução do varejo. “A junção de quatro importantes entidades na realização de um evento que congrega em um só espaço indústria, atacado, varejo e food service é, sem dúvida, um momento ímpar”, analisou Sanzovo, ao dizer que nos últimos anos os empresários têm sofrido para continuar se desenvolvimento em um cenário desafiador e com tantos tributos e burocracias.

Nesse sentido, ele lembrou que a Abras e a Unecs, por meio da Frente Parlamentar de Comércio e Serviço, estão trabalhando para que o ambiente de negócios seja mais justo para o empreendedor. Dentre as pautas reivindicadas estão à autorização para que os supermercados voltem a comercializar medicamentos isentos de prescrição médica (MIPS), quebrando a reserva de mercado das farmácias; a simplificação tributária que já começou a ser debatida no congresso; e a redução dos juros bancários.

“Faturamos em 2019 cerca de R$ 355,7 bilhões, somos responsáveis por 5,2% do Produto Interno Bruto. No ano passado geramos mais de 30 mil novas de empregos e nosso crescimento é também o crescimento do Brasil”, concluiu o presidente da Abras. (texto da Assessoria de Imprensa da Expo-Ecos MT 2019)

 

c5c56d17-2543-43f7-8b06-b130704f777e
Foto: Márcio David

 

 

Palestras

Por meio de inscrição prévia no site do evento, os visitantes poderão assistir palestras gratuitas, talk show e participar de mais de 10 oficinas. As palestras e o talk show (quarta e quinta) da Expo-Ecos MT 2019 são gratuitos.

 

 

Oficinas

Serão oferecidas pelo Senac Mato Grosso – Fecomércio e Casa do Padeiro, com duração de duas horas, ao custo de R$ 30,00 cada. As vagas são limitadas e com inscrição via site (link no final da matéria).

 

 

 

Feira de Negócios

Com mais de 60 expositores, os visitantes terão a oportunidade de conhecer os lançamentos e tendências do atacado, varejo, distribuição, indústria, food service e mercado consumidor, englobando toda a cadeia de abastecimento, com a geração de 1500 empregos diretos e indiretos. Considerada a maior do setor no Centro-Oeste, a feira funcionará das 14h às 22h. Entrada gratuita.

 

 

Realização e Patrocínios

A Expo-Ecos MT 2019 é uma parceria de quatro entidades: Associação Matogrossense de Atacadistas e Distribuidores (Amad), Associação de Supermercados de Mato Grosso (Asmat), Sindicato do Comércio Atacadista Distribuidor de Mato Grosso (Sincad-MT) e Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios do Estado de Mato Grosso (Sincovaga).

O evento é patrocinado pela SE Distribuidora, DAC Distribuidora, DM Card, Senac Mato Grosso – Fecomércio, GS1 Brasil e Aurora, e conta com o apoio da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

 

 

 

Programação – Quarta e Quinta-feira

05/06 – Quarta-Feira

14h às 22h – Período da Feira

14h às 15h – Palestra: Tendências da Tecnologia no Varejo, com Elói Assis

15h 30 às 16h30 – Palestra: 4.0 Gestão Comercial Inteligente, com Alexandre Ribeiro

17h às 18h – Palestra: Tendências de Saudabilidade na Panificação, com Darcy Holanda Mendes

17h às 18h30 – Encontro das Mulheres: Palestra: Inteligência Emocional, com Ana Cristina Galo

18h30 às 19h30 – Palestra: Tendências de consumo e estratégias de venda para o varejo, com Frederico Gorgulho

 

Oficinas Casa do Padeiro

15h às 17h – Pães Rústicos e Artesanais

18h às 20h – Pães Rústicos e Artesanais

Oficinas Fecomércio/Senac-MT

16h às 18h – Oficina: Visual Merchandising

18h às 20h – Oficina: Novos cortes e possibilidades da carne suína

22h – Encerramento da Feira

 

06/06 – Quinta-feira

14h às 22h – Período da Feira

14h às 16h – Palestra: Formação e profissionalização da família empresária, com Cristhiane Brandão

16h às 18h – Palestra: Como a Gestão de Pessoas pode auxiliar a gestão de sua empresa, com Alisson Rodrigo Gratão

 

Oficinas Casa do Padeiro

15h às 17h – Salgados e Doces

18h às 20h – Pães Leves, Integrais e Pré-mistura de Pão Francês

Oficinas Fecomércio/Senac-MT

16h às 18h – Carne Bovina: Novos cortes, novas possibilidade para agregar valor ao seu produto

18h às 20h – Conheça os novos cortes e possibilidades da carne suína

20h às 22h – Como atrair mais clientes mudando o layout do seu estabelecimento

22h – Encerramento da Feira

 

 

Saiba Mais:

Inscrições, acesse aqui.

Matéria do Blog da Bárbara Fontes:

*Expo-Ecos MT 2019 (café da manhã para imprensa), acesse aqui.

*Expo-Ecos MT 2019 (divulgação da abertura) – Publicação de 04/06, acesse aqui.

*Esta matéria possui informações da Assessoria de Imprensa da Expo-Ecos MT 2019: Cafeína Conteúdos Inteligentes.

**Foto de capa: Abertura da feira. Crédito: Márcio David.

Expo-Ecos MT 2019

Abertura da maior feira de atacadistas e varejistas do Centro-Oeste acontece nesta terça-feira em Cuiabá.

 

Foi dada a largada para um dos eventos mais esperados do ano, o Encontro Centro-Oeste dos Supermercadistas, Atacadistas, Distribuidores, Indústria e Food Service (Expo-Ecos MT 2019). A partir de terça-feira (04/06) até quinta-feira (06/06), Cuiabá receberá atacadistas e varejistas de várias partes do país que participarão de uma extensa e produtiva programação com  palestras, talk show e oficinas, além da oportunidade de realizarem negócios – a previsão é de movimentar em torno de R$ 35 milhões. Além de promover o intercâmbio entre profissionais e visitantes, o evento também fomenta o turismo e a cultura de Mato Grosso. Segundo a organização, a expectativa é de que aproximadamente 15 mil pessoas visitem a feira. A cerimônia de abertura será às 14h, no Centro de Eventos do Pantanal.

 

 

 

Palestras

Por meio de inscrição prévia no site do evento, os visitantes poderão assistir palestras gratuitas, talk show e participar de mais de 10 oficinas.

A palestra principal, “Perspectivas na Economia Brasileira e Impactos no Setor”, com o economista Ricardo Amorim, é a única com ingresso pago: acontecerá na terça-feira, às 17h, e custa R$ 40,00 para associados das entidades do setor varejista e atacadista e R$ 80,00 para não associados.

As demais palestras e o talk show da Expo-Ecos MT 2019 são gratuitos.

 

 

 

Oficinas

Serão oferecidas pelo Senac Mato Grosso – Fecomércio e Casa do Padeiro, com duração de duas horas, ao custo de R$ 30,00 cada. As vagas são limitadas e com inscrição via site (link no final da matéria).

 

 

 

Feira de negócios

Com mais de 60 expositores, os visitantes terão a oportunidade de conhecer os lançamentos e tendências do atacado, varejo, distribuição, indústria, food service e mercado consumidor, englobando toda a cadeia de abastecimento, com a geração de 1500 empregos diretos e indiretos. Considerada a maior do setor no Centro-Oeste, a feira funcionará das 14h às 22h. Entrada gratuita.

 

 

 

Realização e Patrocínios

A Expo-Ecos MT 2019 é uma parceria de quatro entidades: Associação Mato-grossense de Atacadistas e Distribuidores (Amad), Associação de Supermercados de Mato Grosso (Asmat), Sindicato do Comércio Atacadista Distribuidor de Mato Grosso (Sincad-MT) e Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios do Estado de Mato Grosso (Sincovaga).

 

O evento é patrocinado pela SE Distribuidora, DAC Distribuidora, DM Card, Senac Mato Grosso – Fecomércio, GS1 Brasil e Aurora, e conta com o apoio da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

 

 

 

Programação Completa

04/06 – Terça-Feira

14h – Cerimônia de abertura

15h – Abertura oficial da feira

17h – Palestra Magna: Perspectivas na Economia Brasileira e Impactos no Setor, com Ricardo Amorim

 

Oficinas Casa do Padeiro

15h às 17h – Confeitaria

18h às 20h – Pães e Lanches

 

Palestras e Oficinas Fecomércio/Senac-MT

15h às 17h – Palestra: A Experiência que Vende

18h às 20h – Oficina: Conheça os novos cortes e possibilidades da carne suína

20h às 22h – Talk Show: Conheça o Programa Jovem Aprendiz

22h – Encerramento da Feira

 

05/06 – Quarta-Feira

14h às 22h – Período da Feira

14h às 15h – Palestra: Tendências da Tecnologia no Varejo, com Elói Assis

15h 30 às 16h30 – Palestra: 4.0 Gestão Comercial Inteligente, com Alexandre Ribeiro

17h às 18h – Palestra: Tendências de Saudabilidade na Panificação, com Darcy Holanda Mendes

17h às 18h30 – Encontro das Mulheres: Palestra: Inteligência Emocional, com Ana Cristina Galo

18h30 às 19h30 – Palestra: Tendências de consumo e estratégias de venda para o varejo, com Frederico Gorgulho

 

Oficinas Casa do Padeiro

15h às 17h – Pães Rústicos e Artesanais

18h às 20h – Pães Rústicos e Artesanais

 

Oficinas Fecomércio/Senac-MT

16h às 18h – Oficina: Visual Merchandising

18h às 20h – Oficina: Novos cortes e possibilidades da carne suína

22h – Encerramento da Feira

 

06/06 – Quinta-feira

14h às 22h – Período da Feira

14h às 16h – Palestra: Formação e profissionalização da família empresária, com Cristhiane Brandão

16h às 18h – Palestra: Como a Gestão de Pessoas pode auxiliar a gestão de sua empresa, com Alisson Rodrigo Gratão

 

Oficinas Casa do Padeiro

15h às 17h – Salgados e Doces

18h às 20h – Pães Leves, Integrais e Pré-mistura de Pão Francês

 

Oficinas Fecomércio/Senac-MT

16h às 18h – Carne Bovina: Novos cortes, novas possibilidade para agregar valor ao seu produto

18h às 20h – Conheça os novos cortes e possibilidades da carne suína

20h às 22h – Como atrair mais clientes mudando o layout do seu estabelecimento

22h – Encerramento da Feira

 

 

Saiba Mais:

Inscrições, acesse aqui.

 

Matéria do Blog da Bárbara Fontes: Expo-Ecos MT 2019, acesse aqui.

 

 

*Esta matéria possui informações da Assessoria de Imprensa da Expo-Ecos MT 2019: Cafeína Conteúdos Inteligentes.

**Foto de capa: Entrada da Expo-Ecos MT 2019, no Centro de Eventos do Pantanal. Crédito: Cafeína Conteúdos Inteligentes.

Rede Feminina MT

 Entidade filantrópica realiza evento em Cuiabá.

 

 

O Outlet Solidário acontece neste sábado, 08 de junho, das 12h às 19h, no Foyer do Cuiabá Lar Shopping (3º Piso). A ação conta com mais de 10 lojistas participantes que oferecem produtos diversos para toda família e com descontos imperdíveis. O local possui ambiente climatizado, área de alimentação e estacionamento gratuito. O objetivo do evento beneficente é arrecadar recursos financeiros para Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer de Mato Grosso (Rede Feminina MT). A entrada ao Outlet Solidário é gratuita.

 

 

 

Rede Feminina MT

É uma entidade sem fins lucrativos que atua há 30 anos na assistência ao paciente oncológico carente por meio da doação de alimentos, auxílio com exames, diagnóstico, internação, custeio de próteses dentárias, mamárias e bucomaxilofacial entre outros. A entidade é responsável pela construção da Casa de Apoio, anexo ao Hospital de Câncer de Mato Grosso. O local terá 20 leitos e acolherá pacientes e acompanhantes do interior que não tem onde ficar. O aterro e a terraplanagem do terreno já foram construídos.

 

 

RedeFemininaMT_logo

 

A luta também é nossa!

No Brasil, mais de 60 mil mulheres já foram diagnosticadas com a doença. Com o tratamento no início da doença, as chances de cura são de 99%. O câncer está aí, todos os dias nos lares e hospitais brasileiros. O paciente precisa de amor e cuidados de seus familiares, médicos e de entidades como a Rede Feminina. Ajudar essas entidades que salvam vidas diariamente é um ato de amor ao próximo. Ajude!

 

 

SERVIÇO

Outlet Solidário da Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer de Mato Grosso

Data: 08/06

Horário: das 12h às 19h

Local: Foyer do Cuiabá Lar Shopping – 3º Piso (Referência: Todimo Lar Center – Av. Miguel Sutil) – Cuiabá-MT

Mais informações: 65 9.8412.9090

http://www.redefemininamt.com.br

Release para imprensa: Bárbara Fontes

Sisu 2019

Nesta terça-feira, 04 de junho, começam as inscrições para a 2º edição deste ano do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para vagas em universidades e institutos públicos. As inscrições se encerram na sexta-feira, 07 de junho.

 

 

Atenção: somente os estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018, e que tenham obtido nota acima de zero na redação podem realizar as inscrições.

 

 

Saiba mais:

Inscrições aqui.

Esqueceu o número de inscrição e/ou a senha, acesse aqui (entre na página do participante, no site do Enem).

Somos todos COS

Jornalista Celly Silva promove noite de autógrafos de livro-reportagem sobre a história movimento estudantil do Curso de Comunicação Social da UFMT. Evento será realizado nesta sexta-feira (31), a partir das 19h, na sede do Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor-MT).

Somos Todos COS, publicado pela EdUFMT, é fruto do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) da jornalista Celly Alves Silva, e deveria ser leitura obrigatória para todos as pessoas que passaram pelo curso de Comunicação Social (COS) e suas habilitações, entre os anos de 1991 (entrada da primeira turma) até os dias atuais. Se hoje, o curso da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) é reconhecido pelo MEC, possui um prédio próprio (de arquitetura moderna) com salas de aulas climatizadas, laboratórios, equipamentos, auditório entre outros, é graças a uma geração de alunos que não cansavam de cobrar melhorias, ao ponto de acampar em frente à Reitoria por um longo período. Parece exagero? Por muitos anos, as aulas do COS eram ministradas no antigo prédio da Faculdade de Direito, as salas eram emprestadas e não havia estrutura adequada para os alunos de Jornalismo, Rádio e TV (RTV) e Publicidade Propaganda (PP) realizarem as suas atividades práticas. Os alunos do curso de RTV precisavam se descolar quase todos os dias, sob sol escaldante, até o bloco de Ciências Exatas, ao lado do zoológico. É uma distância relativamente longe, a UFMT é uma das maiores do Brasil – seria algo como ir de uma ponta à outra ponta da universidade. Apesar de todas as dificuldades, o COS foi o início de boa parte dos profissionais que atuam no mercado mato-grossense. Este ano, o Curso de Comunicação Social Completou 26 anos de existência, uma história cheia de sonhos, lutas, suor, lágrimas e muitas conquistas.

 

O Livro-reportagem

Composto por duas partes, o registro histórico e os depoimentos de ex-alunos, o livro-reportagem é “uma homenagem aos ex-alunos que deixaram sua marca na construção de uma educação de qualidade,  por meio de suas atuações no Centro Acadêmico de Comunicação Social (Cacos) e na Executiva Nacional de Estudantes de Comunicação Social (Enecos), além de lembrar professores e jornalistas do mercado local, que,  ainda nos anos 80, fomentaram a criação da faculdade em Mato Grosso”, explica Celly.

 

Livrocapa_celly_Easy-Resize.com

 

De acordo com a jornalista, o livro-reportagem é  fruto de um projeto experimental, dividido em duas partes: a primeira, contando a cronologia do curso, perpassando as gestões do centro acadêmico desde sua fundação,  em 1991, por comunicadores hoje consagrados, como Aline Cubas, Ademar Adams, Luzimar Collares e Justin Fiori, até meados dos anos 2000, época que encerrou um ciclo de luta em prol da construção  do prédio próprio da faculdade. A segunda parte da obra traz uma série de perfis  escritos a partir de entrevistas com os ex-militantes: Ademar Adams, Jonas da Silva, Lairce Campos, Yuri Kopcak, Janaina Pedrotti , Carol Araújo,  Evandro Birello  e Carlos Augusto dos Santos.

 

Noite de Autógrafos

Por se tratar de um registro importante para a história da Comunicação Social no Estado, e que contou com depoimentos valorosos de antigos alunos do COS, hoje, professores e  profissionais atuantes – inclusive alguns fazem parte do Sindjor-MT, a jornalista Celly Alves Silva promove uma noite de autógrafos na sede do sindicato.

 

Celly_lançamento livro1_assinaturaBlog_Easy-Resize.com
Celly autografa o meu livro.

 

O lançamento do livro-reportagem Somos Todos COS – História do Movimento Estudantil de Comunicação Social da UFMT, ocorreu em maio, no Centro Cultural da UFMT. O Blog da Bárbara Fontes esteve presente no evento e bateu um papo bacana e emocionante com a autora:

 

 

Blog da Bárbara Fontes: Celly, como surgiu a ideia de conta a história do movimento estudantil da Comunicação Social da UFMT?

Celly Alves Silva: Eu fui do Centro Acadêmico (C.A.) por duas gestões, de 2009 a 2011. Eu militei na ENECOS, a Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação Social, e fui em vários ENECOMs que são os Encontros de Estudantes de Comunicação, e me apaixonei. Eu sou até hoje apaixonada pela militância estudantil. Eu vejo o quanto é importante para a existência do nosso curso e da manutenção da educação pública. Quando chegou na época do TCC na faculdade, a gente não sabe direito o que vai fazer e eu ficava com essa dúvida, porém, um dia veio um estalo: o que eu mais sei e o que eu mais gosto de fazer é o movimento estudantil e eu quero escrever sobre isso. Daí veio a ideia de fazer um livro-reportagem, que foi o meu TCC em 2013.

 

BBF: Então primeiro surgiu o TCC e como ficou bacana, surgiu a ideia do livro?

CAS: Sim. Foi a própria banca, que teve a professora Mariângela, minha orientadora; o professor Tinho Costa Marques; e o professor Yuji Gushiken. Eles sugeriram para submeter à editora da universidade.

 

BBF: O curso ainda era dividido em Habilitações?

CAS: Sim, era. A minha habilitação é Jornalismo.

 

BBF: Durante a sua pesquisa, quais foram as descobertas que chamaram a sua atenção?

CAS: Eu pesquisei vários documentos encaixotados no Centro Acadêmico, antes de procurar as pessoas para fazer as entrevistas. O que me chamou muita atenção nesses documentos foi encontrar fanzines que os alunos produziam, contando o dia-a-dia do curso, a falta de equipamentos, de professor, as histórias dos encontros estudantis e fotos antigas sobre a paralisação dos estudantes que ficaram acampados no Bloco IL (Instituto de Linguagens) e depois na Reitoria. E isso encheu os meus olhos de lágrimas. Eu já participei de várias ocupações de reitoria, mas não de ficar tanto tempo acampado. Então, isso me chamou muito a atenção porque foi fundamental para a melhoria do curso, o salto que o curso deu quando ganhou um bloco próprio e quando foi reconhecido pelo MEC.

 

BBF: Eu fiz parte da primeira geração do COS, entrei em 1993, e o seu livro-reportagem é um importante registro para todos os que passaram pelo curso, principalmente, para homenagear os alunos que militaram com muita garra. Eu também sei que não é fácil escrever um livro. Valeu a pena tantos anos de trabalho?

CAS:Valeu a pena sim, com certeza! E tem de surgir novos livros porque esse vai até o início dos anos 2.000, e de lá para cá aconteceram muitas coisas.

 

BBF: Como foi a parceria com a Editora da UFMT?

CAS: Se não me engano, eu fiz o protocolo na editora em 2014, submetendo o livro para publicação. Foi um processo bem demorado porque depende de pareceres de professores doutores de outras universidades. Também tem o processo de revisão. Mas valeu à pena!

 

BBF: O livro teve algum custo para você?

CAS: Sim, o custo da impressão. O edital da editora era para lançar o e-book. Eu consegui imprimir o livro com recursos próprios e via uma vaquinha que eu fiz.

BBF: Celly, qual mensagem você pode passar para essa nova geração que estuda no Curso de Comunicação Social da UFMT?

CAS: Eu quero que eles tenham curiosidade de ler o livro e conhecer um pouco da história do curso. É importante saber de tantos outros alunos tiveram de passar para que hoje, para eles terem acesso à educação pública. Por mais que o curso ainda tenha alguns problemas até hoje, é necessário que tenha sempre gente ali cobrando, exigindo, reivindicando pelo menos para manter o que a gente tem, que é a educação pública.

 

 

BBF: Na sua trajetória como militante estudantil, qual foi o seu maior ensinamento?

Celly Alves Silva (muito emocionada): Desculpe pela a minha emoção. O que eu mais aprendi foi que a gente não consegue nada sozinho. A militância é uma coisa de amor ao próximo porque você luta e nem sempre colhe os frutos naquele momento, outras pessoas vão colher depois o que você plantou. A gente aprende tanto a lutar e a não aceitar as coisas de maneira passiva. Alunos e professores precisam continuar a resistir e a lutar para continuar a existir a universidade pública.

 

Blog da Bárbara Fontes: Última pergunta, como foi conciliar a produção do livro-reportagem com a maternidade?

Celly Alves Silva: Quando eu escrevi o livro nem sonhava que seria mãe. Eu fiz na época da faculdade. Eu apresentei o TCC em 2013, só agora é publicado como livro. Antes de lançar o livro, eu fiz revisões, adequações e diagramação junto com a editora da UFMT. Nesse processo de revisão e finalização eu estava grávida. A minha filha Laura é a minha companheira. Nos últimos preparativos do livro, quando eu tinha de estar na editora, ela ficava comigo o tempo todo. Ela é sempre tão quietinha, tranquila. Esse livro me deu mais trabalho! (risos).

 

Celly_familia_acervopessoalfacebook
Foto: acervo pessoal.

 

Celly com o marido Jonison Silva e a pequena Laura.

OBS: Hoje, 30 de maio, Laura completa 4 meses.

 

 

SERVIÇO

Lançamento do livro-reportagem Somos Todos COS, da jornalista Celly Alves Silva

Data: 31 de maio

Horário: a partir das 19h

Local: Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor)

Endereço: Rua Do Carmo, 55, Baú. Cuiabá/MT

Valor do livro: R$ 35,00