E o Oscar foi para…

Matéria publicada em 25/02/19

Confira os vencedores da maior festa do cinema mundial que também lembrou do cineasta brasileiro Nelson Pereira dos Santos.

O Blog da Bárbara Fontes acompanhou pelo canal por assinatura, TNT, a noite glamourosa do Oscar que ocorreu neste domingo, 24. Uma coisa é fato: precisa gostar muito de cinema ou fazer parte deste universo para aguentar as três horas de premiação (mas valeu a pena!), que neste ano não teve um apresentador fixo – o que deixou o evento mais leve e descontraído.

Um momento especial para nós brasileiros foi durante o “In Memorian”, que lembrou o cineasta brasileiro Nelson Pereira dos Santos, um dos mais geniais do mundo. Em 2014, Eduardo Coutinho, cineasta brasileiro falecido em fevereiro do mesmo ano, também foi homenageado. Nelson e Eduardo foram meus professores de Cinema, em momentos e lugares distintos, e eu tenho imensa gratidão pela generosidade deles em compartilhar saberes e conselhos.

O Oscar deste ano teve grandes filmes e momento épicos como o discurso do diretor Spike Lee, que pregou “o amor vence o ódio”. Foi maravilhoso também ver o filme Pantera Negra ganhando prêmios importantes.

A performance da música Shallow, do filme “Nasce uma estrela”, com Lady Gaga e Bradley Cooper foi um dos momentos mais bonitos de se ver.

Justiça seja feita, a Netflix foi a grande vencedora da noite, que acreditou na história de infância do cineasta mexicano Alfonso Cuarón. Roma (nome do bairro onde Cuarón viveu) é um filme falado em espanhol e feito em preto e branco. Nenhuma grande indústria cinematográfica quis bancar o filme. Roma ganhou três Oscar, inclusive de Melhor Diretor para Alfonso que foi recebido no palco pelo grande amigo, o cineasta Guilhermo Del Toro.

Confira abaixo, por ordem de premiação, os vencedores do Oscar 2019:

1- Atriz Coadjuvante = Regina King (Se a rua Beale falasse).

2- Melhor Documentário (longa-metragem) = Free Solo

3- Melhor Maquiagem/Penteado = Vice

4- Melhor Figurino = Pantera Negra

5- Direção de Arte = Pantera Negra

6- Direção de Fotografia = Roma

7- Melhor Edição de Som = Bohemian Rhapsody

8- Melhor Som/Mixagem =  Bohemian Rhapsody

9- Melhor Filme Estrangeiro = Roma

10 – Melhor Edição = Bohemian Rhapsody

11- Ator Coadjuvante = Mahershala Ali (Green Book)

12- Animação (longa-metragem) = Aranhaverso

13 – Animação (curta-metragem) = Bao

14 – Melhor Documentário (curta-metragem) = Absorvendo o tabu

15 – Efeitos visuais = Primeiro Homem

16 – Filme Curta-metragem = Skin

17 – Melhor Roteiro = Green Book

18 – Melhor Roteiro Adaptado = Spike Lee

19 – Trilha Sonora Original = Pantera Negra

20 – Melhor Canção Original = Lady Gaga (Nasce uma Estrela)

21 – Melhor Ator = Rami Malek (Bohemian Rhapsody)

22 – Melhor Atriz = Olivia Colman (A Favorita)

23- Melhor Diretor = Alfonso Cuarón (Roma)

24- Melhor Filme = Green Book

Memória Afetiva

Babi_Oscar
Eu, Bárbara Fontes, na casa de Arne Sucksdorff, em Estocolmo/Suécia (2000). Acervo Pessoal

No ano 2000, eu tive a honra de segurar um Oscar! Foi emocionante olhar aquele cara sem expressão mas que tocou o meu coração. É uma estatueta linda, grande e pesada – feita de cobre e banhado a ouro. Atualmente é mais leve e menor.

A estatueta do Oscar que eu segurei pertenceu ao cineasta sueco Arne Sucksdorff. Ele ganhou de Melhor Filme Estrangeiro (com o belíssimo Ritmos de uma Cidade), no final da década de 1040. Arne foi o meu mestre que ensinou sobre a Fotografia e o Cinema. Em 2014, eu lancei mundialmente, o filme documentário “Arne Sucksdorff: Uma Vida Documentando a Vida”.

Anúncios

Oscar 2019

Nesta terça, 22, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou os indicados ao Oscar 2019, com duas novidades que podem mudar de uma vez por todas a forma rígida de julgamento realizado pela entidade: as indicações de Pantera Negra, um blockbuster dos quadrinhos da Marvel (produzido pela Disney), e Roma, feito em preto e branco, e em espanhol, dirigido pelo magistral cineasta mexicano Alfonso Cuarón, e produzida pelo canal de streaming, Netflix.

 

Ou a Academia entra finalmente para o século XXI, ou corre o sério risco de perder os refletores para outros festivais de cinema que já entenderam que o público não é mais aquele que vivia só nos cinemas. A glamorosa festa acontece no dia 24 de fevereiro, ao vivo do Dolby Theatre, no Hollywood & Highland Center. Ainda não está definido se haverá um mestre de cerimônias, ou se pela primeira vez em sua história não terá apresentador (a).

 

Festa ultrapassada?

oscars_90th_stage
Cerimônia do Oscar ( 90ª edição), em 2018.

“Deixe que digam, que pensem e que falem…”, o Oscar sempre será um evento que mexe com a opinião pública mundial – e nem precisa ser um cinéfilo para acompanhar. Há três momentos importantes que envolvem a curiosidade de milhões de pessoas sobre o evento que comemora este ano, 91 edições: a divulgação dos candidatos que ainda passarão pela seleção (sempre no final de ano); o anúncio dos indicados ao prêmio máximo do cinema mundial (em janeiro), e a grande cerimônia transmitida ao vivo para centenas de países (ocorre entre os mês de fevereiro ou março).

 

osc-banner_voting
apuração dos votos dos membros da Academia /Divulgação

 

 

 

 

 

Os indicados e os vencedores passaram pelo crivo do júri (cerca de nove mil membros que precisam atender as regras de votação) da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood. A votação é cercada de mistérios, e os envelopes com os vencedores são lacrados e ficam dentro de uma maleta com senha. A revelação acontece no dia da cerimônia, antes disso, pouquíssimas pessoas têm acesso aos resultados e tudo é mantido no mais rigoroso sigilo.

 

 

Confira abaixo as principais categorias e os indicados*:

 

Melhor Filme (prêmio dado aos produtores executivos)

BLACK PANTHER (Pantera Negra)

Kevin Feige, Produtor

 

BLACKKKLANSMAN (Infiltrado na Klan)

Sean McKittrick, Jason Blum, Raymond Mansfield, Jordan Peele, e Spike Lee, Produtores

 

BOHEMIAN RHAPSODY

Graham King, Produtor

 

THE FAVOURITE (A Favorita)

Ceci Dempsey, Ed Guiney, Lee Magiday, e Yorgos Lanthimos, Produtores

 

GREEN BOOK – O guia

Jim Burke, Charles B. Wessler, Brian Currie, Peter Farrelly, e Nick Vallelonga, Produtores

 

ROMA

Gabriela Rodríguez e Alfonso Cuarón, Produtores

 

A STAR IS BORN (Nasce uma Estrela)

Bill Gerber, Bradley Cooper, e Lynette Howell Taylor, Produtores

 

VICE

Dede Gardner, Jeremy Kleiner, Adam McKay, e Kevin Messick, Produtores

 

 

Melhor Filme Estrangeiro

CAPERNAUM

Líbano

 

COLD WAR

Polônia

 

NEVER LOOK AWAY

Alemanha

 

ROMA

México

 

SHOPLIFTERS

Japão

 

 

Melhor Diretor

BLACKKKLANSMAN (Infiltrado na Klan))

Spike Lee

 

COLD WAR (Guerra Fria)

Paweł Pawlikowski

 

THE FAVOURITE (A Favorita)

Yorgos Lanthimos

ROMA

Alfonso Cuarón

VICE

Adam McKay

 

 

Melhor ator

CHRISTIAN BALE

Vice

 

BRADLEY COOPER

Nasce uma Estrela

 

WILLEM DAFOE

No portal da Eternidade

RAMI MALEK

Bohemian Rhapsody

VIGGO MORTENSEN

Green Book – O Guia

 

 

Melhor atriz

YALITZA APARICIO

Roma

 

GLENN CLOSE

A Esposa

 

OLIVIA COLMAN

A Favorita

 

LADY GAGA

Nasce uma Estrela

 

MELISSA MCCARTHY

Poderia me perdoar?

 

 

Melhor Animação

INCREDIBLES 2 (Os Incríveis 2)

Brad Bird, John Walker e Nicole Paradis Grindle

 

ISLE OF DOGS (Ilha dos cães)

Wes Anderson, Scott Rudin, Steven Rales e Jeremy Dawson

 

MIRAI

Mamoru Hosoda e Yuichiro Saito

 

RALPH BREAKS THE INTERNET (Wi-fi Ralph: Quebrando a Internet)

Rich Moore, Phil Johnston e Clark Spencer

 

SPIDER-MAN: INTO THE SPIDER-VERSE (Homem-Aranha no Aranhaverso)

Bob Persichetti, Peter Ramsey, Rodney Rothman, Phil Lord, e Christopher Miller

 

 

Melhor Roteiro (original)

THE FAVOURITE

Roteiristas: Deborah Davis e Tony McNamara

 

FIRST REFORMED

Roteirista: Paul Schrader

GREEN BOOK

Roteiristas: Nick Vallelonga, Brian Currie, Peter Farrelly

ROMA

Roteirista: Alfonso Cuarón

VICE

Roteirista: Adam McKay

 

 

Roteiro Adaptado

(o prêmio vai para o roteirista ou escritor)

THE BALLAD OF BUSTER SCRUGGS (A Balada de Buster Scruggs)

Joel Coen & Ethan Coen

 

BLACKKKLANSMAN

Charlie Wachtel & David Rabinowitz, e Kevin Willmott & Spike Lee

 

CAN YOU EVER FORGIVE ME? (Poderia me perdoar?)

Nicole Holofcener e Jeff Whitty

 

IF BEALE STREET COULD TALK (Se a rua Beale falasse)

Barry Jenkins

 

A STAR IS BORN (Nasce uma Estrela)

Eric Roth e Bradley Cooper & Will Fetters

 

 

Melhor Documentário Longa-metragem

(cada país que exibiu os filmes adotou uma tradução para os títulos. O Blog irá manter o nome original).

FREE SOLO

Elizabeth Chai Vasarhelyi, Jimmy Chin, Evan Hayes, e Shannon Dill

 

HALE COUNTY THIS MORNING, THIS EVENING

RaMell Ross, Joslyn Barnes e Su Kim

 

MINDING THE GAP

Bing Liu e Diane Quon

 

OF FATHERS AND SONS

Talal Derki, Ansgar Frerich, Eva Kemme, e Tobias N. Siebert

RBG

Betsy West and Julie Cohen

 

 

*Fonte: as informações desta matéria foram obtidas no site oficial do Oscar (língua inglesa).

Lista completa (em inglês) aqui.