Teatro de Sombras em Cuiabá

Grupo Penumbra apresenta nesta sexta, 11/01, o espetáculo ‘A Vila de Pantolux’, no Cine Teatro Cuiabá (CTC).

A arte de contar histórias com o uso de bonecos de sombra é muito antiga e, segundo os historiadores, sua origem vem da China e se espalhou por vários países da Ásia, até chegar na Europa, onde fez muito sucesso e inspirou os primeiros experimentos que levaram à criação do Cinema.

Séculos se passaram e tecnologias para o entretenimento surgem todos os dias, porém, o Teatro de Sombras continua a encantar o mundo com a sua simplicidade em contar histórias, e ao mesmo tempo, tem o poder de prender a atenção de quem assiste – como se estivesse vendo numa sala de cinema, um filme do super-herói preferido.

 

Cuiabá tem Teatro de Sombras

 Criado em 2018, durante o Projeto de Teatro de Formas Animadas, realizado pelo Sesc Arsenal (Cuiabá/MT), o Grupo Penumbra pesquisa e produz peças teatrais por meio do Teatro de Sombras – uma das vertentes do Teatro de Animação. Durante a participação no Projeto, o grupo contou com a orientação de dois importantes nomes do Teatro de Sombra: Rafael Curci, de São Paulo; e Alexandre Fávero, do Rio Grande do Sul. Além de realizarem três apresentações durante o evento, o grupo fez a sua estreia profissional na Semana de Formas Animadas, do Sesc Arsenal.

 

‘A Vila de Pantolux’

Partindo da vontade de falar de ciência, em estudos de geração de eletricidade que abastece uma população, chegamos a figura de uma usina hidrelétrica, com isso achamos então o mote para nossa história, na qual acompanhamos uma vila do interior, que sente necessidade de cada vez mais consumir energia e até que ponto é possível? Uma mãe, um filho e um amigo que nos conduz nesse enredo.” (sinopse)

 

Ficha Técnica

Conheça a galera que faz o Teatro de Sombras acontecer em Cuiabá:

Elenco-Sombristas: Elton Martins, Jair Junior, Jone Sayd e Julio Rocha;

Direção: Juliana Graziela;

Dramaturgia: Grupo Penumbra;

Sonoplastia: Jair Junior;

Iluminação: Julio Rocha;

Criação de figuras: Jone Sayd e Grupo Penumbra;

Produção artística e executiva: Juliana Graziela.

 

Espetáculo por uma boa causa

O Grupo Penumbra apresenta ‘A Vila de Pantolux’ nesta sexta-feira, 11, às 20h, no Cine Teatro Cuiabá (CTC). Além do objetivo divulgar o Teatro de Sombras, o espetáculo também visa angariar recursos com a venda dos ingressos para que o grupo teatral possa viajar até o Rio Grande do Sul para participar da residência artística ‘Territórios Desconhecidos – Vivência no Teatro de Sombras’, que está em sua sexta edição.

O evento ocorre entre 20 a 27 de janeiro, no Espaço de Residências Artísticas Vale Arvoredo, na região serrana de Morro Reuter. Além das passagens aéreas, o grupo precisa custear as inscrições (que são individuais) e que inclui a hospedagem e a alimentação nesses oito dias de imersão teatral.

Os integrantes do Grupo Penumbra terão a oportunidade de conviver com artistas vindos de muitos lugares do país. Eles exercitarão em grupos, práticas e estudos sobre o teatro de sombras moderno, com uma metodologia exclusiva e multidisciplinar organizada e ministrada pelos integrantes da Cia Teatro Lumbra (RS), um coletivo que é referência internacional nessa linguagem. O convite para participar da residência partiu de Alexandre Fávero (RS), diretor da Cia.

 

 

Ajude o Grupo Penumbra

Você pode ajudar o Grupo Penumbra participar da residência artística comprando os ingressos para prestigiar o espetáculo ‘A Vila de Pantolux’. Também pode contribuir por meio de patrocínios empresariais e doações particulares. Para mais informações, entre em contato com a atriz Juliana Graziela (diretora e produtora do Grupo Penumbra):

E-mail: julianagrazielarocha@gmail.com

Tel: (65) 99304.5542

 

Serviço

Espetáculo ‘A Vila de Pantolux’

Local: Cine Teatro Cuiabá

Data: 11 de janeiro de 2019

Horário: 20 horas

Ingressos: R$ 10,00 meia e R$ 20,00 inteira

OBS: O horário de funcionamento da bilheteria do Cine Teatro Cuiabá: de terça à sexta-feira, das 14h às 18h. Também será vendido no dia do espetáculo, uma hora antes.

Classificação: Livre

Informações: (65) 99304-5542

Anúncios
vista aérea da Orla do Porto, Cuiabá, Mato Grosso.

Venha Turista: Cuiabá

Dicas de lugares bacanas para visitar. É dedicado para turistas e mochileiros.

DICA 01 – CUIABÁ ou Cuiabrasa!

Para mim não tem como começar essa série de postagens de dicas para passar um fim de semana em algum lugar do mundo, sem falar da cidade que eu tenho imensa gratidão! Sou de Mogi das Cruzes/SP, e faz muitos anos que vim com a família morar em Mato Grosso. Em 2019, Cuiabá fará 300 anos! O que tem de calor climático, tem de calor humano! Para saber sobre a história, costumes e tradições da minha amada Cuiabá, acesse aqui.

Como cineasta, também tive a honra de registrar Cuiabá e e vários locais de Mato Grosso (do meu Canal Bárbara Fontes: Inscreva lá!). Foram dezenas de documentários e vídeos institucionais e compartilho aqui duas obras cinematográficas:

“Canção Mato-grossense” (Hino de Mato Grosso):

“Descubra Mato Grosso”:

Hei turista, venha para Cuiabá!!!

O que se pode fazer num fim de semana na capital de Mato Grosso? Eu pedi ajuda a uma pessoinha muito querida, o produtor cultural e fotógrafo cuiabano, Manoel Vieira:

Manoel Vieira _creditoFredGustavos
Manoel fotografado por Fred Gustavos/Acervo Pessoal.
“Tomar um café no SESC Casa do Artesão, pra conferir a produção de artesanato de todo o estado. Depois, um almoço no São Gonçalo Beira-Rio.”

 

São Gonçalo Beira-Rio é a primeira região habitada pelos bandeirantes que descobriram Mato Grosso. Há muitas Peixarias e lojas de artesanatos, com lindas cerâmicas. O Sesc Casa do Artesão é um lugar muito bacana e está localizado em um dos bairros mais antigos de Cuiabá: o Porto.

 

Tem tanta coisa legal no Porto, que eu também vou dar algumas dicas:

 

Ponte com vista para OrlaPorto
Vista da Orla do Porto, da ponte sobre o rio Cuiabá. Crédito Bárbara Fontes
  • Tem a Orla do Porto (há restaurantes, museu, artesanato). Bom para caminhar, andar de patins, passear com os pets entre outras coisas. Dependendo da época tem muitos shows gratuitos e um parque de diversão.
  • Tem o Regionalíssimo – o restaurante de comida típica, premiado pela revista Veja Comer & Beber.
  • Tem o tradicional Mercado do Porto.

No bairro do Porto também tem o Sesc Arsenal (amooo!!!). É um dos lugares mais fantásticos de Cuiabá! Na quinta tem o ‘bulixo’ (expressão cuiabana) –  uma feirinha com comes, bebes e artesanatos. Tem Teatro, tem sala de cinema, tem brinquedoteca, tem um restaurante com preço acessível e música ao vivo. Também tem programações especiais durante o ano, como o Palco Giratório que aconteceu no mês de maio. Os eventos no Sesc podem ser cobrados (bem barato) ou de graça. Sempre tem algum evento bacana! Imperdível. Anota aí no seu roteiro de viagem!!!

Para fazer compras no Porto, tem o Shopping Popular (tem de tudo!). É  uma região que possui muitos atacadistas (diversos setores). Bem próximo está o Centro Esportivo Dom Aquino, ótimo para caminhadas e exercícios.

Para saber mais sobre as unidades do Sesc em Cuiabá, clique aqui.

Como chegar à Cuiabá?

Saindo do aeroporto internacional Marechal Rondon, que fica em Várzea Grande (nossa VG, cidade-irmã). Tem ponto de táxi no desembarque. Em frente ao aeroporto tem um ponto de ônibus. Para ir ao Porto, em Cuiabá, pegue a Linha 24. A corrida de Uber, de Várzea Grande para Cuiabá é mais barata do que saindo da capital para VG. Em Cuiabá tem uma grande Rodoviária e linhas de ônibus para o centro de Cuiabá (e VG).

Hoje em dia é muito fácil se programar para viajar, o google maps está aí para dar uma mão para quem quiser vir de carro ou de moto. É só colocar a origem da saída e o destino final (Cuiabá).

Cuiabá é uma cidade grande e muito quente (use roupas leves e protetor solar). Pode fazer frio? Pode sim. Então, pesquise direitinho a questão climática antes de vir. A tendência agora é esfriar no inverno, porém, nunca sabemos direito.

Há inúmeros lugares bacanas para visitar em Cuiabá, como lindos parques, o Cine Teatro Cuiabá (no centro). Chegando na cidade, visite o Centro de Atendimento ao Turista (CAT), com atendimento bilíngue. Pegue um mapa e dicas de passeios. Onde encontrar: CAT – Praça Rachid Jaudy, Av. Generoso Ponce, S/N – Centro Norte, Cuiabá/MT. Horário de Atendimento: das 09 às 17 horas.

Em Cuiabá se come muito bem! Temos pratos tradicionais como a Maria Izabel, a farofa de banana, peixadas e moquecas. Para um fim de semana, há muitas opções de café da manhã, além dos oferecidos pelos hotéis, você pode começar o seu dia no tradicional Dona Eulália e Família, no Sesc Casa do Artesão (dica do Manoel) e em muitas padarias charmosas. Cada dia, você visita um local diferente.

O almoço, depois de conhecer as Peixarias do São Gonçalo Beira-Rio, você pode ir ao centro da  cidade e almoçar num lugar que eu adoro: Gabinete Antes do Café (Rua 24 de Outubro, nº 566, Centro). Tem um restaurante de comida caseira, situado no Centro Histórico (anota aí no seu roteiro, merece uma visita), o Cheiro Verde (Rua Cândido Mariano, 101. Tel: 65- 3023.1331). Nessa região tem muita coisa bacana e muita arte! aguarde uma postagem especial sobre o Centro Histórico.

No meio da tarde, você pode experimentar o Chá c’ bolo – tão tradicional quanto a devoção a São Benedito! E por falar no santo, tem festança chegando aí! Também pode comer pastel na feirinha que fica entre a Catedral e o Palácio da Instrução (lindo prédio!).  A noite, há muitas opções como bares, restaurantes (para todos os gostos e bolsos) e o icônico Lucius do Caju (anota ai! O bar fica na Rua candido mariano 1371, conhecida como rua das óticas. Aberto de terça a sábado, a partir das 18h. Tel: 65-99281.5634). Imperdível também é comer um lanche que só tem em Cuiabá: o BAGUNCINHA!! Depois de uma baladinha (tem para todas as tribos),  você precisa tomar o escaldado cuiabano (no Choppão, claro!). Também há restaurantes de alta gastronomia. Conheça os lugares premiados pela revista Veja Comer & Beber 2018 aqui.

E a melhor dica de todas é: VENHA PARA CUIABÁ!!

*Foto de capa: vista aérea da Orla do Porto. Crédito: Prefeitura de Cuiabá/Facebook.

Aguarde a DICA 02 (é um lugar incrível e beeemm longe de Cuiabá)!

SIGA o Blog da Bárbara Fontes para receber as postagens em primeira mão!